Murilo Andrade é anunciado o novo secretário da Sejap

O governador eleito Flávio Dino anunciou na manhã desta segunda-feira (17) mais um nome para integrar a sua equipe a partir de 1º de janeiro. Murilo Andrade será o próximo secretário de Administração Penitenciária. Esse foi o 26º nome indicado através das redes sociais.

Com larga experiência na área, Murilo Andrade assumirá a Secretaria com a meta de buscar alternativas à execução penal, com destaque para o fortalecimento do método APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, valorização dos servidores – agentes penitenciários e servidores técnico-administrativos, além de implantar um novo modelo de gestão do sistema prisional que atenda as necessidades do estado.

Conheça o perfil do novo indicado:

MURILO ANDRADE DE OLIVEIRA – Secretaria de Administração Penitenciária

Murilo Andrade é formado em Direito (PUC-MG/Contagem), especialista em Direito Público (UNIGRANRIO), doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais (UMSA) e graduando em Administração (Universidade FEAD). Atua há 16 anos na gestão do sistema prisional, tendo ocupado cargos de Superintendente de Articulação Institucional e Gestão de Vagas, Diretor de Informações Penitenciárias, Instrutor e Auditor de Agentes de Segurança Penitenciária – Modelo de Gestão Prisional. Atualmente, é subsecretário de Administração Prisional de Minas Gerais. Professor universitário, Murilo Andrade possui vários cursos na área prisional e publicações sobre a metodologia Apac.

CHAMEM A PF >> Suposto esquema coloca em risco candidatura de Alcino para presidência do CREA-MA

Alcino deve expicações sobre suposto esquema

Alcino deve explicações sobre suposto esquema

 

“Já preocupados com a possibilidade de uma rejeição por parte dos profissionais regidos pelo CREA-MA, Alcino, presidente do conselho em exercício e envolvido em escandalosos casos de corrupção – que terá que ser eleito para que seus esquemas de corrupção não seja descobertos – está apelando para mais um ato irregular, desta vez pagando as taxas de registros/anuidades de profissionais técnicos (que é menos oneroso). Segundo um informante do blog, o recurso utilizado nesse ato é das diárias que alimentam o “CAIXA 2”.

Profissionais do conselho, segundo o denunciante, aliciam e reúnem os profissionais, normalmente com dificuldades de quitar seus débitos, garantindo assim como esses pagamentos, segundo eles, o compromisso do VOTO no candidato do Alcino.

Segundo levantamento feito pelo delator, já contam com cerca de 60 técnicos regularizados junto ao CREA. Fala-se que o presidente Alcino estaria autorizando o recolhimento de um valor menor que o previsto na Resolução que trata do assunto, além da utilização de funcionários (no gabinete) para cadastramento de profissionais eleitores. Essa prática vai de encontro ao Art. 60, incisos “d” e “e”, da Resolução 1021, do CONFEA, e é CRIME ELEITORAL. “Chamamos a atenção desses profissionais, pois podem também serem punidos”. “Isso é caso de Polícia Federal”, esbraveja o acusador.

Já até criaram no próprio gabinete do Alcino uma “central de registro de profissionais onde os profissionais (normalmente de nível médio) captados nas escolas CEMP, UNICEUMA, GOLD ICEP, etc… são regularizadas (registradas) com documentação incompleta e com as taxas pagas a menor pelos laranjas de Alcino- Estão criando o chamado CURRAL ELEITORAL NO CREA-MA.

“O PROFISSIONAL, INCLUSIVE O TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO, TEM QUE REAGIR A ESSA PRÁTICA QUE É CRIME”.” Denúncia encaminhada via e-mail ao Blog do Neto Cruz

O Blog do Neto Cruz teve acesso a prints com exclusividade. Vejam a negociação. Neles, está claramente evidenciado o que foi supracitado, CRIME ELEITORAL.

“Walber Jardim”, que segundo informações é um funcionário do Gold Icep, Instituto de Capacitação Ensino Profissionalizante, é responsável pela ‘captação’ de profissionais eleitores. Vejam os prints e tirem vocês mesmos suas próprias conclusões. É necessário que a polícia ou até mesmo o MP tomem uma medida enérgica.

CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS…

1 2 3 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

“Até quando vamos conviver com essa falta de segurança?”, por Wellington do Curso*

Onda de violência assola São Luís.

Desde 2009, a região metropolitana de São Luís vem sofrendo uma onda de violência crescente. De lá para cá, já foram registrados mais de 4 mil assassinatos.

10423980_631408370301238_316848496609717927_n (1)

Na foto, guardo as lembranças das panfletagens durante a campanha e tambem quando voltei para agradecer, como deputado eleito, nos bairros Jardim Tropical, Janaina e Cidade Olímpica, pois o Mendonça e sua família me acompanharam de forma carinhosa


Os números desse ano, 914 homicídios, indicam que 2014 será o ano mais violento da história da capital maranhense. Todos esses índices refletem o que a população da grande ilha sente e vivencia em seu cotidiano: insegurança, medo e violência. Essa incapacidade de conter a violência, levou a cidade de São Luís a “subir” para o 15° lugar entre as cidades mais violentas do mundo.

Só no mês de novembro até o dia 14, já foram registrados 64 assassinatos, o que evidencia todo esse cenário de descontrole nas medidas de contenção da violência.

É inadmissível que uma Capital tenha 4 anos consecutivos de violência crescente e descontrolada, como São Luís vive. A sensação diária de cerceamento de direitos, com receio de ser o próximo a ser vitimado, não pode continuar!

Na manhã da ultima sexta-feira, perdi o amigo e irmão Dizidério Rodrigues Mendonça, policial civil, que foi covardemente assassinado, ao reagir a um assalto, quando tentava defender uma vida. Mendonça, como era conhecido, foi meu soldado e meu aluno no curso de cabo no Exército, trabalhou no @cursowellington na sua fundação, foi aluno aplicado e passou no concurso para Investigador da Policia Civil.
É triste ver os nossos irmãos maranhenses tendo que conviver diariamente com a falta de segurança que vem causando efeitos catastróficos contra as vidas dos seres, na maioria das vezes inocentes.


Mais uma vez, que Deus abençoe e conforte a família neste momento de dor.
Ontem eu não sepultei um amigo e sim plantei a esperança de que viveremos dias melhores no nosso estado. E reafirmei o meu compromisso de lutar por segurança. Meu amigo, a sua morte não foi em vão!

 

*Deputado estadual eleito no Maranhão, diretor e fundador do Curso Wellington

QUE VERGONHA >> Banco “toma na marra” carro de político na cidade de Anajatuba

O Banco Fibra S.A. deu entrada nesta semana, numa apreensão de um veículo Toyota, modelo Hilux, de placa HOU 3575. O veículo está envolvido numa verdadeira mixórdia, como podemos constatar a seguir: o veiculo pertence à senhora Maria de Fátima Costa Pereira, mãe do vice-prefeito de Anajatuba, Sydnei Costa (PSL).

Nome: Sydnei Costa Pereira Idade: 39 anos (22/07/1975) Naturalidade: Itaperuru-Mirm/MA Estado Civil: Solteiro(A) Ocupação: Empresário Escolaridade: Superior Incompleto

Nome: Sydnei Costa Pereira
Idade: 39 anos (22/07/1975)
Naturalidade: Itaperuru-Mirm/MA
Estado Civil: Solteiro(A)
Ocupação: Empresário
Escolaridade: Superior Incompleto

O referido carro foi “passado” para o presidente da câmara de vereadores da cidade, o excelentíssimo edil Manuel de Jesus Martins Rodrigues, O Neco (PSD). De novo… o mesmo carro foi entregue (mesmo contra a vontade) para o senhor Raimundo Nonato Alves Júnior, representante do Banco Fibra S.A., numa apreensão autorizada pela justiça.

Valor da divida: 19.735,93
Nº processo: 11/712014

Nome: Manoel de Jesus Martins Rodrigues Idade: 49 anos (27/02/1965) Naturalidade: Anajatuba/MA Estado Civil: Casado(A) Ocupação: Trabalhador Rural Escolaridade: Ensino Fundamental Completo

Nome: Manoel de Jesus Martins Rodrigues
Idade: 49 anos (27/02/1965)
Naturalidade: Anajatuba/MA
Estado Civil: Casado(A)
Ocupação: Trabalhador Rural
Escolaridade: Ensino Fundamental Completo

O vexame em praça pública foi realizada por falta de pagamentos, sendo que segundo um informante bem situado do Blog, expiraria no dia 17 do mês corrente.

O presidente da câmara em exercício, O Neco (PSD), pagou o veículo supracitado para o vice-gestor da cidade, Sydnei Costa Pereira (PSL).

 

Para que fique bem explicado…

O carro foi vendido pelo vice-prefeito de Anajatuba, Sidney Pereira, para o presidente da Câmara da cidade Manoel de Jesus. O carro foi financiado no nome da mãe do vereador. O Presidente afirma que pagou as prestações para o Sidney, mas estas não foram pagas no banco.. o resultado agora foi a busca e apreensão do carro. o Carro está retido, o Manel tentou hoje na justiça reaver o carro mas ainda não conseguiu… ele tem a té segunda para ter o carro de volta. O Sidney é dono de uma revendedora de carros.

Humberto Gessinger e Nando Reis fazem show em São Luís

Banda local Raiz Tribal abre a primeira noite do projeto ‘Geração Brazuca’.

Do G1 MA

Humberto Gessinger e Nando Reis dividem o palco em show em São Luís (Foto: G1)
Humberto Gessinger e Nando Reis dividem o palco
em show em São Luís (Foto: G1)

O vocalista do Engenheiros do Hawaii Humberto Gessinger e o ex-Titãs Nando Reis se apresentam a partir das 22h desta sexta-feira (14), na Lagoa da Jansen, em São Luís.

As apresentações fazem parte do projeto “Geração Brazuca”, que visa reunir dois grandes nomes da música nacional e uma banda local, em uma só noite.

“O objetivo é exaltar o pop rock produzido no país e projetar as bandas locais”, explica a organização do evento.

Nesta sexta-feira, a banda maranhense Raiz Tribal abre a noite, com repertório especial que mescla o reggae a outros gêneros musicais.

Atrações
Pela primeira, o gaúcho Gessinger se apresenta solo em São Luís, com o álbum “Insular”, que traz faixas como “A Ponte Para o Dia”, “Recarga” e “Milonga do Xeque-Mate”. O show também relembra sucessos do Engenheiros do Hawaii como “Piano Bar”, “O Papa é Pop” e “Refrão de Bolero”.

Já o cantor e compositor Nando Reis esteve na capital maranhense no ano passado e, desta vez, traz apresentação que mescla faixas do álbum “Sei”, lançado em 2012, com músicas consagradas dos tempos de “Titãs”, a exemplo de “Marvin” e “Cegos no Castelo”. O artista será acompanhado da banda “Os Infernais”, formada pelos músicos Barrett Martin, Alex Veley, Felipe Cambraia e Carlos Pontual.

E PODE? Presidente do CREA-MA paga diária para a própria esposa…

Gravem bem este nome: Alcino Araújo Nascimento Filho, conhecido pelo seu primeiro nome, Alcino.

10806906_699644100105256_2090359604_n

Alcino e sua esposa, Maria Isabel Sousa Nascimento

Este homem não representa nem nunca representará a classe de profissionais regidos pelo Conselho que o mesmo presidiu (a duras penas) nos últimos 3 anos.

Da insatisfação de funcionários do CREA-MA a denúncias escandalosas de corrupção, Alcino diz: “nada sei, nada vi”.

Para completar a tão famigerada imagem do falho-presidente, que pelo que tudo indica não conseguirá a tão esperada reeleição, visto que nomes fortes e jovens despontaram como favoritos, Alcino está prestes a pegar um foguete e não ser mais eleito nem sindico de prédio.

Mostrando completa falta de compromisso e pensando só nos seus, como outros blogs já noticiaram essa semana, Alcino autoriza uma das maiores barbaridades, que o Blog do Neto Cruz teve acesso com exclusividade.

VEJAM. Um cheque nominal assinado por ele mesmo, Alcino, no ano de 2010, onde ESTRANHAMENTE, quem presidia a casa era Raimundo Portelada, onde o “presidente genérico” assinava o cheque para quem ???? Isso mesmo. Sua esposa, a Senhora Maria Isabel Sousa Nascimento (foto).

CHEQUE

CHEQUE

Na época, Alcinho, pujante, mostrava (através da caneta) que estava interessado em favorecer os seus e não a classe regida pelo CREA-MA. Dia 19/11 do ano corrente é a hora, da classe, escolher um nome que de fato os represente…

 

VEJA MAIS MATÉRIAS QUE DEMONSTRAM A CONDUTA “SUSPEITA” DE ALCINO, FRENTE AO CREA-MA:

Presidente do CREA é apontado como fantasma da prefeitura de São Luís

Dinheiro do CREA-MA é usado para pagar ex-nora do presidente

Presidente do CREA-MA esbanja “nepotismo” e nomeia parente

ACABOU A TINTA >> Faixa de pedestres em frente ao CEST, no Anil, coloca em risco a vida de pedestres

Fotos tiradas hoje pela manhã mostra o risco que pedestres estão correndo ao atravessar na faixa, que está só pela metade, em frente a faculdade CEST, no bairro do Anil. Será que a tinta acabou na SMTT? E se um acidente acontecer, quem está errado: o pedestre ou o motorista?

Alô Canindé Barros ! Se levante da cadeira e vai dar uma volta por São Luís…

foto 2 foto 3 foto 1

O Estado do Maranhão ganha um grande advogado: Higor Alhadef…

unnamed (2)

O Blog do Neto Cruz deseja sucesso ao mais novo advogado maranhense, Higor Alhadef (foto).

Jovem, competente e de conduta ilibada, temos a certeza de que Alhadef honrará a Ordem e o seu dever. 

A advocacia é considerada como uma das atividades essenciais para a administração da justiça. Daí a importância do advogado na sociedade, uma vez que ele detém a capacidade de postular os interesses das pessoas em juízo ou fora dele e também de prestar assessoria e consultoria. Surge nesse meio o papel do advogado como negociador, aquele capaz de solucionar conflitos de uma forma mais célere, antes mesmo de se formar um litígio.

“Busco na advocacia um meio de controle social para construção de um mundo melhor”, declarou Alhadef em conversa com o titular do Blog. 

RABO-DE-PALHA >> Corrupção deixa presidente do CREA/MA inelegível

Alcino Nascimento

ALCINO NÃO PODE MAIS SE CANDIDATAR A REELEIÇÃO. ATOS DE CORRUPÇÃO MARCARAM SUA PASSAGEM PELO CREA-MA

 

Agarrado a uma liminar, mas com possibilidade de ser afastado do cargo a qualquer momento, e substituído por um interventor, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão – CREA/MA, engenheiro  Alcino Araújo Nascimento Filho foi pilhado, por uma auditoria do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA,  na prática de um grande elenco de irregularidades, que vão de desvio de recursos, calote, nepotismo e outras ações lesivas ao órgão que dirige.

Os desmandos verificados no CREA/MA, começaram a  ganhar contornos de veracidade  partir das denúncias formuladas junto ao CONFEA, pelo coordenador da Comissão de Orçamento e Tomada de Preços, Nelson José Bello Cavalcanti. Em seu relatório,  Bello Cavalcanti aponta o reduzido número de sessões plenárias entre 2012 e 2013, sucessivos déficits financeiros anuais, em decorrência da inaptidão administrativa da atual diretoria do órgão.

Adicionalmente, o relatório aponta o descumprimento da exigência de prestação de contas das receitas e despesas, conforme o estabelecido nas decisões plenárias PL 14/2007 e PL 1026/209 e em dispositivos do Regimento Interno Regional.

Também  é apontado, no  mesmo relatório, a falta de apresentação dos balancetes mensais  das receitas e despesas realizadas em outubro, novembro e dezembro de 2013, a prestação de contas do referido exercício, além dos balancetes de janeiro a julho deste ano.

Na denúncia, é solicitada a verificação in loco pelo CONFEA, dos fatos denunciados e o cumprimento da legislação federal, decisões plenárias e atos normativos do CREA.

Em sua defesa, a direção do CREA respondeu ao CONFEA a impossibilidade de realização de plenárias, já que uma decisão judicial havia modificado a composição plenária. Alega que a convocação da plenária sem a participação de membros do Sindicato dos Engenheiros do Maranhão- SENGE-MA, caracterizaria descumprimento da decisão da Justiça.

Decisão do CONFEA derrubou tal argumentação, destacando que  Plenária do CREA/MA é composta de 26 integrantes, enquanto a representação do SENGE é de apenas 6 membros.

O parecer de João Augusto Lima, subprocurador consultivo, datado de 23 de setembro último é aterrador, para o presidente do CREA/MA. Ele destaca o seguinte:

“Ante o exposto, sugerimos a constituição de comissão multidisciplinar para verificação in loco dos indícios apontados e, caso seja verificada a procedência dos mesmos, que o CONFEA intervenha no funcionamento do CREA/MA, nos termos do inciso XXXIV, do Artigo  Nono, da Resolução  1.015/2005”.

Alcino Nascimento recorreu da decisão na Justiça e está à frente do órgão por conta de medida liminar, tentando conseguir a reeleição, em pleito que acontecerá no próximo dia 19 de novembro. Ele tenta barrar a intervenção, mas fontes do CONFEA garantem que ele deverá ser afastado na próxima semana.

NEPOTISMO  E DESVIO DE FUNÇÃO

Além do relatório de  Bello Cavalcanti, existem outras denúncias contra Alcino Nascimento. Não se pode dizer que seja ruim para a família. De jeito nenhum! Prova disso é que, através da Portaria 92/2012, nomeou a mãe do neto dele, Andreha Dias de Alencar, para o cargo comissionado de Assessor Júnior de  Relações Públicas do órgão que dirige. O problema é que ela foi lotada num setor onde exerce função administrativa. Caso clássico de nepotismo e desvio de função.

CALOTE DE R$ 100 MIL

A administração de Alcino Nascimento à frente do CREA/MA é caso de polícia e de Justiça também. Isso porque, tramita, na Quarta Vara da Justiça Federal  em São Luis, uma ação em que a Locadora São Luis tenta receber algo em torno de R$ 100 mil, referente  a prestação de serviço de locação de 10 veículos. O processo é de número 0039209-12.2013.4.01.370 e está sob a responsabilidade da juíza federal Clemência Maria Almada Lima.

COMPRA DE VOTOS NAS REDES SOCIAIS

Aliados de Alcino estão tentando aliciar os eleitores pelas redes sociais. No grupo “Amigos do gold”, existem algumas pérolas eleitoreiras.  O internauta que se identifica como Walber Jardim emite a seguinte mensagem:

“Ei Ronald, segura ae pq vc ficará isento das taxas de inscrição mas depois  tem q votar no cará no dia da eleição”.

Carlos Ronald responde:

“Mas algumas empresas solicitam…”

 

O mesmo Walber Jardim, volta à tona posteriormente.

“Dae só preciso da cópia de seu certificado e futuramente dizendo ele teremos descontos na anuidade”

A um grupo de eleitores do CREA, Walber Jardim manda a seguinte mensagem:

“Ronald, manda teu certificado pro meu email

[email protected]

E em outra mensagem emenda:

“E quem tiver interessado em tirar o CREA também pode enviar”

 

Esse é o retrato sem retoques da atual administração do órgão no Maranhão, onde a tentativa de aliciamento de eleitores, falta de prestação de contas, nepotismo, desvio de funções e outras práticas corrosivas ao dinheiro da entidade dão o tom. Um verdadeiro festival de corrupção.

 

Andrhea Dias, desvio de função

Andrhea Dias, desvio de função