Ex-prefeito João Castelo é condenado a prestar serviços comunitários

montagem-casteloCom base em Denúncia proposta pelo Ministério Público do Maranhão, a 7ª Vara Criminal de São Luís condenou, na última terça-feira, 25, o ex-prefeito João Castelo Ribeiro Gonçalves a dois anos e três meses de prestação de serviço à comunidade ou a uma entidade pública. A pena inicial, convertida em prestação de serviços, foi de dois anos e três meses de detenção. O ex-gestor tem o direito de recorrer em liberdade.

A condenação de João Castelo baseia-se no não pagamento dos salários do funcionalismo público municipal em dezembro de 2012, último mês de sua gestão. À conduta do ex-gestor foram aplicadas as penalidades previstas em dois artigos do Decreto-Lei 201/67, que trata da responsabilidade de prefeitos e vereadores.

Com base no artigo 1°, inciso II do Decreto-Lei 201/67 (utilizar-se, indevidamente, em proveito próprio ou alheio, de bens, rendas ou serviços públicos), João Castelo foi condenado dois anos de detenção. Já pelo inciso V do mesmo artigo do decreto-lei (ordenar ou efetuar despesas não autorizadas por lei, ou realizá-las em desacordo com as normas financeiras pertinente), o ex-prefeito recebeu a pena de três meses de detenção.

ENTENDA O CASO

Com base no Inquérito Civil n° 01/2013, que apurou o não pagamento do funcionalismo municipal de São Luís em dezembro de 2012, o Ministério Público do Maranhão ingressou, em 15 de maio, com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa com pedido de indisponibilidade de bens e uma Denúncia criminal contra o ex-prefeito de São Luís, João Castelo Ribeiro Gonçalves.

Foi apurado pela força-tarefa criada pela procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, para investigar o caso, que o então prefeito deixou de enviar ao Banco do Brasil (responsável pela administração da folha de pagamento do Município) a ordem de pagamento dos salários dos servidores no mês de dezembro de 2012.

Ao mesmo tempo, João Castelo determinou a utilização de R$ 36 milhões da reserva financeira da Prefeitura de São Luís para o pagamento a fornecedores. Chamou a atenção dos promotores de justiça Justino da Silva Guimarães, João Leonardo Sousa Pires Leal e Danilo José de Castro Ferreira, integrantes da força-tarefa, o fato de que o empenho e liquidação dos pagamentos se deu em apenas cinco dias (de 27 a 31 de dezembro), tempo bem menor que o usual.

“Nesse caso, foi o denunciado (João Castelo Ribeiro Gonçalves), na época mandatário maior do Município e vindo de uma derrota nas urnas quem tomou a decisão de livre e conscientemente deixar de pagar os salários para privilegiar pagamento de outras obrigações refratárias, inclusive com o objetivo de causar dificuldades à nova administração, o que de fato ocorreu, já que os valores tiveram de ser pagos de forma parcelada. Portanto, é claro o dolo em sua conduta”, analisaram, na época, os integrantes da força-tarefa.

Redação: Rodrigo Freitas (CCOM-MPMA)

ATENÇÃO EMPRESÁRIOS: Prazo para aderir ao Refis da Copa vai até 1º de dezembro

Programa de Recuperação Fiscal facilita a quitação de débitos entre empresas e a União

 

 

O denominado "REFIS/2013-2014" é o nome dado ao parcelamento de débitos tributários, instituído pela Lei 11.941/2009 e cujo prazo de adesão foi reaberto até 31.12.2013 pelo artigo 17 da Lei 12.865/2013. Posteriormente, o prazo de adesão foi ampliado para 25.08.2014 (data fixada pela MP 651/2014), compreendendo os débitos vencidos até 31.12.2013. O REFIS/2013-2014 também é conhecido como "REFIS da Crise". Seu nome deriva da crise econômica mundial, que atingiu as empresas brasileiras, especialmente exportadoras, no período de 2008 a 2010. Mas o parcelamento abrange também débitos de pessoas físicas. Este programa também foi denominado "REFIS IV", por ser a 4ª vez que o governo federal do Brasil fez amplo parcelamento de débitos tributários aos contribuintes.

O denominado “REFIS/2013-2014” é o nome dado ao parcelamento de débitos tributários, instituído pela Lei 11.941/2009 e cujo prazo de adesão foi reaberto até 31.12.2013 pelo artigo 17 da Lei 12.865/2013. Posteriormente, o prazo de adesão foi ampliado para 25.08.2014 (data fixada pela MP 651/2014), compreendendo os débitos vencidos até 31.12.2013.
O REFIS/2013-2014 também é conhecido como “REFIS da Crise”. Seu nome deriva da crise econômica mundial, que atingiu as empresas brasileiras, especialmente exportadoras, no período de 2008 a 2010. Mas o parcelamento abrange também débitos de pessoas físicas.
Este programa também foi denominado “REFIS IV”, por ser a 4ª vez que o governo federal do Brasil fez amplo parcelamento de débitos tributários aos contribuintes.

Até o dia 1º de dezembro empresas e contribuintes poderão aderir ao Refis da Copa (Programa de Recuperação Fiscal), que inclui débitos vencidos até 31 de dezembro de 2013 e que possibilita o parcelamento da dívida com redução de multas e juros que podem ser abatidos em  até 100%. Débitos deste ano não entram.

LIGUE AGORA SERVIÇOS CONTÁBEIS

LIGUE AGORA
SERVIÇOS CONTÁBEIS

Sandra Fiorentini, consultora do Sebrae-SP, destaca a redução dos percentuais sobre a dívida. O governo está facilitando outra vez a quitação e por meio da medida provisória 651 escalonou a entrada em 5%, 10%, 15% e 20% sobre o montante. “O raciocínio é: estou devendo R$10 mil e para poder aderir eu tenho que pagar 5% à vista e parcelar o restante”, exemplifica a especialista.

“O parcelamento pode ser feito em até 180 vezes (15 anos), mas a parcela não pode ser menor do que R$500”, acrescenta Fiorentini.

“Essa medida é excelente e a entrada ainda pode ser dividida em até cinco vezes (dependendo do valor). É a última oportunidade do ano para os empresários regularizarem as dívidas com fisco federal”, enfatiza.

Outra vantagem é que o inadimplente pode ter 100% de abatimentos das multas por atraso e oficio,  40% das multas isoladas, 45% de desconto nos juros de mora e de até 100% dos encargos legais, como honorários com advogados.

“Teve o caso de um cliente que devia R$ 26mil, aderiu ao Refis e a dívida ficou em R$ 11mil. Ele pagou 5% a vista  e parcelou o restante em 22 meses, pois as parcelas não podem ser inferiores a R$ 500,00, mas se a dívida fosse maior o parcelamento poderia chegar a 15 anos”, conta Fiorentini.

Quem tem processo judicial e já está inscrito na dívida ativa da união também pode aderir seguindo as mesmas regras (um percentual à vista e o restante parcelado). Neste caso, a vantagem é ainda maior. No momento da adesão os custos com honorários advocatícios não serão cobrados.

Mais uma conveniência é refinanciar o Refis anterior, ou seja,  trocar um acordo ativo por outro mais barato (multas e taxas de juros menores).  A consultora pede para o empreendedor analisar as taxas para ver se um novo acordo  é mais benéfico. Ele pode sair mais barato para a companhia.

A Receita Federal já liberou no portal eCac (www.receita.fazenda.gov.br) o aplicativo para adesão ao Refis da Copa. O eCac é o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, portal eletrônico onde diversos serviços protegidos por sigilo fiscal podem ser realizados pelo próprio contribuinte.

Quem pode aderir?

Os negócios que não estão enquadrados no Simples Nacional podem aproveitar essa oportunidade, ficando assim aptas a opção pelo sistema simplificado de apuração de impostos a partir de janeiro de 2015, uma vez que a Lei Complementar 147/2014 ampliou as atividades permitida ao Simples Nacional.

Quem não pode?

Empresas optantes do Simples Nacional não podem aderir. Nesse sistema de apuração de Tributos  estão incluídos impostos Estadual e Municipal os quais não fazem parte do referido parcelamento.

 

 

O que não falar na entrevista de emprego

Supervalorização, linguagem inadequada e falta de foco são alguns dos principais deslizes que podem eliminar o candidato.

Por Rômulo Martins

O que não falar na entrevista de empregoVale tudo para convencer o recrutador a contratar você? Definitivamente não, afirmam especialistas. Segundo eles, foi-se o tempo em que a retórica sedutora e comovente e os cursos em universidades de renome eram garantias de um bom emprego. Hoje a orientação é ser contido, verdadeiro, centrado. Ou seja: nada de marketing enganoso; os entrevistadores querem ser impressionados pelo o que você é e sabe fazer.

Especialistas consultados peloEmpregos.com.br apontaram os principais equívocos presenciados por eles durante os processos seletivos a que conduziram. A dica é prestar bastante atenção para não se deixar levar pelos falsos artífices, pois eles costumam eliminar candidatos.

1. Estou passando por um momento muito difícil…
Não há nada de errado em falar brevemente sobre a sua vida pessoal – caso o recrutador questione. O problema é quando a sua vida passa a ser o tema da entrevista. “Dá a impressão de que o candidato não resolveu o problema e precisa do espaço para falar sobre a vida dele em vez de tratar de suas experiências profissionais”, diz Cíntia Bortotto, consultora de recursos humanos.

2. Meu pior defeito é ser desorganizado
Digamos que você esteja concorrendo a uma vaga em um centro de informação, onde a principal característica requisitada é a organização. Quando questionado sobre o seu defeito você diz que é desorganizado. Segundo Cíntia, é o mesmo que pedir para ser eliminado. “Ao mencionar um defeito, mostre que tem um plano de ação para corrigi-lo.”

3. Essa empresa é muito ruim. As lideranças também.
Jamais critique as empresas por quais passou, nem os antigos chefes. Ao falar mal das empresas ou chefes, o profissional deixa claro que não conseguiu lidar com a situação, afirma Cíntia. “Essas influências devem ser encaradas como oportunidades de desenvolvimento e aprimoramento em termos de como se relacionar em um ambiente hostil.”

4. A gente fomos…
Se você não possui um repertório privilegiado fale de maneira simples, mas correta. Dependendo do cargo a ser disputado, erros de português são imperdoáveis. Segundo a psicóloga Stefania Lins Giannoni, especialista em desenvolvimento de pessoas, o uso excessivo de gírias e palavras no diminutivo também podem prejudicar. “Seja assertivo. Procure fazer suas colocações de forma clara, sincera e transparente.”

5. Tentar falar sobre um assunto que desconhece
Não caia na armadilha de tentar responder a uma pergunta mal compreendida. Caso seja necessário, diga que não compreendeu o recrutador ou repita a questão do seu jeito para esclarecer o possível mal entendido.

Do mesmo modo, jamais fale sobre algo que você desconhece a fim de tentar acertar a resposta e ficar bem na fita com o entrevistador. “É melhor dizer que não tem certeza, não teve experiência ou não ouviu falar durante a formação. Se você tem conhecimento teórico sobre o assunto, diga o que sabe a respeito, mas esclareça que não teve vivência prática”, orienta Cíntia Bortotto.

6. Supervalorizar-se
Contar vantagens sobre si não é uma maneira inteligente de chamar a atenção do recrutador. “Fale o necessário”, adverte a psicóloga Stefania Giannoni. Ela avisa que achar que está em vantagem em relação aos concorrentes por falar mais que eles a respeito de suas habilidades é um equívoco. Segundo Carla Correia, psicóloga e consultora de recursos humanos, os melhores trunfos devem ser guardados para após a contratação. “Ser humilde não é ser inferior.”

7. Mentir na entrevista
Na tentativa de abocanhar a vaga de emprego acirradamente disputada e ambicionada alguns candidatos chegam ao ponto de inventar competências técnicas ou comportamentais que não possuem. Atitude unanimemente desaprovada pelos consultores de carreira e recursos humanos. Além de minar a oportunidade profissional, o candidato vira figurinha carimbada nos processos de seleção.

8. Errar no tom de voz
Não é só o conteúdo que conta na avaliação do recrutador. Errar no tom de voz também prejudica seu desempenho na entrevista de emprego. De acordo com a psicóloga Stefania Giannoni, um tom de voz alto pode evidenciar falta de educação, arrogância ou imposição. “Por outro lado, um tom muito baixo pode demonstrar retraimento ou dificuldade de se expor diante das situações.”

Matérias relacionadas:
Como destacar competências na entrevista de emprego?
Entrevista por telefone enfoca perfil técnico
8 deslizes na entrevista de emprego

 

Entrevista em InglêsA entrevista de emprego é a ocasião que o selecionador tem para conhecer os candidatos à vaga que se quer preencher. É nessa hora que serão confirmados todos os dados expostos no currículo e serão obtidos detalhes do perfil e da experiência dos interessados na vaga.

Essa conversa frente a frente pode ser uma aliada, mas também pode prejudicar o candidato. Por isso, é preciso tomar cuidado com o que se fala e com a imagem transmitida ao selecionador. Ser monossilábico é, sem dúvidas, um problema. Mas falar demais pode ser ainda mais perigoso.

Certos assuntos não devem, de forma alguma, ser discutidos durante a entrevista. Outros são extremamente importantes e agregam pontos ao candidato. Para ajudar a discernir o certo e o errado, conversamos com Glaucia Santos, supervisora do serviço de Consultoria Virtual da Catho, que explica o que falar e o que não falar nessa hora tão importante no processo de seleção.

O que falar?

– Fale das suas principais qualificações acadêmicas e profissionais, sempre relacionando-as com a vaga de interesse;

– Mostre interesse na vaga e na empresa, diga o quanto ela poderá contribuir para o seu crescimento profissional e como você também poderá contribuir estando em seu quadro de funcionários;

– Comente sobre a empresa, demonstrando que pesquisou sobre o seu ramo de atuação e que tem real interesse na vaga;

– Questione sobre as atividades desenvolvidas pela posição que está concorrendo e, em seguida, fale sobre os conhecimentos que possui e que podem contribuir para o desenvolvimento do trabalho proposto.

O que não falar?

– Não faça comentários pessoais sobre a empresa ou o chefe anterior. Ex.: “Meu chefe era incompetente” ou “A empresa nunca pagava em dia”. Esses comentários certamente serão vistos de forma negativa pelo selecionador. Atenha-se a informações formais, como atribuições do cargo que ocupa e trabalhos desenvolvidos;

– Não demonstre falta de interesse na vaga quando perguntado sobre o porquê quis participar do processo – isso vai prejudicá-lo na seleção. Ex.: “Na verdade, eu tenho interesse em atuar em outra área, mas como apareceu esta oportunidade eu resolvi tentar”;

– Nunca coloque em questão a idoneidade da empresa. Fazer comentários que indicam insegurança com relação aos serviços oferecidos pela empresa é um erro incorrigível;

– Não questione o selecionador sobre costumes internos da empresa, como emendas de feriados, por exemplo. Esse tipo de questionamento pode transmitir uma imagem de profissional pouco comprometido com o trabalho ou desinteressado;

– Não pergunte sobre o salário pago pela empresa e jamais peça aumento durante a entrevista: a negociação salarial deve partir do selecionador, sempre.

Lembre-se que a entrevista de emprego é um momento decisivo do processo seletivo. Portanto, apresentar-se bem é fundamental. Clique aqui para ler dicas sobre como se preparar para a ocasião. Está com dúvidas sobre como se vestir para comparecer à entrevista? Então, clique neste link e leia dicas sobre como colocar o figurino a seu favor na entrevista!

Fonte: O que falar e o que não falar na entrevista de emprego | Portal Carreira & Sucesso

Vereador Jardson Rocha é aclamado secretário de saúde de Rosário

 

Do http://www.bacabeiraemfoco.com/

1365249551635 (2)

Os vereadores da câmara municipal de Rosário apoiaram a indicação do vereador Jardson Rocha (PP), para assumir a secretaria municipal de Saúde da cidade de Rosário.

O convite partiu logo após a reunião na secretaria de estado de segurança pública, realizada na última quarta-feira (05), em São Luis.

Segundo o vereador Sandro Marinho (PSD), tudo começou com uma brincadeira feita pelo vereador Luis Carlos, o Kiko (PP), que teria insinuado à prefeita que Jardson queria ser secretário de Saúde, quando foi lançado o desafio. “Irlahi bateu no ombro de Jardson e perguntou se ele aceita ser secretário de saúde”. Disse!

A indicação do parlamentar foi aprovada por boa parte dos vereadores que compõem o parlamento rosariense, principalmente pelos governistas. Mesmo por fazer oposição à Irlahi, Jardson recebeu o apoio dos colegas para ficar a vontade na hora de tomar a decisão final.

Durante seu pronunciamento na tribuna na câmara, Jardson disse que ficou feliz com a indicação, mas isso não resolve. Segundo ele, a saúde do município está precária e precisa de garantias e autonomia para fazer seu trabalho. Um dos desafios, segundo ele, é a abertura do centro cirúrgico do único hospital público da cidade, o SESP, que desde 2013 não funciona.

A aceitação do convite para comandar a saúde depende da situação atual do quadro da saúde. Jardson disse que precisa consultar o conselho municipal de saúde para saber a situação da pasta.

Se aceitar o convite de Irlahi, a vaga do parlamentar será preenchida pelo primeiro suplente da coligação, Riba do Itamirim (PP).

Assista o vídeo do pronunciamento de Jardson na tribuna da câmara, na sessão desta segunda-feira (10).

Fred Campos e Inácio Ferreira são confirmados candidatos em 2016, em Paço do Lumiar

Fred (esq.) e Inácio (dir.)

Fred (esq.) e Inácio (dir.)

Os nomes de Fred Campos e Inácio Ferreira são confirmados como candidatos na corrida eleitoral de 2016 em Paço do Lumiar, ambos para o cargo de prefeito. Fred e Inácio, como são conhecidos em Paço, são nomes fortes para o pleito, visto que ambos, mesmo não empossados de cargos políticos, tem trabalha vasto reconhecido no município luminense.

Nas eleições de outubro, demonstraram ter forte articulação política, conseguindo vultuosos votos para os seus candidatos ao legislativo e câmara federal.

“A oposição à gestão de Josemar Sobreiro (PR), prefeito em exercício na cidade, mostra-se articulada e sonda-se a chance de ambos se unirem em um único propósito, que é ganhar as eleições de Paço e assim, retirar Sobreiro do Poder, visto que o mesmo não está agrando à população luminense nos dois anos de gestão.”, afirma articulador político em contato com o Blog.

Confira 10 erros que podem acabar com suas chances de conseguir um emprego

Algumas atitudes podem prejudicar sua credibilidade profissional. Descubra quais são elas e evite-as na próxima entrevista


 


Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

Pesquisar sobre a empresa é muito importante, pois praticamente todas as companhias perguntam aos candidatos o que eles sabem sobre o local onde querem trabalhar

Com tantos profissionais qualificados no mercado, é preciso encontrar maneiras de se destacar em meio aos concorrentes. Contudo, há algumas atitudes que te distinguem dos demais candidatos negativamente. Descubra quais são elas a seguir:

 

Leia também:
» 8 perguntas que você nunca deve fazer na entrevista
» Descubra como o silêncio pode arruinar a sua entrevista de emprego
» Aprenda a usar a sinceridade ao seu favor em entrevistas de emprego

 

 

 

 

 

1 – Não acompanhar o processo

Depois de uma conversa ou de uma entrevista de emprego, você deve acompanhar o processo da vaga. Mandar um e-mail, cartão de agradecimento ou fazer uma ligação servem para que você fique a par do seu desempenho e que deixe claro para o empregador que está interessado no emprego.

 

2 – Não personalizar seu currículo

Personalizar o seu currículo envolve duas ações: mostrar interesse pela oportunidade específica e apresentar-se da maneira mais positiva possível. Cada empresa exige determinados pré-requisitos que seu currículo deve preencher. Isso significa que não deve ter apenas um documento padrão para todas as ofertas, mas que te deve se preocupar em fazer um específico para cada empresa ou vaga oferecida.

 

3 – Não pesquisar

Pesquisar sobre a empresa é muito importante, pois praticamente todas as companhias perguntam aos candidatos o que eles sabem sobre o local onde querem trabalhar. Procure nas redes sociais e noutras plataformas nas quais ela pode estar presente, como blogs. As informações disponibilizadas nesses locais podem fazer toda diferença durante suas conversas com o entrevistador.

 

4 – Não estabelecer contato com várias pessoas

Uma rede de contatos profissional é de extrema importância para sua carreira, especialmente quando está à procura de novas oportunidades de trabalho.

 

5 – Chegar atrasado

Contratempos podem acontecer a qualquer um, mas você deve fazer de tudo para evitá-los. Caso isso ocorra, explique sua situação ao entrevistador e procure deixar a melhor impressão possível, de maneira que a imagem que ele tenha de você não se baseie no seu atraso.

 

6 – Não mostrar o seu valor

Deixe claro às empresas o valor que você tem e por que razão elas te devem contratar. Ao invés de se concentrar no quanto você precisa dessa vaga, você deve focar no quanto a empresa ganharia contigo na equipe.

 

7 – Não ter referências concretas

As suas referências profissionais devem saber que são exemplos para você. Desta forma, não serão apanhadas de surpresa, de modo a não prejudicar sua candidatura.

 

8 – Estar desesperado

Por mais que precise do trabalho, não deve se mostrar desesperado para os empregadores. Confiança e iniciativa são essenciais durante a procura de emprego.

 

9 – Concentrar a conversa apenas em você

Muitos candidatos cometem o erro de concentrarem toda a conversa apenas neles mesmos. Esse erro é comum e pode custar sua oportunidade de emprego na medida em que o recrutador não verá o quanto você poderá contribuir para a empresa.

 

10 – Não causar uma boa impressão

Más impressões podem transformar o melhor dos profissionais no pior dos candidatos. Para evitar esse erro, preste atenção nas suas atitudes, reações, respostas e na maneira como você trata as pessoas ao seu redor. Não se esqueça de manter contato visual e uma postura adequada durante a entrevista.

Flávio Dino é com Medalha Mérito Legislativo

O governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, foi uma das 47 personalidades e entidades homenageado com a Medalha Mérito Legislativo, em solenidade na manhã desta quarta-feira (26), na Câmara dos Deputados. Ele recebeu a comenda das mãos da líder do PCdoB na Câmara, deputada Jandira Feghali (RJ). A comenda destaca os serviços relevantes prestados ao Poder Legislativo e ao Brasil.

 

Agência Câmara

O governador eleito do Maranhão foi homenageado pelos relevantes serviços prestados  ao Poder Legislativo e ao Brasil.O governador eleito do Maranhão foi homenageado pelos relevantes serviços prestados  ao Poder Legislativo e ao Brasil.

Entre os homenageados desta edição estão também personalidades do mundo artístico, como o cantor Almir Sater; do jornalismo, como Milton Coelho da Graça; e da política, como o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

Entre as instituições contempladas com a medalha estão a Associação de Pessoas com Doença Falciforme e Talassemia de Belo Horizonte (Dreminas), o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg) e o Jornal Pequeno.

Criada em 1983, a medalha Mérito Legislativo é a mais alta distinção concedida pela Câmara dos Deputados. A indicação dos agraciados é realizada pelo presidente da Câmara, pelos integrantes da Mesa Diretora e pelos líderes de partidos políticos com representação na Casa.

MP denuncia suspeitos de fraudar licitações em Paço do Lumiar

O Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, ofereceu denúncia contra cinco envolvidos em fraude em processo de licitação. Realizada em 2011, a contratação da empresa Sangar Construções Ltda para prestação de serviço de pavimentação da Estrada do Sítio Grande, em Paço do Lumiar, ocorreu de forma ilegal.
Thiago Rosa da Cunha Santos Aroso, filho de Bia Aroso

Thiago Rosa da Cunha Santos Aroso, filho de Bia Aroso

Os denunciados são o engenheiro civil Ronnie Santos Ribeiro; o ex-secretário municipal de Infraestrutura, Cinéas de Castro Santos Filho; o ex-secretário municipal de Orçamento e Gestão, Thiago Rosa da Cunha Santos Aroso; o ex-presidente da Comissão Permanente de Licitação, Helder Texeira Oliveira e a administradora da empresa Sangar Construções Ltda, Maria Helena da Silva Moreira.
Durante as investigações do MPMA, foram verificadas a ausência de publicação do edital de licitação em jornal de grande circulação e na internet e a não realização de pesquisa de preços no mercado. Tais irregularidades caracterizam a quebra dos princípios de publicidade, legalidade, moralidade e economicidade, além de evidenciar o mau uso do dinheiro público.
Conforme laudo de vistoria da obra solicitada, realizado por peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), o serviço não foi executado como previsto no contrato entre a Prefeitura de Paço do Lumiar e a empresa. Embora tenha sido pago quase todo o valor do contrato, parte da obra não foi executada ou foi executada com qualidade inferior ao acordado.
Denunciados
Ronnie Santos Ribeiro, então chefe de obras e saneamento da Sinfra, atestou a execução dos serviços e subscreveu os certificados de medição dos serviços realizados. Thiago Rosa da Cunha Santos, secretário Municipal de Orçamento e Gestão, à época, homologou o processo licitatório, assinou o contrato celebrado entre a empresa e o Município de Paço do Lumiar e autorizou os pagamentos efetuados.
Cinéas de Castro Santos Filho, na qualidade de secretário Municipal de Infraestrutura, solicitou a realização de procedimento licitatório para contratação do serviço de pavimentação asfáltica na Estrada do Sítio Grande, assinou o contrato com a empresa e encaminhou as medições dos serviços para pagamento.
Helder Teixeira Oliveira, na qualidade de presidente da Comissão Permanente de Licitação do município, contribuiu para a ocorrência da fraude no processo licitatório, que resultou em prejuízo ao erário e favorecimento da empresa licitante. Maria Helena da Silva Moreira, sócia e administradora da empresa, figurou como beneficiária.

Parabéns, Dr. Jefferson Portela…

Desejo que tenha sucesso em todo empreendimento, em tudo que possa lhe trazer mais alegria  e realização. Sei que se prepara para uma prova importante e se dedicou bastante para ser bem sucedido. Não tenho a menor dúvida de que se sairá muito bem, não é a toa o seu esforço e sua dedicação, com certeza, dará à você o prêmio merecido. A inteligência, aliada a boa vontade, lhe dará uma resposta que espera, e tudo será como planejou. Sucesso é o que lhe desejo de todo coração. Você merece.

FELIZ ANIVERSÁRIO >>> Desejo que tenha sucesso em todo empreendimento, em tudo que possa lhe trazer mais alegria e realização. Sei que se prepara para uma prova importante e se dedicou bastante para ser bem sucedido. Não tenho a menor dúvida de que se sairá muito bem, não é a toa o seu esforço e sua dedicação, com certeza, dará à você o prêmio merecido. A inteligência, aliada a boa vontade, lhe dará uma resposta que espera, e tudo será como planejou.
Sucesso é o que lhe desejo de todo coração. Você merece.

Leia mais:

Flávio Dino anuncia delegado Jefferson Portela como próximo Secretário de Segurança Pública