Leonardo Sá pode ficar só no cheirinho das eleições 2018

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

O médico e ex-candidato a prefeito de Pinheiro Leonardo Sá (PRTB) teve seu pedido de registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral por não cumprir entregar certidões exigidas e não corrigir o vício do registro dentro do prazo.

Leonardo foi candidato a prefeito de Pinheiro com apoio de Flávio Dino pela articulação de seu principal cabo eleitoral: o deputado estadual Othelino Neto. E logo após perder a eleição, a primeira ação de Sá foi trair Othelino e se juntar ao prefeito eleito Luciano Genésio.

Leonardo Sá ficou sem a força de Othelino que depois se tornou presidente da Assembleia Legislativa. A força do comunista seria fundamental para construir uma candidatura muito viável em 2020. O médico também ficou sem espaço em Pinheiro, já que a candidata do prefeito é sua própria esposa, Thaísa Hortegal. Agora, teve até seu registro indeferido.

Comentários

Comentários

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.