ACUSADO DE DEFENDER DILMA, JÔ SOARES É ‘MANDADO EMBORA’ DA GLOBO

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Uma entrevista realizada no ano passado foi considera o adeus de Jô Soares à televisão. Em tom amistoso, ele conversou com a presidente da república no Brasil, Dilma Rousseff. A líder política do país liderava as taxas de rejeição e os brasileiros começavam a sentir fortemente os efeitos da crise. O resultado que se viu foram muitas reclamações, não só na internet. A rua onde o apresentador mora em São Paulo, chegou a ser pichada, com mensagens ódio. Tanta revolta dos seus telespectadores obrigou Jô a dar uma explicação. Ele negou que tenha feito uma defesa, mas que não era obrigado a ser agressivo com Dilma.

Em outras oportunidades, principalmente no quadro ‘Meninas do Jô’, o comediante fazia o papel de “advogado do diabo”, sempre tentando ver o “outro lado”, tecendo constantemente críticas positivas ao PT e a presidente. Foi exatamente o fato das defesas que o fez conseguir uma entrevista com Rousseff, que para muita gente foi um tiro no pé, só serviu para Dilma fazer campanha. Jô e a Globo negam que a conversa tenha sido mal vista dos bastidores, mas na época, não se falou de outra coisa e a saída de Jô passou a ser dada como certa.

Alguns meses depois da tal entrevista, nesta segunda-feira, 22, a Globo confirmou que o contrato de Jô Soares não será renovado. Em tempo, de acordo com a emissora, a demissão foi em comum acordo e Jô não teria sido “mandado embora”. Não é nada comum o fim de relações contratuais ser anunciada praticamente um ano antes de seu fim. É possível dizer sim que a relação entre as partes azedou. Obviamente que uma entrevista não apaga a carreira de Jô como entrevistador, afinal, foram 28 anos de pleno serviços e milhares de entrevistados. No entanto, tudo acontece de maneira estranha.

Em comunicado, Jô diz que fará seu último programa com carinho. Se depender da ala que não gosta dele, os outros motivos que levarão ao fim do talk show vão se perpetuar na telinha. O comunicador passava há dois anos por uma crise de audiência. Aos poucos, gente nova entrará no lugar dele. Marcelo Adnet diz que não é ele quem está puxando o tapete do comediante, mas é isso o que vai ficar parecendo, afinal, ele terá um talk show no segundo semestre.

Comentários

Comentários