Política

Brandão e Lula visitam cidades afetadas por enchentes na região do Mearim e reafirmam apoio às famílias atingidas

10 de abril de 2023

O governador Carlos Brandão e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobrevoaram, neste domingo (9), as cidades de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras, que sofrem influência da cheia do Rio Mearim e foram afetadas por enchentes. Os gestores públicos também visitaram os abrigos que estão recebendo as famílias atingidas e reforçaram o compromisso em ajudar os municípios.

“Fizemos o sobrevoo e o presidente não sossegou enquanto não visitou o abrigo para ver como estão as pessoas afetadas pelas severas chuvas que tivemos aqui no estado. No Domingo de Páscoa, em que todo mundo está renovando a fé e esperança, o presidente Lula veio aqui para dizer que está com o povo de Bacabal e todos os atingidos. São mais de 64 municípios afetados, mas nós não vamos baixar a cabeça”, declarou o governador Carlos Brandão, durante coletiva de imprensa no Aeroporto de Bacabal.

O presidente Lula reforçou que será mantida a união de esforços, com governo federal, estadual e municípios, além da sociedade civil, para ajudar as famílias no Maranhão e definiu o momento como uma visita de conforto aos atingidos pelas enchentes.

“Quero dizer ao povo do Maranhão, ao meu querido Brandão, que o Governo Federal não soltará em nenhuma hipótese a mão do Governo do Maranhão para cuidar do povo desse estado e, sobretudo, cuidar das pessoas que estão ficando em situação muito desconfortável, como as que estão com as casas alagadas”, afirmou o presidente.

Lula destacou a importância do diálogo com a população sobre as ações de prevenção a novos desastres.

“Eu sei o que esse povo passa, deixar sua casa, deixar seus móveis, às vezes não tem tempo de tirar nada, perde tudo que tem. Está aqui o ministro das Cidades [Jader Filho] me ouvindo, no projeto de construção de novas casas; nós precisamos convencer as pessoas que não é possível construir uma casa num lugar que a gente sabe que vai dar enchente”, comentou.

A coletiva de imprensa foi realizada após o sobrevoo e visita aos abrigos de Bacabal e Pedreiras. O presidente Lula e o governador Carlos Brandão não desceram na cidade de Trizidela do Vale, devido às condições de pouso não recomendadas para a aeronave, de aproximadamente 10 toneladas.

Os prefeitos Edvan Brandão (Bacabal), Deibson Balé (Trizidela do Vale) e Vanessa Maia (Pedreiras) acompanharam a coletiva em que o presidente e o governador reforçaram as ações em prol das famílias atingidas pelas fortes chuvas.

O momento também foi acompanhado pelos ministros Flávio Dino (Justiça), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Paulo Pimenta (Comunicação Social), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Jader Filho (Cidades); parte do secretariado estadual, incluindo representantes das pastas que integram o Comitê Gestor de Prevenção e Assistência às Populações Vítimas das Chuvas (CPAV); além de parlamentares federais e estaduais.

Waldez Góes, ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, destacou o apoio desde o início da comunicação do estado de emergência ao Governo Federal.

“É uma equipe titânica que trabalha para atender o povo brasileiro. Tivemos num primeiro momento o plano de ajuda humanitária com colchões, água, alimentação, material de higiene pessoal, mas já começamos a trabalhar também os planos de restabelecimento”, frisou.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ressaltou a união do governo federal, estadual e governos municipais.

“Eu tenho certeza que a visita do presidente Lula vai resultar no fortalecimento dessa parceria do Governo Federal com o Governo do Estado e com as prefeituras para que, em primeiro lugar, as famílias tenham a máxima assistência humanitária possível. Num segundo momento, os prefeitos e o governo irão apresentar projetos de reconstrução da infraestrutura”, frisou Flávio Dino.

População destaca apoio do poder público

A dona de casa Iane Cristina Rodrigues teve que deixar a casa em Pedreiras e relatou a assistência do poder público nesse momento de dificuldade.

“A situação da minha casa está crítica e a água chegou até o telhado. O sentimento é de angústia. Mas tanto nos abrigos quanto nas casas que as famílias estão oferecendo, estamos sendo muito bem acolhidos. A gente tem médico toda semana, tem o pão, o leite e a cesta básica. Eu quero agradecer ao governador Carlos Brandão por trazer o presidente Lula para ver a nossa situação”, comentou.

Também de Pedreiras, o autônomo Gilson Santana relatou a ajuda fornecida pelo governo.

“Minha casa ficou bastante danificada. A pessoa fica até desnorteada e não podemos fazer nada além de pedir a Deus para conseguir de novo o que perdi. Do jeito que as coisas estão caras, essa ajuda que o governo está mandando está boa, então o trabalho do governador está bom. A prefeita também está ajudando o que ela pode. E a visita do Lula é maravilhosa, pois ele olha o que estamos passando”, disse.

Em Trizidela do Vale, a lavradora Maria de Fátima agradeceu pelo empenho do governo estadual em unir forças para ajudar os desabrigados.

“É a primeira vez que um presidente vem aqui. O outro nunca veio e o Lula veio. O governador Brandão chamou, vai ser bom e com fé em Deus vai dar tudo certo”, opinou.

O mototaxista Franciel Randri lembrou que toda ajuda é importante tanto para as famílias desabrigadas quanto para a população como um todo, pois as enchentes afetam a economia dos municípios.

“É importante que venham recursos para reformar a cidade e as casas, pois a enchente afeta tudo e fica difícil para todo mundo, para o mototáxi, para o comércio, para toda a cidade”, observou.

Restaurantes Populares

Como parte das ações do Comitê Gestor de Prevenção e Assistência às Populações Vítimas das Chuvas (CPAV), os Restaurantes Populares estão servindo refeições de forma gratuita para as famílias atingidas pelas chuvas. O trabalho foi destacado pelo governador Carlos Brandão ao presidente Lula como de importância fundamental no apoio às famílias.

“Os nossos Restaurante Populares representam um importante sucesso na política de segurança alimentar iniciada com o ministro Flávio Dino [quando era governador]. Temos outro grande programa criado ainda no governo Flávio para a distribuição de peixes, e já foram mais de 700 mil quilos de peixes distribuídos e 220 mil cestas básicas e vamos comprar mais se precisar”, afirmou o governador.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI