Política

Dino tropeça no próprio discurso

O governador do Maranhão, Flávio Dino, criticou a cúpula militar brasileira dizendo que ela “não pode estar atrelada ou subordinada a um lado da política brasileira. Pior quando se cuida de uma facção extremista e passageira”. Dino contestou a reação militar contra o ministro do STF Gilmar Mendes. No sábado, ele disse que o Exército “se associando a esse genocídio”, referindo-se à pandemia

Dino só faz questão de suprimir denúncia do MPMA contra coronel por suposta espionagem para o governador do Estado.

O Ministério Público do Maranhão ofereceu denúncia contra um coronel da Polícia Militar do estado acusado de comandar um esquema de espionagem de adversários do governador Flávio Dino, do PCdoB, durante as eleições de 2018, informa Renato Alves na Crusoé.

Candidato a deputado estadual em 2014 pelo mesmo partido, o oficial já havia sido responsabilizado pelo caso em uma sindicância interna da corporação.

Longe do editor do blog querer defender qualquer tipo de submissão por parte de A ou B. Mas fica clarividente que Dino não segue nem seus próprios conselhos.

Ao defender a independência de Instituições de Estado, Dino tropeça no próprio discurso…

Com informações de Brasil 247 e O Antagonista

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog