Política

Paço do Lumiar: agenda de inaugurações marca aniversário do município

11 de janeiro de 2022

Paula da Pindoba nos braços do povo

Neste dia 14, o município de Paço do Lumiar completa 61 anos de instalação da Sede do município, localizada na Praça Nossa Senhora da Luz, de onde surgiu o que hoje é a cidade. Um dos motes de campanha da prefeita reeleita Paula da Pindoba (PCdoB) foi a criação do Centro Administrativo, hoje no Tambaú, no Centro da cidade. O eleitor, da Sede, aguarda o cumprimento da promessa.

Fundado no dia 11 de junho de 1761 (260 anos) e emancipação de São José de Ribamar em 7 de dezembro de 1959 (62 anos), Paço teve como primeiro prefeito Pedro Ferreira da Cruz, morador da Sede.

Em uma vasta programação de inaugurações, Pindoba entregará diversos aparelhos públicos como o CRAS do Morada do Bosque, que facilitará quem busca o serviço na região da Sede e Iguaíba.

Seguindo para o 1º ano de mandato com atuação, em parceria com o governo do estado, Paula tem mais 2 aniversários pela frente para mostrar seu potencial ao eleitor, que confiou o voto…

HISTÓRIA

O município tem sua ocupação iniciada em 22 de maio de 1625, quando chegou à capital da província do Maranhão, o governador Francisco Coelho de Carvalho, o jesuíta Luís Figueira já possuía uma légua de terra no sítio chamado Anindiba que, por escritura pública, fora-lhe doada por Pedro Dias e sua mulher Apolônia Bustamante.

Em virtude da Carta Régia de 11 de junho de 1761, o Governador Joaquim de Melo e Póvoas deslocou-se, no ano seguinte, para aquela povoação e elevou-a à categoria de Vila, como a denominação de Paço do Lumiar, em razão de sua semelhança como uma localidade de idêntica denominação existente na freguesia do Lumiar, nos arrabaldes de Lisboa, Portugal.

O governador Joaquim de Melo e Póvoas, buscando incentivar o desenvolvimento da Vila, ordenou que para lá fossem levadas algumas famílias de índios remanescentes das antigas Missões e que ainda não tinham lugar estabelecido para ficar, pois em 1755 foi concedida por lei liberdade total a eles. Homens brancos que viviam nas proximidades também foram levados a morar na Vila.

Entre 1911 e 1931, a Vila passou a ser município de Paço do Lumiar, sendo depois anexado e passando a ser distrito de São Luís, pelo Decreto de n° 47.

Com o Decreto Lei Estadual nº 159/1938, o distrito foi extinto, sendo seu território anexado ao distrito de São José de Ribamar, que também pertencia ao município de São Luís na época.

Com a emancipação de São José de Ribamar em 1952, Paço do Lumiar fica a ele subordinado até ser também emancipado pela Lei n° 1890, de 7 de dezembro de 1959.

Instalado em 14 de janeiro de 1961, teve como seu primeiro prefeito, Pedro Ferreira da Cruz.

Veja a programação:

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog