Política

Rosário: ‘A Educação vivendo novos tempos?’; Ou: Educadores darão a resposta nas urnas

19 de setembro de 2022

Discurso de campanha de Calvet de acabar com Marajás foi pro brejo quando começou a usar a prefeitura para favorecer familiares como o caso da irmã Lícia, secretária de educação e a mãe, agora sem a gratificação

Nos últimos dias, a Gestão tida como “padrão” de Calvet Filho (PSC) tem espalhado nos 4 cantos da cidade que Rosangeles tem vivido o melhor tempo, de todos os tempos, num dos calcanhares de Aquiles de qualquer gestor: a Educação. Afinal, o verdadeiro formador de opinião não é o editor da página, mas o cabelereiro, o feirante, o Professor… Quem tem contato direto com o público assegura que tal afirmativa não condiz com a realidade. O blog do Neto Cruz fará agora o escrutínio:

1. Em 2019 houve o concurso para Professores, uma vez que o município é carente de novos educadores. Andando na contramão do que rege o bom comportamento com o erário público, Filho não quis nomear os concursados, o que resultou na ACP (Ação Civil Pública) que o Ministério Público (MP) ingressou determinando que o Prefeito nomeasse os concursados:

2. Além de peitar a Justiça em não nomear os professores para cumprir, supostamente, acordos de campanha, o prefeito não prorrogou o concurso, impedindo que novos professores fossem chamados;

3. Em 2021, o prefeito realizou seletivos tido como fakes para professores, que foram derrubados pelo MP. Já que não prorrogou o concurso, tentou burlar a lei fazendo “seletivo dos irmãos“. Não deu certo…;

4. Ainda em 2021, o MP alegou o seguinte:

5. A ausência de aulas desde 2021 causou um dano irreversível aos alunos de Rosário, considerando os efeitos da Covid-19 a SEMED não se esforçou para resolver os problemas das aulas remotas;

6. Em 2022 o Prefeito determinou uma espécie de “inquirição” via processo administrativo contra vários professores, que se veem acuados contra o estilo que aponta para comportamento ditatorial;

7. Em 2022 o MP ingressou com ações contra a Mãe (professora) e Filha (Secretaria de Educação) por acúmulo de cargo e gratificação excessiva. A mãe do prefeito, na qualidade de 20 horas chegou a receber R$ 15 mil;

8. Em 2022 o MP ingressou com ação civil pública obrigando o Prefeito a abrir escolas em 5 dias. Segundo apurou o blog, a determinação nunca foi cumprida uma vez que Calvet está mais preocupado em correr atrás de votos para seus deputados do que com o aprendizado do rosariense que é o futuro do Brasil;

9. Em 2022 o Prefeito teria metido o bedelho na Eleição para o SISMURB (Sindicato Intermunicipal dos Servidores Públicos Municipais de Rosário, Bacabeira e Presidente Juscelino), com a interesse particular de prejudicar a chapa contrária;?

10. Em Rosário existem 61 escolas, até agora pelo menos 1/3 sendo reformadas ferindo, provavelmente, a Lei de Licitações;

11. Ar-condicionados foram retirados de escolas. Não há aulas em vários dias em escolas das zonas rurais;

12. Não há cuidadores suficientes para as crianças deficientes;

13. Não há transporte escolar de qualidade. Alunos precisam andar vários quilômetros para chegar na escola;

14. Suposto superfaturamento na compra de livros didáticos;

15. Quem comanda a pasta da Educação, supostamente, é a “cara-metade” da Secretária, sem formação técnica para o cargo, segundo as más línguas do “Boca Maldita“;

16. Há casos de supostas rachadinhas em escolas.  O MP já estaria apurando o caso. Além disso, o Calvet Filho teve suposto envolvimento no esquema de corrupção do MEC, chegando a ser convocado pra oitiva na comissão de Educação do Senado por suposta liberação de verbas de recursos federais por tráfico de influências. Repercussão negativa nacional. Recursos das creches foram suspensas pelo presidente do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação;

17. Professores e gestores estariam sendo obrigados a colocarem quadros do prefeito na escola. No 7 de setembro houve a obrigatoriedade de usar a cor verde, que aponta para uma doutrinação e que precisa ser apurado pelos órgãos competentes;

18. Conforme apurado, o Ministério Público Federal (MPF) abriu Notícia de Fato 0.19.000.001872/2021-09, requisitando através do Ofício 248/2021-TOS/PR/MA que a Polícia Federal abra inquérito para apurar possíveis irregularidades na merenda escolar;

19. Há vários diretores sem formação técnica, escolhidos apenas por conveniência política. Inclusive o MP chamou vários para depor devido a um evento realizado numa  Igreja em que houve campanha antecipada dos candidatos do prefeito, entrega de quadros, etc…;

20. Quem vive novos tempos na educação são alguns privilegiados, da Família do Prefeito. Analise as imagens abaixo.

A EDUCAÇÃO DE ROSÁRIO VIVE “O PIOR DE TODOS OS TEMPOS”…

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI