Política

Prefeitura de São Luís encerra programação na passarela do samba com desfiles dos Blocos Tradicionais do Grupo A

26 de fevereiro de 2024

A Prefeitura de São Luís encerrou com chave de ouro o desfile dos blocos tradicionais e das escolas de samba da capital na tarde/noite de domingo (25), concluindo a programação oficial do Carnaval 2024, que começou no dia 9 de fevereiro, na Cidade do Carnaval (Praia Grande). No encerramento da grande festa popular, desfilaram 15 Blocos Tradicionais do Grupo A, que deram um show de ritmo e coloriram a Passarela do Samba Chico Coimbra, no Anel Viário.

“O sentimento é de dever cumprido e parabenizo toda a equipe da Secretaria Municipal de Cultura por esse belo trabalho realizado desde a Cidade do Carnaval, encerrando com a programação na passarela do samba. Foi uma linda festa realizada pela Prefeitura de São Luís em parceria com todos aqueles que se envolvem com o Carnaval, a exemplo das escolas de samba e dos blocos tradicionais”, destacou o secretário municipal de Cultura, Maurício Itapary, que marcou presença nas três tardes/noites de desfiles no Anel Viário.

O secretário frisou, ainda, que é muito importante essa união de esforços entre o poder público e a comunidade para a realização da festa.

“Essa parceria é fundamental para que possamos fazer uma folia cada vez melhor em nossa cidade, no intuito de que essa cultura se perpetue de geração em geração”, complementou Maurício Itapary.

Com suas fantasias luxuosas e a batucada única de seus tambores contratempo, retintas, ganzares, cabaças, reco-recos, agogôs, rocas e apitos, entre outros instrumentos musicais, os Blocos Tradicionais mostraram o amor que sentem por essa tradição, que se mantém viva na folia momesca ludovicense. O mesmo externou o público que lotou as arquibancadas e camarotes, numa demonstração de apoio à força da tradição cultural maranhense.

O primeiro a se apresentar foi o Bloco da APAE, que apresentou o tema “O Fantástico mundo do autismo”, com música de autoria de Ribão Doludo, uma oportunidade de reforçar a luta contra o preconceito para com as pessoas com Transtornos do Espectro Autista (TEA).

Fundado em 1996 e reunindo mais de 70 participantes, entre jovens, adolescentes e adultos com deficiência, matriculados no CAEE Eney Santana, o Bloco da APAE conta com o apoio da comunidade e da instituição para disseminar a mensagem de inclusão e respeito para com as pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla.

Cristiane Diniz, gestora da APAE São Luís, destacou o papel da entidade, que é mostrar o potencial de jovens e adultos que iniciam na APAE quando crianças e, a partir de então, começam a desenvolver suas habilidades para que possam estar onde quiserem.

“Este é o objetivo de estarmos aqui no Carnaval, assim como em todas as ações que a entidade assistencial e educacional desenvolve. Nós temos uma equipe multiprofissional composta por professores especialistas em educação especial, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos e psiquiatras. A partir daí, estabelecemos a terapia específica, pois esse trabalho tem um cunho científico e é para favorecer o desenvolvimento de habilidades. Este desfile, por exemplo, é um momento de muita alegria e agradecemos à Prefeitura de São Luís por nos dar essa oportunidade de participar”, detalhou Cristiane Diniz.

Após o Bloco da APAE, a plateia aplaudiu Dragões da Liberdade, Os Trapalhões e Os Guardiões.

“Desfilar é uma sensação maravilhosa. É paixão, amor e dedicação. Eu saio há cinco anos no Carnaval, mas é a primeira vez neste bloco. É sempre uma expectativa muito grande antes de virmos para cá. E, aliás, viemos para fazer bonito”, contou, ainda na concentração, a cozinheira Josy Nunes, que desfilou como baliza no bloco Os Guardiões.

Na sequência, foram anunciados Os Guerreiros, Os Fanáticos, Tropicais do Ritmo e os Imbatíveis, seguidos de Reis da Liberdade, Kambalacho do Ritmo, Os Foliões, Indomáveis Show e Os Vampiros. Tropicais do Ritmo caprichou na fantasia, abordando o tema “Girassol: a flor do Sol. Nossos sonhos serão verdades”.

Os últimos a passar pela passarela do samba foram Os Brasinhas, Os Tremendões, Originais do Ritmo e Príncipe de Roma. Este trabalhou o tema “A saga do príncipe pela princesa baiana”. Todas as agremiações, cada uma representando um bairro, evoluíram com desenvoltura para conquistar o voto dos jurados.

Balizas e ritmistas ensaiaram o ano inteiro para fazer bonito na passarela e conseguiram. Todos já estão na expectativa para o resultado. A apuração dos desfiles acontece nesta terça-feira (27), no Teatro da Cidade (Rua do Egito), sendo às 9h para os blocos tradicionais e às 14h para as escolas de samba.

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI