Política

Flávio Dino na mira: Com assinaturas para criar CPMI, oposição vai apurar omissão do governo em 8 de janeiro

27 de fevereiro de 2023

Conforme noticiou Oeste, na sexta-feira 24, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos atos de 8 de janeiro alcançou o número mínimo de assinaturas para ser instaurada. Até o momento, foram contabilizadas as adesões de 173 deputados e de 32 senadores que apoiam a comissão.

 

Nas últimas semanas, houve intensa busca nas redes sociais de eleitores que procuravam saber se os parlamentares a quem eles elegeram teriam assinado a CPMI, que é de autoria do deputado federal André Fernandes (PL-CE). Por esse motivo, Oeste separou os nomes de todos os deputados que apoiaram a iniciativa.

 

A expectativa de Fernandes era de chegar ao número mínimo de assinaturas depois do feriado de Carnaval. No texto da CPMI de 8 de janeiro, ele argumentou que não possui dúvidas acerca da depredação do patrimônio público, e que todos os envolvidos devem ser punidos rigorosamente. “Contudo, ainda pairam no ar as incertezas acerca do ocorrido e quem de fato o planejou, o executou e se omitiu, quando por força legal deveria ter agido”, defendeu.

A estratégia da oposição é utilizar a CPI para desgastar o governo Lula e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, com o argumento de que o governo federal foi omisso diante das invasões. O Executivo federal argumenta que o policiamento estava a cargo do governo do Distrito Federal e do ex-secretário de Segurança Pública Anderson Torres, aliado de Bolsonaro que está preso desde os acontecimentos do dia 8 de janeiro.

4 deputados federais do MA assinaram a CPMI

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI