Política

Paço do Lumiar: Provérbios 20:10…

29 de fevereiro de 2024

Ruas da Vila Nazaré, em Paço do Lumiar, foram asfaltadas pelo “político de verdade” Domingos Dutra. O trabalho teve início em julho de 2018, uma sexta-feira inesquecível, na Rua Panaquatira e o prefeito Domingos Dutra, ao lado da equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura, acompanhou o início dos serviços que foram realizados por meio do Programa Mais Asfalto, do Governo do Estado.

Dois pesos e duas medidas é uma expressão popular utilizada para indicar um ato injusto e desonesto, algo feito parcialmente.

Antes de iniciar a falar do assunto que tomou de conta das redes na última segunda, vamos – principalmente aos que ficaram mais “religiosos” ultimamente – voltar ao Livro de Deuteronômio, de autoria atribuída a Moisés, onde se lê no capítulo 25, versículos 13-15: “Na tua bolsa, não terás pesos diversos, um grande e um pequeno. Na tua casa, não terás duas sortes de efa, um grande e um pequeno. Terás peso integral e justo, efa integral e justo; para que se prolonguem os teus dias na terra que te dá o Senhor, teu Deus”. E, em outro livro da Bíblia, Provérbios 20:10, também se encontra a seguinte passagem: “Dois pesos e duas medidas, uns e outras são abomináveis ao Senhor”.

Em Provérbios, um dos Livros preferidos do editor da página, em 20:10, tem a seguinte passagem: “Dois pesos e duas medidas, uns e outras são abomináveis ao Senhor”.

Na Bíblia, Ipsis litteris, é que se deve ter apenas um peso, e não dois, para “avaliar” as circunstâncias da vida e, principalmente, as pessoas; além disso, que se deve colocar em as coisas em iguais condições, não deixando de usar apenas uma medida, e não duas.

A expressão cai muito bem no caso que fez com que muitos “Iguaibaras” atrasassem o horário do gostoso cozidão com verduras, acompanhada de uma puba de côco. Resumo da Ópera, a prefeitura de Paço do Lumiar tentou – sem sucesso – parar a obra de bloquetagem, com L, na Rua do Mojó, que interliga o Iguaíba ao bairro que é usado como nome político por quem não o representa.

O final da história reside numa pergunta que não quer calar: “licença por licença”, quais obras do Estado – inclusive as de asfaltamento que remontam ao ex-prefeito Domingos Dutra, o Futi – que foram acompanhadas do documento que daria um ar de “lisura” à obra?

Perguntar não ofende…

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI