Política

Padang processa artistas que cantam “Gelo na Balada” sem autorização

peruano

O empresário Alex Padang, dono da banda Cavaleiros do Forró, emitiu comunicado hoje (27) à imprensa onde afirma que está processando artistas que estão executando a música “Aquele gelo que você me deu (Gelo na balada)” sem autorização.

Música foi estouro na voz de Wesley Safadão, veja o vídeo da música:

 

https://www.youtube.com/watch?v=mJIVoR-GFb0

 

“No intuito de manter a ética profissional, já estamos processando alguns artistas que de forma indiscriminada estão cometendo tal infração. Para as empresas de radiodifusão, acreditando na cordialidade, responsabilidade e parceria as medidas judicias serão em último caso”, diz o comunicado.

O sucesso, na voz de Peruano, caiu no gosto do público. De acordo com o empresário, em hipótese alguma será permitida a execução da referida obra por qualquer outro artista/banda, sem a devida autorização da empresa.

“No intuito de manter o bom relacionamento com todos que fazem a radiodifusão brasileira, comunicamos, a todos os interessados, em especial as empresas de radiodifusão, que os direitos autorais da obra musical de titulo: “Aquele gelo que você me deu (Gelo na balada)”, interpretada única e exclusivamente pela banda CAVALEIROS DO FORRÓ, pertence a empresa FORRÓ DA PEGAÇÃO EDIÇÕES MUSICAIS LTDA EPP”, afirma o comunicado.

Leia a nota na íntegra:

A empresa FORRÓ DA PEGAÇÃO EDIÇÕES MUSICAIS LTDA EPP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n°. 08.958.625/0001-72, no intuito de manter o bom relacionamento com todos que fazem a radiodifusão brasileira, COMUNICA, a todos os interessados, em especial as empresa de radiodifusão, que é a ÚNICA detentora dos direitos autorais da obra musical de titulo: “Aquele gelo que você me deu (Gelo na balada)”, interpretada única e exclusivamente pela banda CAVALEIROS DO FORRÓ.

E sendo assim, em hipótese alguma será permitida a execução da referida obra por qualquer outro artista/banda, sem a devida autorização desta empresa, e, caso isso ocorra, seja artista que fizer uso indevido da referida obra, seja empresa de radiodifusão, serão tomadas as medidas judiciais cabíveis.

No intuito de manter a ética profissional, já estamos processando alguns artistas que de forma indiscriminada está cometendo tal infração. Para as empresas de radiodifusão, acreditando na cordialidade, responsabilidade e parceria as medidas judicias serão em último caso.

Agradecemos a compreensão e atenção.

Cordialmente,

ALEX PADANG
Empresário

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog