CALOTEIRA – Empresa que presta serviços pra UPA não paga funcionários

Endereço: Tv. do Codozinho, 10 – São Cristovao, São Luís – MA, 65055-430

A Empresa Martins e Reis, que presta serviços para a UPA, estaria devendo – no mínimo – 3 mesesd e salários para os seus funcionários e 2 meses de ticket alimentação. Segundo informante bem posicionado do Blog do Neto Cruz, os responsáveis pela empresa dizem que não tem previsão de pagamento. “Eles depositam somente o vale transporte, nada mais”, afirma fonte do Blog.

Neste caso, pode acontecer a rescisão indireta, por iniciativa do empregado.

A rescisão indireta do contrato de trabalho está prevista no artigo 483 da CLT, é uma modalidade de rescisão caracterizada pela falta grave que o empregador comete com o funcionário. De modo mais claro, é uma demissão por justa causa inversa (do empregado para o empregador), porém, com verbas rescisórias diferentes.

Os motivos estão elencados na seguinte forma:

Artigo 483 CLT: O empregado poderá considerar rescindido o contrato e pleitear a devida indenização quando:

a) forem exigidos serviços superiores às suas forças, defesos por lei, contrários aos bons costumes, ou alheios ao contrato;

b) for tratado pelo empregador ou por seus superiores hierárquicos com rigor excessivo;

c) correr perigo manifesto de mal considerável;

d) não cumprir o empregador as obrigações do contrato;

e) praticar o empregador ou seus prepostos, contra ele ou pessoas de sua família, ato lesivo da honra e boa fama;

f) o empregador ou seus prepostos ofenderem-no fisicamente, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem;

g) o empregador reduzir o seu trabalho, sendo este por peça ou tarefa, de forma a afetar sensivelmente a importância dos salários.

O funcionário que for submetido a qualquer evento citado acima, poderá requerer sua rescisão contratual a título de “Rescisão Indireta”, onde as verbas serão devidas na mesma proporção de uma demissão sem justa causa por parte do empregador.

O Blog tentou contato com a empresa, sem sucesso.

O espaço está aberto para eventuais esclarecimentos.

Terceirizada do CIOPS é acusada de não pagar funcionários; quem reclama vai pra rua

CIOPS

A empresa Capellerry, que presta serviços para o 190 [terceirizada do CIOPS], que funciona ali na Secretária de Segurança Pública…  Não sei se é de conhecimento do Secretário que a empresa vem atrasando os salários. Os funcionários estão 3 meses praticamente sem receber e o sistema lá é assim: Quando está pra completar os 3 [meses] eles pagam um, para não perder o contrato. É só cobrança, sem direitos. O nome do dono é “Laiones” e os funcionários ainda são ameaçados: “Se faltar, vai pra rua”, sendo que não tem salário. Os que denunciaram ano passado foram demitidos

Denúncia anônima recebida pelo titular do Blog. Tentamos contato com a empresa, sem sucesso.

O espaço está aberto para os devidos esclarecimentos.

MORROS – Mãe de jovem assassinada clama por Justiça; veja o vídeo

A mãe da jovem assassinada em Morros, em contato com o titular do Blog do Neto Cruz, nos enviou o vídeo abaixo. Desolada, Dona Raimunda pede Justiça no caso que culminou com o arrebatamento da sua filha de apenas 16 anos, Maria.

Até o momento, o caso não foi elucidado, devido à inércia das investigações e do chefe do executivo do município, Sidrack Feitosa.

Dona Raimunda lamenta que não está tendo assistência para que se chegue aos culpados do assassinato de sua filha. “Minha filha era tudo o que eu tinha na minha vida”, lamenta.

Veja abaixo o vídeo.

EM TEMPO

Alunos que estudam na mesma Escola que Maria fizeram, na manhã de ontem (11), uma manifestação pelas ruas de Morros e em frente à delegacia pedindo Justiça. Abaixo, vídeos do protesto.

 

DESUMANO – Veja as condições de trabalho dos funcionários da CAEMA

Limpeza da estação elevatória de esgoto Pimenta 1. Sem nenhum equipamento adequado de proteção, capacete, jardineira, óculos incolor e o principal que é a máscara de gás. Trabalhador dentro do tanque de sucção fazendo a limpeza e totalmente exposto a lama de esgoto.

Desabafo enviado por colaborador da CAEMA ao Blog do Neto Cruz.

Tentamos contato com a Assessoria de Comunicação da Companhia para maiores esclarecimentos, sem sucesso.

LEIA MAIS

Funcionário denuncia descaso da CAEMA; veja as imagens

 

ITAPECURU – Garis entram em greve; empresa já faturou mais de 2 milhões

Garis de Itapecuru entram em greve por falta de pagamento. E quem vai reclamar de pagamento atrasado é ameaçados de demissão. Eles falam que tem 4 meses e 15 dias de atraso, mass a firma fala que só deve 2 meses. Não receberam décimo e nem férias. Essa firma é do Carlos Fialho. A firma alega que a prefeitura não está repassando o dinheiro e eles não tem como pagar os funcionários.

Relato de um dos garis em contato com o Blog.

LEIA MAIS

A Prefeitura de Itapecuru-Mirim firmou o segundo termo aditivo com a empresa Virtcom Empreendimentos Eireli (Virtcom Construção), localizada em São Luís. O objeto do contrato não foi divulgado pelo Executivo.

Segundo o Diário Oficial, a construtora, que pertence à Geovane de Jesus Fernandes e Carlos Eduardo Brito Filho, vai faturar R$ 2.210.500,00 (dois milhões e duzentos e dez mil e quinhentos reais) com prorrogação de contrato.

O novo acordo contratual tem vigência de 12 meses.

VEJA O VÍDEO:

 

 

 

CADÊ O PROCON? Faculdade Santa Fé estaria “tentando passar a perna” em alunos

Segue denúncia recebida via WhatsApp, sem correção do autor:

Nós alunos da faculdade Santa Fé do curso de serviço social estamos tendo problemas com a dona Alessandra dona da Santa Fé nos viemos de outra instituição que estava irregular e dona Alessandra recebeu nos e garantiu que formaria nos em 2018 ela tava demorando para dar nosso contrato paramos de paga o curso ai ela começou a chamar alunos para assinar contrato mas o debito ja estava alto paramos de paga o curso devido a demora do contrato agora ela disse que para assinar o contrato temos que estar em dias mas a mesma só ta parcelando o debito de 6 vezes e esta constrangindo nos pois a mesma só da apostila de estudo para os alunos que esta em dias e só vai fazer estagio quem tiver em dias. E na verdade ela disse que formaria nos em 2018 como se o curso de serviço social la e novo e a primeira turma dela esta no 5 período e disse que vai forma nos no final desse ano e temos que aguarda a outra turma dela pioneira se forma para poder nos recebe o certificado e disse que vai dar uma declaração para nos como se ela ainda vai forma a primeira turma de serviço social ela garantiu que formaria nos ano passado estamos la se ter nenhum vinculo com a faculdade porque ela não deu nenhum documento de garantia nos deixamos de paga agora quer nos regular mas com o debito alto e quer fazer 6 vezes o parcelamento deixamos de paga devido ela demora para nos assina o contrato agora quer regulariza nos mas como se quer que nos pague o debito de uma vez sendo que nos nem vamos recebe certificado agora temos que espera a turma pioneira se forma .
Ela nos enganou disse que formaria nos ano passado e disse que iria dar uma pós para nos paga as cadeira que nos tinha que paga sendo que nos ia dar essas cadeira na pós e não iria paga a pós agora vamos ter que paga tudo e ate agora nos não sabe nem quando vamos se forma e se vamos porque nos nao temos vinculo nenhum com a faculdade estamos ate nossa carteira de estudante ela bloqueou porque estamos devendo como vamos paga algo que não assinamos contrato. O curso de educação física também ta com o mesmo problema.

Faculdade Santa Fé estaria realizando “venda casada”; prática é vedada pelo Código de Defesa do Consumidor

Um pai de aluno da Faculdade Santa Fé, que preferiu não se identificar, entrou em contato com o Blog do Neto Cruz para denunciar uma suposta prática da instituição, que é abominada pelo CDC. Trata-se da venda casada.

Neto faz uma matéria da faculdade Santa Fé. A escola tá praticamente obrigando os pais comprarem os livros na escola. Tenho 1 filho no ensino fundamental, onde cada apostila custa em torno de R$ 2.318,00.

O que diz o Código de Defesa do Consumidor, a Lei 8078 / 90, artigo 39º:

é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos”.

Ou seja, se a Instituição estiver de fato realizando tal prática, é hora do PROCON-MA dar uma passada por lá e verificar in locco…

MACACADA – Dono de oficina “penhora” ônibus da prefeitura de Paço do Lumiar por falta de pagamento

Quando pensamos que já vimos de tudo na gestão catastrófica do “Futi”, eis que vem mais uma.

Um informante, como sempre, bem posicionado do Blog do Neto Cruz nos enviou esta imagem abaixo: um ônibus, que deveria está transportando o alunado luminense, “preso” numa oficina localizada no São Cristóvão, em São Luís.

De acordo com a fonte, o ônibus está ali há quase 1 ano. “Fiquei sabendo que está pronto, fizeram serviços em outros e ainda não receberam o pagamento. Então, esse está como garantia”, espocou.

Mais uma para o álbum de barbeiragens da gestão Domingos “Futi” Dutra em Paço do Lumiar…

Veja:

 

ITAPECURU-MIRIM – “Miguel Lauand está nos tratando com desrespeito total”, desabafa moradora

Desabafo de uma moradora do bairro da Torre, de Itapecuru, sem revisão do autor:

Meus conterrâneos, a situação da cidade de Itapecuru está triste e clama por justiça.
A administração que tanta gritava nos palanques dizendo q queria reconstruir a nossa dignidade simplesmente está nos tratando com desrespeito total .
A saúde clama por socorro, hoje pra uma pessoa tentar marcar uma consulta tem q passar um final de semana dormindo ao relento e as vezes não consegue marcar e volta mais doente pra casa.
O desemprego triplicou,os nossos filhos estão indo p fora da cidade tentar a sorte no Goiás.
As ruas de toda a cidade se transformou num buraco só. Os motoristas, motociclistas e pedestres só ganham prejuízos.

Dr. Miguel Lauand

Assalto agora acontece até no meio dia, a polícia coitada acho q não tem apoio desse sr prefeito.
A educação que tanto ele combatia porque um professor era prefeito (Saudades até )ficou foi pior, pq nem o pobre do professor sabe se ainda vai receber o seu salário do ano passado.
O lixo se a gente não queimar no fundo das casas pode até fazer parte de um móvel da casa.
Sem contar q esse sr prefeito que até por aqui bebia água nas casa dos meus parentes hj nem por aqui passa .
Na prefeitura ninguém pode nem ir e na casa dele ninguém é doido ir pra pegar um carão.
O q temos q fazer é pedir proteção divina e que esses 2 anos dele na prefeitura acabe logo.
Não aguento tanta humilhação e sofrimento de um homem só.
Ele não sabe o q é acordar de manhã e não ter um pão p dar p uma criança comer.
Sr prefeito cadê o amor pelo povo de Itapecuru?
Ainda quero ver ele voltar aqui e pedir voto.
Acorda meu povo, vamos p rua pedir respeito e justiça.

Os moradores dos bairros Rodoviária e Piçarra estão sofrendo com com o andamento de uma suposta obra de esgotamento sanitário que está sendo realizada pela CAEMA.

A empresa responsável pelo escavamento está deixando os bairros intrafegáveis e os moradores estão se organizando para exigir seus direitos e cobrar das autoridades as medidas cabíveis.

A próxima reunião será nessa quinta-feira as 19h na rua Wady Fiquene na casa do Sr Antonio próximo a casa do professor Cantanhede.