Política

Sob gestão Sombra, anuário da Jucema aponta que 2020 teve saldo positivo na abertura de empresas

O número de novos negócios no Maranhão cresceu 16% em 2020, enquanto o quantitativo de empresas que fecharam as portas recuou -3,5% em relação à 2019. Em meio à crise econômica e sanitária provocada pelo novo coronavírus, a Junta Comercial do Maranhão (Jucema), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), registrou 43.726 novas empresas no ano passado e contabilizou mais um recorde na série histórica.

Os dados constam no anuário estatístico publicado pelo órgão no site www.jucema.ma.gov.br. Eles comprovam o reflexo positivo das importantes medidas de desburocratização do ambiente de negócios consolidadas pelo Governo do Estado, por meio da Jucema, para o enfrentamento dos danos provocados pela Covid-19.

O anuário mostra ainda que as micro e pequenas empresas estão em destaque no ranking dos portes que mais formalizaram. Elas são responsáveis por 98,5% do total de aberturas, que inclui o microempreendedor individual, a microempresa e a empresa de pequeno porte. Ao se considerar esses dados e os divulgados pelo Caged, verifica-se que as MPEs também levam a maior parte da fatia de contratação de empregos, pois foram responsáveis por 52,3% das admissões no mercado de trabalho, enquanto as médias e grandes empresas por 47,7%.

Sérgio Sombra, presidente da Jucema, chama a atenção para um outro desempenho positivo do Maranhão registrado no anuário – o estado apresentou o 3º melhor desempenho do país e o 1º do Nordeste na formalização de novos negócios, segundo dados do Ministério da Economia disponibilizados na página da Receita Federal.

“Conquistar destaque nacional em um ano difícil, marcado pela pandemia da Covid-19, nos traz a certeza de que o Governo do Estado está tomando decisões assertivas para fortalecer o setor produtivo. A Jucema faz parte desse processo de tornar o ambiente de negócios cada vez mais próspero para quem deseja empreender no Maranhão”, destacou o gestor da Jucema.

Mais Facilidade

Os dados do anuário atestam o sucesso da implantação do Programa Empresa Fácil em 2015, contemplando todos os municípios maranhenses, que trouxe maior celeridade e fluidez para os processos. Atualmente 100% dos processos são digitais possibilitando ao Maranhão ter uma Junta Comercial entre as mais rápidas do país.

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog