Política

Prefeito Eduardo Braide inicia obras do novo Hospital de Urgência e Emergência de São Luís

26 de fevereiro de 2024

Nesta segunda-feira (26), um marco histórico foi estabelecido para a saúde pública de São Luís, com o prefeito Eduardo Braide liderando o início das obras para a construção do novo Hospital de Urgência e Emergência de São Luís, substituindo o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), no mesmo endereço. As intervenções tiveram início assim que a Ordem de Serviço foi assinada. Todo o processo está sendo coordenado pelas secretarias de Saúde (Semus), de Obras e Serviços Públicos (Semosp), com o apoio da Secretaria de Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais (Semispe).

“Essa obra vai representar muito mais que a construção de um novo hospital, vai representar também a transformação do atendimento para a população não só de São Luís como também de todo o estado e a vida dos profissionais de saúde que aqui trabalham. E hoje é um dia muito importante pela coragem que toda a equipe da Prefeitura teve de encarar esse desafio. Assim como nós assumimos e cumprimos o desafio de entregar o Novo Hospital da Criança, que hoje é referência para o Brasil, nós entregaremos o novo Hospital de Urgência e Emergência de São Luís, com novo nome”, destacou o prefeito Eduardo Braide, ao lado da primeira-dama, Graziela Braide, da vice-prefeita Esmênia Miranda, do secretariado e das equipes de saúde do hospital.

O início das obras não afetará o atendimento aos pacientes do Socorrão 2. A Prefeitura alugou o Hospital São Luiz (HSLZ), localizado na rua Mirinzal, 87, Vila Cafeteira, para onde a população que necessita de atendimento de emergência e procedimentos cirúrgicos foi encaminhada. Essa unidade se tornará a nova referência de entrada para o atendimento de emergências, garantindo acesso aos procedimentos cirúrgicos urgentes. O Hospital São Luiz possui capacidade para 100 leitos.

Anualmente, o hospital Clementino Moura (Socorrão 2), atende a uma média superior a 60 mil pacientes por ano e realiza mais de 12 mil cirurgias, incluindo pacientes da capital e de mais de 170 municípios do estado. No momento, o hospital dispõe de 248 leitos, dos quais 28 são designados para terapia intensiva (UTI). Durante o período das obras, parte do hospital continuará operando em alas com níveis de urgência menores, garantindo a continuidade dos atendimentos.

O projeto de reconstrução do novo hospital será executado em duas etapas distintas. Na primeira fase, será dada prioridade à construção do pronto-socorro, que incluirá consultórios médicos, áreas de exames, a ala vermelha, centro cirúrgico e uma das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A segunda fase compreenderá a construção das enfermarias, destinadas aos cuidados pré e pós-cirúrgicos dos pacientes. À medida que cada fase for finalizada, as operações serão reiniciadas nas novas áreas, assegurando a continuidade dos atendimentos. O prazo estimado para a conclusão total do novo hospital é de 18 meses.

“Hoje, estamos testemunhando um momento verdadeiramente histórico na gestão do prefeito Eduardo Braide.  Este é um dia de grande significado para a saúde não apenas de São Luís, mas também de todo o estado do Maranhão. Um dia de celebração onde iniciamos a despedida do antigo Socorrão 2, com sua estrutura deficiente, para dar as boas-vindas ao novo Hospital de Urgência e Emergência de São Luís, elevando os padrões de atendimento e bem-estar tanto dos pacientes quanto das equipes médicas”, enfatizou o secretário da Semus, Joel Nunes.

O secretário da Semosp, David Col Debella, assegurou que serão empreendidos todos os esforços possíveis para acelerar o andamento das obras.

“Estamos comprometidos em reforçar nosso efetivo de trabalhadores para acelerar o andamento desta obra, pois reconhecemos a urgência e a importância dessa transformação para a cidade de São Luís. Nossa prioridade é garantir que esse processo ocorra de forma ágil e eficiente, realizada em fases e etapas, dando origem a um novo hospital totalmente revitalizado e modernizado”.

Presente na cerimônia, o vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Chaguinhas (Republicanos), destacou a importância deste momento para a saúde da capital.

“A Prefeitura de São Luís está reescrevendo a história para transformar este capítulo em algo melhor. Teremos uma qualidade de atendimento aprimorada e uma atenção mais dedicada para o povo de São Luís e do Maranhão. A Prefeitura Municipal tem a coragem de mexer em grilhões históricos tirando São Luís do atraso e colocando São Luís como a capital que trabalha a eficácia na saúde”, disse o parlamentar.

Também estiveram presentes na solenidade, os secretários municipais, Diego Rodrigues (SMTT), Caroline Marques Salgado (Semed), Emílio Murad (Semgov e Secom), Marcio Andrade (Semap), Carlivan Braga (Semeped); o deputado estadual Fernando Braide (PSD); os vereadores Daniel Oliveira (PL), líder do governo na Câmara; Marcos Castro (PMN); Dr. Gutemberg e Rosana da Saúde (ambos Republicanos); e ainda, servidores municipais, imprensa e equipes de saúde.

Humanização

Com o compromisso de criar um ambiente mais acolhedor e humanizado para os pacientes, a Secretaria Municipal de Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais (Semispe) fez o projeto arquitetônico, com o objetivo de estabelecer um espaço moderno e atrativo que transmita uma sensação de bem-estar desde o primeiro contato visual, tanto na fachada quanto no ambiente interno.

Além disso, a Semispe elaborou um manual de humanização do hospital, estabelecendo diretrizes e recomendações para garantir que o novo ambiente promova a dignidade, o conforto e a segurança dos pacientes, facilitando também a interação entre pacientes, familiares e equipe médica.

“A exemplo do que fizemos com o Novo Hospital da Criança, onde entregamos um espaço totalmente humanizado para nossas crianças, o mesmo cuidado e dedicação serão empregados no novo Hospital de Urgência e Emergência de São Luís. Estamos comprometidos com esse desafio, em colaboração com a Semosp. É gratificante fazer parte de um projeto tão sonhado por todos e que a partir de hoje, se torna uma realidade”, enfatizou a secretária da Semispe, Verônica P. Pires.

O Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2) foi fundado em 1998, na modalidade “Porta de Entrada”, sendo referência em urgência e emergência no Maranhão, cirurgia geral e terapia intensiva adulta.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI