Política

Paço do Lumiar: Tempus fugit (Ou: O tempo voa)

24 de maio de 2022

Transferência volumosa coloca Muniz que até hoje continua sem explicação: “Para onde foi esse dinheiro?”

O tempo é senhor da razão. A frase é usada para alertar sobre a velocidade do tempo, que passa muito rápido. Tempus fugit, ele não espera por ninguém, segue o seu curso, quer queiramos ou não.

Desde o golpe orquestrado na eleição para presidência da Câmara no não tão longínquo ano de 2018, utilizando da lábia mansa para destronar e descapitalizar o ex-presidente Marinho do Paço, então presidente da Câmara Municipal assessorado por mestres da política local, o atual Muniz vem pensou que o seu reinado seria mais extenso do que o de Benito Mussolini. Ledo engano…

Achando-se o mais versátil articulador de todos os tempos da política da Vila do Lume, leia-se Paço do Lumiar, Fernando Braga foi engolido pela própria conjuntura, criada por ele mesmo e seu modus operandi. Os pares, antes solícitos ao parlamentar, querem renovação e oxigenação na Casa de Leis.

Passados quase quatro anos do golpe, Fernando agora se coloca como um arremedo de ditador querendo a todo custo manter o poder desta vez representado pela sua cunhada, a vereadora Bianca Neves (PL).

Vale frisar que a tentativa é sem sucesso, nem que para isso tente se “arregimentar” com quem se diz aliado de primeira hora da prefeita.

Mas isso é outra história…

 

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog