CENAS FORTES – Homem sobe no poste e morre eletrocutado em Aracaju em discurso de Dilma Rousseff, PT

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

DFDSFDFSDFS

Nesta segunda-feira, 25, um fã dapresidente afastada Dima Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), acabou virando vítima de uma tragédia. De acordo com informações do G1, a petista fazia uma viagem ao estado de Sergipe, no Nordeste brasileiro para falar do processo de impeachment durante a Jornada Nacional Pela Democracia. Na cidade de Aracaju, ela fez um discurso na Praça General Valadão. Um homem então queria ver e ouvir melhor tudo o que ela falava. Por isso, ele teve uma ideia muito ruim, subir em um poste de eletricidade.

Um vídeo mostra o exato momento em que o homem sobe no poste e é eletrocutado. O petista começa a pegar fogo e é arremessado longe. Nas redes sociais de Dilma, ela confirma que esteve em Aracaju, mas não fez qualquer nota de pesar sobre a morte de seu eleitor. Ele teria subido na estrutura para tentar acompanha o discurso da petista. O homem chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU.

O homem que não teve o nome identificado tinha apenas 25 anos de idade. Após o grave choque, ele teve uma parada cardíaca. Além disso, com a forte explosão e queda no chão, o petista também foi vítima de traumatismo craniano, não resistindo e falecendo ainda no local. Antes de morrer, o homem parecia bem alterado, como se tivesse ingerido muita bebida alcoólica.

Veja abaixo um dos vídeos que mostra o momento em que o homem leva um choque e é eletrocutado. Atenção, as imagens são muito fortes:

 

 

Homem parecia não se importar com perigo da rede elétrica

Um dos vídeos compartilhados nas redes sociais mostra que outros manifestantes e populares alertaram ele do perigo. O petista parecia não se importar. Ele chegou a abanar uma camisa vermelha enquanto estava em cima do poste e se pendurou no local fazendo graças, até que tudo explodiu e ele faleceu.

Enquanto o locutor da festa anunciava a entrada da presidente no palco, aos gritos de “viva a Presidente Dilma”, os manifestantes a favor de Rousseff pareciam não acreditar na cena que aconteceu.

 

 

 

Comentários

Comentários