Política

Paço do Lumiar: em áudio, Júnior do Mojó chama manifestantes de bandidos e vagabundos; disputa por terras seria motivo do protesto

17 de setembro de 2021

Manifestantes tomaram de conta da porta da Câmara Municipal de Paço do Lumiar na manhã desta sexta, 17. Segundo informantes bem posicionados, seriam moradores da ocupação Flávio Dino, que vem acontecendo nas proximidades do Residencial Cidade Verde, em Paço.

Informantes bem posicionados do blog no local asseguram que frases como “Fora Mary do Mojó” e “Júnior do Mojó bandido” faziam parte do coro.

Segundo o site O Pleito, o “Casal Mojó”, que não é do Mojó, estaria no centro da disputa pelas terras da ocupação.

Um flagra dos dois saindo do mato corrobora com a tese. Júnior do Mojó se tornou conhecido nacionalmente no caso da morte do empresário  Marggion Ferreira Andrade. O crime ocorrreu em outubro de 2011. O que ocasionou o crime seria a posse de um terreno de propriedade de Marggion.

Mojó chegou a ser preso pela Polícia Federal na capital de São Paulo, mas meses depois o desembargador Jaime Ferreira de Araújo, do Tribunal de Justiça do Maranhão, concedeu habeas corpus em favor do ex-vereador de Paço. Em 2014 , o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) revogou decisão liminar que conferia liberdade ao ex-vereador.

De acordo com as investigações, o crime foi motivado por uma disputa pela propriedade do terreno, que já era legalmente de Marggion Andrade, mas que foi revendido pela Imobiliária Territorial, por meio de documentos falsos, a mais quatro clientes.

O empresário assassinado, portanto, conforme garantiu a polícia, foi o primeiro comprador legal do lote e até iniciara a construção de uma casa, apesar das frequentes ameaças de morte que recebia, atribuídas no inquérito aos sócios da imobiliária.

Ao ser procurado pelo blog do Neto Cruz, Júnior do Mojó chamou os ocupantes de bandidos, conforme áudio abaixo. Complementou, ainda, que os manifestantes deveriam ir para a frente do Palácio dos Leões, não da Câmara [em protesto contra a esposa de Jr., Mary]

A pessoas próximas, o ex-vereador e preposto da vereadora Mary alega ser perseguição, pelo fato da sua esposa ser pré-candidata ao cargo de presidente da Câmara de Paço do Lumiar.

O site apurou que assessores de um vereador, que também tem interesse, estaria insuflando os manifestantes a realizarem o protesto na manhã de hoje.

O blog não conseguiu contato com a vereadora Mary do Mojó.

O espaço está aberto para os devidos esclarecimentos.

Ouça:

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog