Carioca assume mandato jurando fidelidade a Sarney e chama secretário adjunto de ladrão

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 

 

Ao assumir o mandato parlamentar na Câmara Municipal de São Luís, na manhã desta quarta-feira, (08), o novo vereador Paulo Roberto Carioca (PHS) foi deixando logo bem claro a todos que “sou aliado dos Sarney” e também marcou a sua estréia na tribuna do Legislativo afirmando que o secretário adjunto de Estado de Comunicação e Articulação Política, Edinaldo Neves, de ladrão.

 

Destacando sua fidelidade ao sarneysmo, o vereador estreante afirmou “sou aliado do grupo Sarney, mantendo amizades com a governadora Roseana, Fernando Sarney, com o deputado Zequinha Sarney e a família”, para adiante completar: “qualquer palavra que for dita aqui contra Sarney, eu estarei pronto para repudiar, pois ele nunca respondeu nenhum inquérito, não merece ser maculado…”

 

Já quanto a Edinaldo Neves, que declarou publicamente existir na Câmara de São Luís “só vereador mala”, o edil recém-empossado engrossou a voz afirmando que “essa Casa merece respeito, e esse Edinaldo Neves vai ter que respeitar essa Câmara, ele é um ladrão, tem uma empresas…, (deixando no ar insinuações) e ainda fica por ai ameaçando o vereador Marlon Garcia”.

 

CONVERSAR COM ASTRO – No seu pronunciamento, Carioca enfatizou que “não vim para cá para fazer inimizades, não tenho mágoa do ex-vereador Beto Castro, e acho que todos nós vereadores devemos nos unir, pois respeito a todos e acho que podemos fazer um grande trabalho por São Luís”. E dirigindo-se ao presidente da Câmara, vereador Astro de Ogum (PR), reconheceu que “o senhor sempre me tratou bem e terá em mim um aliado”. Adiante ele acrescentou: “presidente Astro eu vim para cá, mas sei que muitas críticas também virão, e eu preciso conversar com o senhor”.

 

O vereador do PHS não deixou clara sua posição em relação ao governo municipal, mas disse que “tudo que vier para ser aprovado pelo bem de São Luís eu estarei pronto para aprovar”. Esse foi o arremate para o discurso de que chegou para exercer o mandato de vereador graças a sua coragem e dedicação, “porque sempre acreditei que tinha razão e a justiça foi feita na hora certa”. Por fim Carioca assegura ter muito a trabalhar pela cidade nos próximos seis (06) meses de mandato, “porque vou lutar para a minha reeleição e tem muito candidato me assediando”.

 

Texto: Alteré Bernardino

Comentários

Comentários