Sá Marques denuncia cobrança abusiva de funerárias para transporte de vítimas da Covid-19

Ainda na sessão desta terça-feira (28), foi aprovada em duas votações, o Projeto de Lei e seguiu para a sanção do Executivo Municipal, o texto que proíbe as funerárias de cobrarem taxas  para irem buscar corpos nos casos de pessoas que morrem em consequência da Covid-19.

“A justificativa das funerárias, em valores que variam de R$ 500 a R$ 1.000, seria para pagar os EPIs dos funcionários das funerárias, sendo que equipamentos de proteção individual é obrigação da empresa e não do consumidor. Não bastasse o trauma da morte, muitas pessoas são de origem humilde, ou mesmo que não sejam a cobrança é ilegal. A lei ainda prevê a suspensão e cassação de funcionamento das referidas empresas caso rescindam nessa prática que é abusiva, esperamos que o Executivo sancione essa lei com urgência”, destacou Sá Marques.

Ainda durante pronunciamento, Sá Marques defendeu o pagamento de benefícios a policiais militares, categoria que também está no front na luta contra o novo coronavírus. O vereador  defendeu o pagamento da insalubridade e do adicional noturno para os policiais militares do Maranhão, que segundo o parlamentar, direitos que não estariam sendo respeitados.

“Cabe ao Ministério Público, Poder Judiciário, bem como a própria Assembleia Legislativa determinarem a aplicabilidade dos direitos impostos dentro da Constituição Federal, em atendimento aqueles que dedicam a própria vida em defesa da segurança pública, em defesa do bem estar da sociedade” ressaltou Sá Marques.

O perigo das Fake News para a sociedade e o impacto às pessoas e instituições

*Por Cristiano Magalhães

Em tempos de Fake News, não podemos mais acreditar em tudo que lemos, vemos ou ouvimos, principalmente em redes sociais ou grupos de mensagens. Esse fenômeno é uma fonte de desinformação e, por isso, devemos ter atenção redobrada quando recebemos alguma notícia, não importa o meio que ela chegue até nós.

Numa tradução direta, as notícias falsas são informações divulgadas por qualquer meio que não corresponda com a verdade de um fato, a popular e já conhecida mentira. A divulgação destas não é novidade, mas com o alcance proporcionado pela internet, intensificado pelas redes sociais, elas se tornaram ainda mais comuns. E não há limites. Podem estar relacionadas às pessoas, ciência, política, religião, economia, esportes, etc.

A divulgação de notícias falsas pode acarretar sérios prejuízos às pessoas e instituições, tais como, manipulação de comportamentos, prejuízos morais e financeiros para pessoas e empresas, criação ou aumento de sentimento de revolta, estímulo ao preconceito, agravamento de surto de doença.

Imagine, por exemplo, que “A” divulga uma fake news sobre “B”, e que esta notícia seja repassada por outras em uma rede social, chegando ao local de trabalho de “B”. Em razão desta notícia, a empresa considera a conduta supostamente praticada pelo empregado não condizente com a cultura empresarial a ponto de demitir o empregado.

Além do aspecto trabalhista, outros desdobramentos podem ocorrer: “B” pode denunciar “A” pela prática de difamação (art. 139) ou injúria (art. 140), previstos no Código Penal. “B” pode propor uma ação na Justiça Civil pedindo a reparação de danos à sua imagem e sua honra, ou de ressarcimento de danos patrimoniais causados pela divulgação da fake news .

Agora, imagine o quanto uma notícia falsa pode impactar uma cidade, um estado, o país todo, por exemplo, quando o tema envolve políticas de saúde pública como a ineficiência de vacinas, ou quando envolve questões relacionadas a economia, contratos empresariais, condutas de ocupantes de cargos públicos.

Cabe a cada um de nós ser um obstáculo para a propagação de notícias falsas. Estarmos atentos à origem da notícia, desconfiar de fontes de informações sem autoria ou vínculo com instituições tradicionais, procurar confirmar a notícia com mais de uma fonte, não se deixar levar por manchetes sensacionalistas e ler o conteúdo das notícias é essencial. Buscar informações diretamente com os órgãos oficiais quando possível, essas são algumas medidas importantes que devemos tomar para nos precaver.

Tanto na leitura, como na partilha de notícias, é bom lembrar daquele velho ditado popular, “cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”.

*Cristiano Magalhães é advogado especialista nas áreas civil e trabalhista, professor e coordenador do curso de Direito da Faculdade Anhanguera de São José dos Campos.

RIBAMAR – Ramon Ribamarense ratifica apoio a Jordão Reis

Ramon, Pedro e Jordão

Na manhã desta segunda (3), em encontro na sede do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no Maranhão, estiveram reunidos o jovem Ramon Ribamarense, liderança política na cidade balneária, juntamente com o deputado federal Pedro Lucas e o pré-candidato a vereador de Ribamar, Jordão Reis, que é vice-presidente nacional da Juventude do PTB e tesoureiro estadual da sigla.

Na oportunidade, foi ratificado o apoio de Ramon a Jordão, que deve chegar se posicionar bem na disputa por uma das cadeiras da Câmara Municipal de São José de Ribamar.

Na eleição de 2016, Ramon obteve a marca de 550 e chega pra fortalecer o projeto de Jordão Reis.

Coluna Pinga Fogo

Charge da Coluna Pinga Fogo – Bastidores da Política de Paço do Lumiar

***Reunião do PL 22 para escolha dos números dos candidatos a vereador. Aí, “Lindinha”, “Cara de areia molhada” e “M.M.” pediram o número da “Lig Táxi”: 22.222. Lex Luthor, passado na casca do alho, vira e diz que vai fazer um sorteio. Pronto! Alguém se levanta e dá um berro: Lex, Careca… “E o acordo?” Kkkkkkkk…

***Quem é a ‘Liderança sem Povo’ que exigiu uma audiência com um famoso blogger do Lume e, ao ser questionado sobre qual seria a pauta, desligou na cara do “contemporâneo”. Ainda chamou o cabra de “estrela”. É mole?

***Quem é o neófito “blogger” que quer $ombra e água fresca no Munim? Te sai de imprensado. Pras bandas de lá, tá tudo dominado!!!

***Qual o escriba dos teclados que perdeu o time e agora passa o dia a fazer análise de chapa? É muito tempo vago…

***Falando nisso, o mesmo dito cujo (a) já anda se reclamando que lá pras bandas do Sítio Grande a lisura impera e já tenta se encostar em Pindobona. Cria jeito, “caba safado”. Hahaha…

***Quem foi o empresário lá das bandas de “Arriba do Mar” que foi oferecer $ua mão amiga para um certo pré-candidato a prefeito e, chegando lá, ouviu do poderoso que não precisava da ajuda de mais ninguém? O “homi” já tá eleito. Curuzes…

***Quem é o presidente de partido que anda queimando seu “preferido” lá no bairro onde reside? O cara não tem a simpatia de ninguém e tem relações íntimas com as “galináceas”. Dá inúmeras notinhas. Lançaremos em doses homeopáticas…

***Quem é o pretenso ‘aceçor’ de comunicação de um eventual governo que afirma que na Ilha tem 5 municípios? Pense numa ressaca…

***Quem é a interina de Pindobona que está “embaçando geral”? É um “DESplanejamento” que só vendo!!! É um “contrata daqui”, “contrata dali” – Plano Diretor (?) – que nem deu tempo de sentir saudades do “Novo Núbio”. A “moça” já até recebeu a alcunha de “Novíssima Núbia”, em homenagem ao primeiro-ministro luminense. Ou corta fora ou vai perder pro ‘homi do bloquete’ (com L)… Abre o olho, Pindobona. Larga tinta nessa caneta e arrocha…

***Fofoquier alerta: se Pastor, Bispo, Coroinha, Irmão ou Missionário desse votos a Câmara de Paço era uma culto ecumênico.

***Quem foi o famoso blogger que foi visto com duas gatas só no artesanal lá pras bandas da Maioba?! Cabra bom! Hahayyy…

***Momento merchandising. Falando nisso, o Bar Duoubus é o novo point de Paço. Ambiente qualificado, músicas tops e bem frequentado, além do clima aconchegante e segurança total. Fica ali na Estrada da Maioba. Vale a pena prestigiar o espaço…

Duarte estaria vendo em Maranhãozinho sua tábua de salvação

Duarte Jr

Aliados do deputado estadual Duarte Jr, segundo lugar na corrida eleitoral pela prefeitura de São Luís, deixaram escapar o sentimento que, supostamente, toma de conta do prefeiturável. Dando a Josimar, o Moral, como a causa indispensável para que Júnior, o Duarte, venha a vencer – com a indicação da esposa daquele como vice, obviamente -, esquecem de analisar os conflitos de interesses que existem por trás de um movimento deste tipo.

Maranhãozinho e Brandão, vice-governador do Estado, tem o mesmo objetivo: ocupar o lugar deixado pela vacância de Dino, em 2022. Começa daí…

Carlos Brandão, segundo fontes palacianas, faz parte da reserva moral de Dino e foi quem deu amparo enquanto Duarte passava por um processo de fritura dentro do seu próprio partido, o PCdoB, que acabou fazendo com que o meteórico deputado fosse convidado a se desfiliar da sigla. Carlos esteve com Duarte no momento de sua desorientação política e partidária.

Brandão articulou e abonou a ficha do ex-presidente do PROCON-MA no seu partido atual, o Republicanos. Ir com Josimar, valendo-se de tudo pelo poder, seria o risco de cair no ostracismo político numa eventual derrota do midiático Duarte.

Não se sabe qual é o “tempero a mais” que diferencia o ex-prefeito de Maranhãozinho para dizer que o seu apoio seria a causa e o efeito seria a eleição de Duarte. Em pesquisas realizadas em São Luís, Detinha chegou a zerar.

E nem precisa “se oferecer”, como se fala no bom ‘maranhês’.

O gesto pode soar como desespero…

Vamos aguardar…

 

Escolas privadas retomam aulas presenciais de forma escalonada no Maranhão

Retorno das aulas em escolas privadas no Maranhão teve transmissão ao vivo para os alunos que ficaram em casa.
— Foto: Divulgação/Escola Crescimento

Escolas da rede particular de ensino do Maranhão retomaram parte das aulas presenciais nesta segunda-feira (3). O retorno ocorreu cercado de medidas de prevenção ao novo coronavírus, com uso de máscaras e distanciamento entre as carteiras.

Voltaram às escolas apenas os alunos do 3º ano do ensino médio –os demais estudantes retornarão às atividades até o final do mês de forma escalonada.

Baseado em regras do governo estadual, o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Maranhão (Sinepe-MA) elaborou um protocolo de medidas sanitárias para os seus colégios associados. A entidade não soube informar, porém, quantas escolas ou alunos foram impactados pela medida. A gestão do governador Flávio Dino (PCdoB) também não confirmou a extensão do retorno.

“Nossa expectativa é a melhor possível, não temos até agora recebido nenhuma observação com relação a algum incidente que possa ter ocorrido no que diz respeito às instituições que iniciaram o retorno. Tivemos as melhores informações até agora”, declarou Paulino Pereira, presidente do Sinepe-MA.

ESCALONAMENTO

Um decreto estadual do final de junho autorizou a retomada das aulas presenciais nas instituições privadas, seguindo uma ordem. Os cursos de graduação e pós-graduação seriam os primeiros a retornar suas atividades. Depois, unidades de ensino médio e, na sequência, estudantes da etapa fundamental 1 e 2. A educação infantil só deve voltar numa quarta fase. Por último, estão as instituições de idiomas e cursos complementares.

O documento prevê um retorno sequencial, das séries mais avançadas para as iniciais, por isso foram priorizadas as turmas das 3ª séries do nível médio. O governo impõe ainda escalonamento de horário de entrada e saída de turmas e redução da quantidade de estudantes por sala, para respeitar o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as carteiras.

Os espaços de uso comum –como restaurantes e lanchonetes–, precisam ter sinalização de distanciamento. Alunos e funcionários também serão submetidos à medição diária de temperatura. O decreto abre a possibilidade de “rodízio” de estudantes e professores circulando nas escolas. Por enquanto, atividades esportivas estão proibidas.

Já a rede pública estadual de ensino, que retornaria as atividades na próxima segunda-feira (10), teve o cronograma adiado. O governo voltou atrás após consultar estudantes do último ano do ensino médio e seus pais. A maioria deles se mostrou preocupada com a medida.

O Colégio Marista Araçagy foi um dos que receberam alunos do 3º do ensino médio em São José de Ribamar (32 km de São Luís) nesta segunda. A retomada gradual das aulas na unidade segue até 31 de agosto.

Na escola, o uso de máscaras é obrigatório e as temperaturas de técnicos, alunos e professores serão aferidas diariamente. A unidade também está equipada com álcool em gel em todas as salas. Pias ecológicas foram distribuídas nos pátios e áreas comuns para facilitar a lavagem das mãos.

O uso de ambientes comuns, como de bibliotecas, está restrito e os parquinhos e pátios serão utilizados com horários escalonados e higienizados diversas vezes ao dia. Os intervalos e recreios são intercalados, também como forma de evitar aglomerações.

Fonte: Gaúcha ZH

Othelino acompanha início das obras de pavimentação em Imperatriz fruto de emenda parlamentar

Othelino acompanha início das obras de pavimentação em Imperatriz fruto de emenda parlamentar

Othelino e comitiva estiveram no bairro Jardim Tropical, em Imperatriz, onde as obras estão sendo executadas

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), acompanhou, nesta segunda-feira (3), em Imperatriz, o início das obras de pavimentação asfáltica no bairro Jardim Tropical, fruto de emendas parlamentares de sua autoria e dos deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Rildo Amaral (Solidariedade), e, também, de recursos oriundos do Governo do Estado

Acompanhados do secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, os parlamentares percorreram as principais ruas do bairro, onde serão executados os serviços de asfaltamento, concretizando um sonho antigo dos moradores do Jardim Tropical. Nesta etapa, serão colocados 20 km de asfalto, melhorando significativamente a infraestrutura no local.

Othelino Neto ressaltou a importância das obras de pavimentação para a cidade de Imperatriz e adiantou que, após a conclusão dos serviços nas duas principais avenidas do Jardim Tropical, a equipe da Sinfra, sob a coordenação do secretário Clayton Noleto, seguirá para outras regiões do município.

“Esta obra, especificamente, está sendo executada com emendas do deputado Marco Aurélio, que disponibilizou R$ 1 milhão, assim como do deputado Rildo Amaral, que também destinou o mesmo valor, e, ainda, com a minha colaboração, que se somará a esse grande pacote de obras de pavimentação de ruas dessa tão importante cidade do Maranhão, que é a querida Imperatriz”, afirmou.

Agência Assembleia
Os deputados conversam com o secretário Clayton Noleto, que deu detalhes da obra

Os deputados conversam com o secretário Clayton Noleto, que deu detalhes da obra

O deputado Professor Marco Aurélio, parlamentar da região, destacou a satisfação dessa parceria entre a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado em prol de benefícios para os imperatrizenses. Ele agradeceu, ainda, ao presidente Othelino Neto pelas emendas destinadas à cidade de Imperatriz.

“Recebemos esse importante reforço do presidente Othelino, que faz um grande gesto com nossa cidade, direcionando suas emendas parlamentares e reforçando minha destinação e do deputado Rildo Amaral, que serão revertidas em pavimentação asfáltica nos bairros de Imperatriz. O esforço do secretário Clayton Noleto ressalta ainda mais essa participação do governo Flávio Dino, e quem ganha é a população”, assinalou.

‘Mais Asfalto”

O deputado Rildo Amaral, que também é de Imperatriz, disse que o asfaltamento das ruas do bairro Jardim Tropical há muito tempo era esperado pelos moradores. “Mais uma importante obra do Governo do Estado para melhorar a vida das pessoas. Os moradores dessa região há muito tempo pediam a pavimentação, pois conviviam com poeira e lama na porta por muitos anos. Agora, por meio de nossas emendas, conseguimos solucionar esse problema”, disse.

Clayton Noleto ressaltou que essa é mais uma etapa do programa “Mais Asfalto”. “São ruas e avenidas que há muito tempo aguardavam a pavimentação e, agora, começam a ser realizadas. Já fizemos 100 km de asfalto em Imperatriz e temos feito esse trabalho continuadamente”, finalizou.

Jota Pinto discute principais demandas dos moradores de Ribamar em encontros com pré-candidatos

Devido à pandemia da Covid-19, as reuniões seguem as medidas preventivas orientadas pelos órgãos de saúde

O fim de semana foi de trabalho para o pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Jota Pinto (PDT), que deu continuidade a visitas às comunidades ribamarenses. Segundo Jota, o principal objetivo das reuniões é ouvir a população e promover um diálogo franco e sensato sobre as principais necessidades dos moradores.

Na sexta-feira (31), Jota Pinto esteve com os pré-candidatos a vereador pelo partido Democratas (DEM), Jercílio Brandão – na sede do PDT, e Júlia da Tribo – no Bar da Tribo, localizado na orla de Ribamar, a fim de tratar sobre projetos de incentivo ao esporte, turismo e cultura. Os eventos contaram ainda com a participação de lideranças populares.

“Se tivermos uma gestão mais voltada para investimento no turismo, São José de Ribamar com certeza começará a viver uma realidade diferente. A orla, por exemplo, teria outro ritmo de visitas. Esse investimento é necessário, ainda mais por sermos o terceiro maior município do estado. Nós acreditamos no potencial dessa nova gestão”, afirmou o presidente do Sindehotéis/MA, Luiz Henrique da Silva, durante a reunião com o pré-candidato Jercílio Brandão (DEM).

Sábado

Já na manhã de sábado (1), o pré-candidato Jota Pinto recebeu, em sua casa, representantes do Sindguardas e da classe artística de São José de Ribamar para conversar sobre a importância do estímulo à cultura e sobre melhorias no setor da segurança pública, como o oferecimento de capacitação e melhores condições de trabalho aos Guardas Municipais. Na oportunidade, Jota oficializou o lançamento da pré-candidatura de Sidney Gomes (DEM) a vereador da cidade.

Ainda no mesmo dia, os filiados ao DEM, Lucimar e Fik Fik, também lançaram sua pré-candidatura, assim como o presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB), Uchôa de Ribamar.

“Estamos nos reunindo com frequência e continuaremos; com o objetivo de ‘sentir’ a população. Juntos, trabalharemos para transformar Ribamar em uma cidade de oportunidades, mas não adianta apenas falar, se não mudarmos a forma como a cidade está sendo administrada”, avaliou Jota Pinto.

Domingo

As visitas continuaram no domingo (2) pela manhã, em um encontro na casa da Dona Bibi, pré-candidata a vereadora pelo PMB, no bairro da Matinha, e logo após em uma reunião com o pré-candidato, Júnior Monteiro (PDT), no bairro Jota Lima. Em cada um dos eventos houve a oficialização das respectivas pré-candidaturas.

Entre as visitas a moradores, o empresário Jota Pinto esteve na casa do agricultor Antônio Carlos, morador da Mata, onde conversou sobre o cenário atual da agricultura, na cidade balneária. Carlos explicou que a falta de apoio e incentivo dificultam o desenvolvimento da atividade e que diante desta situação, sente-se desvalorizado. Jota ressaltou que seu principal objetivo é transformar Ribamar em uma cidade empreendedora e de oportunidades.

“Em um pequeno pedaço de terra é possível produzir, e produzir bem. Se tivermos uma gestão voltada ao estímulo do empreendedorismo, esse pequeno produtor poderá não apenas produzir com mais segurança, como também vender essa produção, o que consequentemente ampliará sua produtividade e contribuirá para o desenvolvimento econômico do município de São José de Ribamar”, concluiu Jota Pinto.

Enquanto Laci e Eudes batem cabeça, Ocileia segue mostrando força política em Raposa

Nesta última sexta-feira (31) a pré-candidata à prefeitura de Raposa, Ocileia Fernandes (PSDB), realizou “em cima da hora” uma reunião com correligionários e apoiadores de campanha. Pelas imagens e vídeos, pode-se perceber que foi reafirmada mais uma vez que o nome de Ocileia é uma realidade política raposense e que a pré-candidata está em alta com a população.

No mesmo dia, mais cedo, o grupo Laci (PCdoB) declarava apoio ao pré-candidato Eudes Barros (PL). Laci, segundo informantes bem posicionados do blog, teria dito que “os dois começaram juntos como vereador – à época de Paço – e que iriam se acabar juntos”…

Para terminar de arrematar que a “aliança” vai de mal a pior, vazou um áudio de Eudes dizendo:

“Eles é que estão vindo se aliar a nós. […] Como eles não têm candidato, muitos do grupo deles estão aderindo à minha candidatura, e com isso eles estão ficando sem espaço”, disse.

Enquanto isso, Ocileia vai crescendo a cada caminhada e caminha para ser a próxima prefeita de Raposa.

Veja o vídeo: