Política

Flávio Dino abre a mão para o Consórcio Nordeste

17 de junho de 2020

Flávio Dino, de mão aberta

O deputado estadual Wellington do Curso protocolou, na Assembleia Legislativa, requerimento em que solicita ao governador Flávio Dino que explique as razões pelas quais destinou mais de R$ 1 milhão à administração do Consórcio Nordeste. Os dados são do Portal da Transparência e revelam que, além de pagar mais de R$ 9 milhões por respiradores que nunca foram entregues, Flávio Dino também destinou recursos até à administração do Consórcio.

Sobre o caso, Wellington disse aguardar as informações e, caso não sejam disponibilizadas administrativamente, ingressará na justiça, já que Flávio Dino não pode lidar com os recursos públicos como se fossem seus.

“Até hoje, Flávio Dino não aprendeu que recursos públicos não são seus. Um governador que, nem de longe, zela pelo princípio da economia. Flávio Dino deu mais de R$ 1 milhão para administração do Consórcio Nordeste. O que o Maranhão ganhou com isso? O que a população ganhou? Quem saiu ganhando? Flávio Dino? Isso precisa ser investigado. Se não responderem ao requerimento protocolado pela Assembleia, será necessário ingressar na justiça. Isso é inadmissível. Quem lá lucrando com isso tudo?”, disse Wellington.

Todos os estados do Nordeste pagaram cotas de rateio e o montante total arrecadado pelo Consórcio Nordeste em 2019 foi de R$ 10 milhões. De acordo com dados do Portal da Transparência, Flávio Dino destinou R$ 1.103.693,00 (um milhão, cento e três mil, seiscentos e noventa e três reais) à administração do Consórcio Nordeste, como forma de pagamento de uma cota anual. Até o presente momento, não há nada que justifique tantos gastos.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog