Política

Rubens Jr. destaca competência de Jefferson Portela

O deputado federal eleito, Rubens Pereira Jr. (PCdoB), parabenizou o delegado Jefferson Portela pela indicação do governador eleito, Flávio Dino, para a secretaria estadual de segurança pública. O anuncio foi feito por Flávio Dino em uma entrevista à rádio Educadora na manhã desta segunda-feira (27).

IMG_20140902_200134867_HDR

Para Rubens Jr., a indicação foi totalmente merecida, resultado de anos de um excelente trabalho prestado pelo Jefferson Portela como delegado. Atualmente, Jefferson é delegado titular do 14° Distrito Policial, localizado no bairro do Bequimão.

O deputado federal, afirmou que não tem dúvidas que a segurança pública do Maranhão irá ter um enorme salto de qualidade durante a gestão do secretário Jefferson Portela. “Esse é apenas mais um exemplo de que o governo Flávio Dino não vai ser marcado por trocas de favores, mas pela eficiência de seus membros.” afirmou Rubens Pereira Jr.

Cartão que indica onde candidato fará provas do Enem sai nesta segunda

Os cartões de confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estarão disponíveis a partir desta segunda-feira (27), segundo o Ministério da Educação. Para acessá-lo, é preciso informar o CPF e a senha de login nosite de inscrições do Enem. O acesso é individual.

FAÇA O ÚLTIMO SIMULADO DO ENEM

O Enem 2014 acontece nos dias 8 e 9 de novembro. Segundo o MEC, o envio dos cartões pelos Correios também terá início nesta segunda-feira. A versão enviada pelo correio é a mesma que pode ser acessada pela internet.

O cartão confirma o endereço e o local de provas de cada candidato, mas não é obrigatório apresentá-lo no dia do exame para poder fazer as provas. Ele também informa se o candidato fará a prova de linguagens com questões em espanhol ou inglês (de acordo com a escolha no ato da inscrição), se ele se inscreveu para o Enem para conseguir o certificado de conclusão do ensino médio e/ou se terá acesso a atendimento especial (no caso de deficientes) ou específico, no caso de gestantes, lactantes, idosos e sabatistas, por exemplo.

Quem não receber o cartão, não conseguir imprimir pela internet ou constatar algum erro no documento, deve entrar em contato com o Inep pelo telefone 0800-616161.

Alerta
Nas últimas duas edições do Enem, o cartão de confirmação foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pouco mais de 20 dias antes das provas. Neste ano, porém, a distribuição via Correios e pela internet será feita com antecedência de menos de duas semanas. A expectativa do cartão por parte dos candidatos fez com que o Inep divulgasse, na semana passada, um alerta no site oficial do exame.

O aviso do Inep era quanto à falsidade de um e-mail endereço a candidatos do Enem sobre possíveis erros em sua inscrição.

Neste ano, o Enem tem mais de 8,7 milhões de candidatos com a inscrição regularizada e que, segundo o Ministério da Educação, poderão participar das provas nos dias 8 e 9. O número é 21% mais alto do que na edição de 2013 do exame.

Realização das provas
Assim como nos anos anteriores, o Enem ocorrerá em dois dias seguidos. No sábado, dia 8 de novembro, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza, das 13h às 17h30 (horário de Brasília). No domingo, dia 9 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Nessa data, o tempo do exame será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (horário de Brasília).

Segundo o MEC, serão impressas 18,3 milhões de provas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile – estas três últimas, para quem tem diferentes graus de deficiência visual) em 1.699 municípios do país. Este ano, 785 mil funcionários vão ajudar na realização do Enem, entre coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. Em todo o Brasil, haverá 16,6 mil locais de exame.

Cartão de confirmação do Enem mostra o local de provas dos candidatos (Foto: Reprodução/Inep)Cartão de confirmação do Enem 2013 mostra o local de provas dos candidatos (Foto: Reprodução/Inep)

 

ALDERICO CAMPOS É CONDENADO A PERDA DO MANDATO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Trata-se do Vereador Alderico Campos, o mesmo que foi flagrado pela PF na operação parasitas (Alien) que levou o fim da quadrilha que arrasou os cofres da prefeitura de Paço do Lumiar, cujos efeitos estão ai até hoje. Alderico tem inquéritos e processos por crimes de improbidade que consomem resmas e mais resmas de papel (uma resma tem 500 folhas).

 

Vereador-balaio-Alderico-Campos

Nos autos do Processo nº 940/2012, a justiça de Paço do Lumiar condenou o Vereador a perda do mandato:

“… Isto posto, julgo procedente o pedido inicial, para condenar o requerido Alderico Jefferson Abreu Silva Campos pelo ato de improbidade administrativa previsto no art. 11, inciso II da Lei º 8.429/92, incidindo assim nas sanções do art. 12, inciso III da mesma le i… Assim, aplico as seguintes sanções:

  1. a) Perda da função pública, por ser vereador no mandato de 2013-2016;
  1. b) Suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 03 (três) anos;
  1. c) Pagamento de multa civil no valor de 10 (dez) vezes a última quantia recebida a título de remuneração como Presidente da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, em dezembro de 2012, acrescida de correção monetária pelo IPC e juros de 1% ao mês, a partir de janeiro de 2013, que será revertida em prol do Município de Paço do Lumiar;
  1. d) proibição de contratar com o Poder Público, por qualquer de seus entes federados, incluindo a administração direta e indireta, ou receber benefícios e incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica do qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 03 (três) anos.

Publique-se. Registre-se. Intimem-se. Após o trânsito em julgado, comunique-se esta decisão à Justiça Eleitoral, para fins de anotação da suspensão dos direitos políticos do réu, bem como à Procuradoria do Município de Paço do Lumiar, à Procuradoria Geral do Estado do Maranhão e à Procuradoria da Fazenda Nacional, para cumprimento da sanção de proibição de contratação com o poder público. Esta decisão não está sujeita ao reexame necessário, caso não seja interposto recurso. Esgotadas as vias recursais, voltem os autos para cadastramento das sanções no Banco Nacional de Improbidade Administrativa do CNJ. Oficie-se ao atual Presidente da Câmara Municipal de Paço do Lumiar para informar o salário do réu em dezembro de 2012, a fim de ser calculado o valor da multa civil. Não havendo pagamento voluntário, no prazo de 15 dias após o trânsito em julgado da sentença, abra-se vista ao Ministério Público para requerer o que entender pertinente, quanto à execução. Paço do Lumiar, 16 de setembro de 2014. Jaqueline Reis Caracas – Juíza da 1ª Vara”.

OUTRA BOMBA QUE VEM AI!!!: O MP CONSTATOU QUE EM APENAS 6 MESES ALDERICO GASTOU R$ 74.600,00 EM MANUTENÇÃO DE AR-CONDICIONADO. SENDO QUE O ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA DE PAÇO DO LUMIAR EM 12 MESES SÓ GASTOU R$ 4.000,00.

 

http://blogdoedgarribeiro.blogspot.com.br/

Estudantes de Paço do Lumiar participam da jornada técnico-científica do IFMA

Pelo segundo ano consecutivo, o município de Paço do Lumiar recebeu a Jornadade “Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social”, do Instituto Federal do Maranhão – IFMA, em parceria com a Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e também, da Universidade Federal do Maranhão – UFMA.  

 

IMG_0701

A 2ª Jornada aconteceu nesta sexta-feira, 24, na UEB Nova Canaã, com a participação de 625 alunos de 15 Unidades de Ensino Básico da zona rural do município, que tiveram um dia repleto de atividades voltas à ciência, tecnologia, artes e desenvolvimento social sustentável.

O professor Dr. Fabio Henrique Silva Sales, do IFMA – Monte Castelo, falou da importância de desenvolver ainda na infância e adolescência, alternativas sustentáveis de preservação do meio ambiente e iniciação à descobertas científicas e tecnológicas. “A jornada tem a proposta de envolver os alunos nessas novas descobertas, motivando a sua participação quanto à pesquisa responsável”, observou.

“Disciplinas voltadas à ciência e tecnologia não são comuns nas grades escolares do ensino fundamental, mas há uma necessidade cada vez maior de se acompanhar esse advento. Em Paço do Lumiar buscamos por metodologias de sensibilização, onde nossos alunos tenham a oportunidade de vivenciar experiências como essas, e quem sabe, despertem neles, o interesse pela ciência” acrescentou a secretária municipal de Educação, Ana Paula Pires.

Durante a jornada foram realizadas oficinas de grafite, fotografia, reaproveitamento de alimentos, reciclagem, apresentações culturais, palestras e visita ao Planetário da Ciência, montado no pátio da escola.

A tecnologia aguçou a curiosidade dos estudantes, como a de Larissa Pereira, 11 anos, aluna do 6º ano, da UEB Nova Canaã. “Eu nunca tinha visto as estrelas de tão perto. É muito diferente de como a gente olha para o céu à noite”, contou entusiasmada após sair do Planetário.

Em 2013, o IFMA Monte Castelo realizou o evento na UEB Conjunto Paranã, envolvendo os alunos da zona urbana do município. “Este ano descentralizamos a jornada, para que os alunos das comunidades mais distantes pudessem, também, ter esse contato científico tecnológico, que sem dúvidas, ficará marcado na vida escolar de cada um”, concluiu a coordenadora da jornada no município, Barbara Evellyn Brás.

DAEE de Paço do Lumiar participa de curso em Inclusão Escolar e Acessibilidade

Técnicos da Divisão de Atendimento Escolar Especializado da Secretaria Municipal de Educação de Paço do Lumiar (DAEE) participaram no período de 20 a 25, deste, do curso em “Inclusão Escolar e Acessibilidade”, ofertado pela PLANED Consultoria e Treinamento, com o apoio da Universidade Federal do Estado do Maranhão, no auditório do SESC Olho D’Água.

Curso Inclusão e Acessibilidade

O curso foi ministrado pelo professor doutor, Romeu Sassaki, assistente social e ativista no movimento da pessoa com deficiência, que considerou a linearidade entre a inclusão e a acessibilidade.  “Uma boa inclusão escolar não pode abrir mão da acessibilidade, no ponto de vista técnico e legal, levando em consideração a legislação para ambientes, programas e atividades que envolvam pessoas com deficiências.”, disse.

Ele ressaltou ainda, que o Brasil e os demais países estão mobilizados para que, de fato, consigamos oferecer uma educação inclusiva, apesar de se tratar de uma tarefa muito complexa, mas não impossível. “Já existem escolas adaptadas fisicamente, com princípios, requisitos e fundamentos essenciais para que essa nova inclusão seja efetivada”, contou Sassaki.

A coordenadora da DAEE, professora Rosane Ferreira, definiu o curso com uma oportunidade para que os gestores públicos reúnam subsídios para o desenvolvimento de um trabalho de cunho significativo para os municípios brasileiros. “A equipe técnica da Divisão se fez presente no curso com a perspectiva de agregar todas as condições de formação necessárias para estarmos melhorando o desenvolvimento dos trabalhos de salas de recursos e das escolas de modo geral”, enfatizou Rosane.

Participaram também do curso, profissionais de diversas áreas, como arquitetos, engenheiros, psicólogos, fonoaudiólogos, e outros, que desenvolvem serviços e atividades relativas ao atendimento à pessoa com deficiência no âmbito da educação.

Flávio Dino anuncia delegado Jefferson Portela como próximo Secretário de Segurança Pública

 

Em entrevista à rádio Educadora AM, o governador eleito Flávio Dino anunciou na manhã desta segunda (27) o próximo secretário de Segurança Pública do Maranhão.

O delegado Jefferson Portela comandará a pasta a partir de 1º de janeiro, durante a administração de Flávio Dino à frente do Poder Executivo.

À frente da pasta, Jefferson será responsável pela implantação de políticas para prevenção de crimes, combate ao tráfico e à criminalidade no Maranhão. Em seu programa de Governo, Flávio Dino apresentou como proposta para a área a implantação do programa Pacto pela Vida – com a articulação de políticas de Estado entre todos os poderes para reduzir os índices de criminalidade no estado.

 

http://blog.jornalpequeno.com.br/

Doleiro Alberto Youssef mantém quadro clínico estável, diz hospital

Alberto Youssef (Foto: Joedson Alves/Estadão Conteúdo)Alberto Youssef mantém quadro clínico estável
(Foto: Joedson Alves/Estadão Conteúdo)

O boletim médico divulgado às 17h30 deste domingo (26) pelo Hospital Santa Cruz, de Curitiba, informa que o doleiro Alberto Youssef mantém quadro clínico estável. De acordo com o boletim, ele está “consciente, lúcido e orientado com sinais vitais dentro da normalidade”. Youssef foi encaminhado para atendimento médico no sábado (25), após passar mal na carceragem da Polícia Federal(PF), na capital paranaense.

O boletim médico apontou que exames laboratoriais e outros exames complementares estão dentro da normalidade. No momento, mais exames complementares estão sendo feitos. O boletim foi assinado por um médico cardiologista.

Youssef está detido desde março deste ano, quando foi deflagrada a Operação Lava Jato, da Polícia Federal. A operação desvendou o esquema de desvio e lavagem de dinheiro e corrupção. Segundo a Polícia Federal, esta é a terceira vez que Youssef é encaminhado para atendimento médico. Os agentes informaram que ele teve uma forte queda de pressão arterial, causada pelo “uso de medicação no tratamento de doença cardíaca crônica”.

No início desta tarde, o hospital já havia informado que os exames médicos realizados pelo doleiro estavam dentro da normalidade, com quadro clínico estável, apresentando sinais de desidratação e emagrecimento.

Conforme o hospital, o doleiro deu entrada na UTI coronariana devido uma síncope. A equipe médica descartou a possibilidade de envenenamento. “Na avaliação inicial não apresentava sinais de intoxicação exógena e/ou medicamentosa e quadro cardiológico estável. Até o momento apresenta exames laboratoriais e outros exames complementares, dentro da normalidade”.

O advogado de Youssef Tracy Reinaldet destacou que a informação de que o doleiro tivesse sido envenenado ou morrido é falsa. Ele visitou o doleiro nesta manhã.

“O que houve foi uma queda de pressão somada a um quadro anêmico, que ele vem desenvolvendo por conta do cárcere. Ele está bem debilitado em vitaminas, enfim, a nutrição dele não tem sido da mais adequadas. O que aconteceu foi isso, nada mais do que isso. Esse boato de envenenamento é mentiroso. Não chegou sequer a especular esta questão. Então, ele está bem”, disse Reinaldet.

Novo boletim de Alberto Youssef foi divulgado no fim da tarde deste domingo (26) (Foto: Reprodução)Novo boletim de Alberto Youssef foi divulgado no fim da tarde deste domingo (26) (Foto: Reprodução)

Ministro critica boatos
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, criticou neste domingo os boatos que circulam na internet de que o doleiro Alberto Youssef teria morrido. Para Cardozo, a difusão da falsa notícia é “profundamente deplorável”.

“O que está acontecendo, especialmente nas últimas horas, é um grande número de boatos e situações que ocorrem. Particularmente, um boato e uma situação que me chocou é que algumas pessoas diziam que Alberto Youssef teria sido envenenado e teria morrido. Quando nós sabíamos que a PF já soltou ontem à noite uma nota dizendo pela terceira vez que ele estava em um hospital com um cardiopata e o próprio Samu de Curitiba também divulgou nota”, disse o ministro.

Operação Lava Jato
A operação Lava Jato foi deflagrada no dia 17 de março de 2014 em vários estados brasileiros e no Distrito Federal. A operação investiga um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que pode ter movimentado cerca de R$ 10 bilhões, segundo a PF.

De acordo com as investigações, a organização criminosa era liderada pelo doleiro Alberto Youssef. Ele e os procuradores do MPF entraram em um acordo de delação premiada. Com isso, ele se comprometeu a dizer tudo o que sabe sobre o esquema de lavagem de dinheiro que chefiava, em troca de reduções nas penas que podem ser imputadas. O documento que pede a absolvição do doleiro no caso do tráfico de drogas não cita o acordo de delação.

O acordo de delação premiada será homologado pela Justiça se, depois da fase dos depoimentos, ficar comprovada a veracidade das informações que Youssef fornecer. O acordo foi assinado um dia após a defesa revelar que o doleiro tinha essa pretensão.

Nota da redação:  É falsa a notícia que circulou na internet neste sábado (25), atribuída ao G1,  afirmando que o doleiro havia morrido.

Flávio Dino quer reforma eleitoral em 2015

58ua94ubmf_7p9jcclodx_file

O governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou hoje esperar que esta eleição seja a última realizada com as atuais regras eleitorais. Para ele, a reforma política deve ser uma das primeiras pautas a ser discutidas no ano que vem. “Precisamos rever questões como financiamento de campanha. Não podemos ter campanhas tão caras. Acredito que essa pauta deve começar a ser discutida logo no primeiro semestre do ano que vem. Essa reforma é importantíssima para o Brasil. Espero que em 2018 se tenha uma eleição mais qualificada”, afirmou Dino, que já foi deputado federal e juiz federal.

O comunista, que se elegeu com cerca de 1,8 milhão de votos no primeiro turno (o que equivale a 64% dos votos válidos no estado), ainda declarou voto na presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, por acompanhar a orientação do seu partido. “Fui eleito em uma coligação ampla. Mantive uma posição de neutralidade, mas integro uma partido político e como eleitor vou seguir a orientação do meu partido”, disse.

O governador eleito do Maranhão chegou acompanhado apenas de assessores e de militantes, votou por volta das 11h (horário local) na Unidade Integrada Dr. Clarindo Santiago, no bairro do Olho D’Água, em São Luís. Sem incidentes nem filas, ele não levou nem um minuto para concluir seu voto.

Aécio Neves pede união do país em pronunciamento após derrota

Candidato do PSDB agradeceu aos mais de 50 milhões de brasileiros que votaram nele e afirmou que cumpriu sua missão.

Aécio Neves, do PSDB, acompanhou a votação na casa da irmã, em Belo Horizonte. Pouco depois da divulgação do resultado, fez um pronunciamento reconhecendo a derrota.

Aécio agradeceu aos mais de 50 milhões de brasileiros, que, nas palavras dele, “apontaram o caminho da mudança”. Afirmou que cumpriu sua missão e que a prioridade agora é unir o país.

Aécio Neves saiu da casa da irmã dele, Andrea Neves, pouco antes das 21h. A comitiva era composta por amigos e aliados políticos que se reuniram para acompanhar a apuração dos votos. O carro do candidato foi o último a deixar o condomínio. O veículo foi cercado por eleitores e militantes.

Na escola pública na região sul de Belo Horizonte, onde Áecio votou pela manhã, acompanhado da mulher, Letícia Weber, ele também foi recebido por uma multidão de jornalistas e eleitores.

Na seção eleitoral, o candidato do PSDB cumprimentou os mesários e gastou menos de dez segundos para registrar o voto. Na saída, posou para fotos.

Depois, deu uma entrevista coletiva. Estava otimista com a votação no segundo turno. “Fico imensamente honrado de poder ter chegado ao final da forma que cheguei, defendendo valores, falando a verdade e apresentando aos brasileiros um caminho”, disse.

À noite, depois de encerrada a apuração, Aécio Neves chegou para um pronunciamento à imprensa em um hotel no centro de Belo Horizonte. Foi acompanhado de aliados políticos.

O senador eleito pelo PSDB de São Paulo, José Serra, disse que a pequena diferença de votos entre os dois candidatos à presidência fortalece a oposição. “Significa que aquilo que se chama oposição no Brasil tem uma força muito grande. E nós vamos usar essa força em benefício do Brasil, da sua unidade, da superação dos problemas que estamos vivendo na economia, que estamos vivendo na educação, que estamos vivendo na saúde. Nós vamos jogar todo esse peso na direção do enfrentamento dessas questões”, afirmou o senador eleito.

Aécio Neves disse que conversou com Dilma Rousseff assim que a vitória dela foi confirmada. “Cumprimentei agora há pouco por telefone a presidente reeleita e desejei a ela sucesso na condução do seu próximo governo. E ressaltei que considero que a maior de todas as prioridades deve ser unir o Brasil em torno de um projeto honrado e que dignifique a todos os brasileiros”, afirmou.

Aécio Neves se referiu às eleições como uma festa da democracia e agradeceu aos mais de 50 milhões de brasileiros que votaram nele. O candidato do PSDB disse que nos últimos meses experimentou novas expectativas em relação ao Brasil, e falou sobre o sentimento ao terminar a campanha eleitoral.

“Eu serei eternamente grato a cada um, a cada uma de vocês que me permitiram voltar a sonhar e a acreditar na construção de um novo projeto. As cenas que eu vivi ao longo desses últimos meses jamais sairão da minha mente e do meu coração. Portanto, mais vivo do que nunca, mais sonhador do que nunca, eu deixo essa campanha ao final com o sentimento de que cumprimos o nosso papel. E repito, para encerrar, mais uma vez São Paulo, que é o que retrata para mim de forma mais clara o sentimento que tenho hoje na minha alma e no meu coração: ‘Combati o bom combate, cumpri minha missão e guardei a fé’. Muito obrigado a todos os brasileiros”, completou.

Dilma enfrenta desafio de aliar continuidade e renovação

141026185431_dilma_vota_624x351_afp

A presidente Dilma Rousseff foi reeleita em segundo turno neste domingo em uma das eleições mais apertadas e imprevisíveis da história do Brasil.

Com 98% da apuração concluídas, a presidente conseguiu 51,5% dos votos válidos, contra 48,5% do seu adversário, o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves. Ainda com cerca de 97% dos votos apurados não era possível dizer qual candidato havia sido eleito.

Com a difícil vitória, Dilma agora tem o desafio de aliar a continuidade do projeto de governo seu e de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, e levar adiante promessas de renovação, expressadas pelo slogan de campanha “governo novo, ideias novas”.

Um dos principais entraves pode ser o Congresso mais fragmentado, ou seja, dividido entre mais partidos: serão 28 deles a partir de 1º de janeiro de 2015, contra 22 dos que haviam conseguido eleger congressistas em 2010.

Leia mais: Brasil elege congresso “fragmentado”; veja ganhadores e perdedores

PT e seu aliado PMDB continuam liderando no número de congressistas (70 e 66 assentos na Câmara, respectivamente, e 13 e 19 assentos no Senado), mas perderam vagas em relação às eleições de 2010.

Além disso, o PMDB rachou neste segundo turno, dividido entre os que apoiaram a reeleição de Dilma e os que defenderam abertamente a candidatura de Aécio Neves (PSDB).

Um Congresso mais dividido significa que o governo terá que acomodar mais vertentes diferentes para conseguir apoio.

Dificuldade em reformas

“Um primeiro desafio é a coordenação política, com uma base governista dividida”, diz à BBC Brasil Jairo Nicolau, professor do Departamento de Ciência Política da UFRJ. “É um Congresso polarizado e menos favorável ao governo.”

Leia mais: Jornais estrangeiros destacam desafio de Dilma de unir o Brasil

“(A fragmentação) torna extremamente complexa a negociação que qualquer presidente tem de fazer para compor a base aliada”, agrega José Álvaro Moisés, professor do Departamento de Ciência Política da USP. “Partidos podem cobrar um preço alto que não necessariamente atende aos interesses dos cidadãos.”

Isso pode tornar ainda mais distantes as promessas de implementar reformas políticas e tributárias, em torno das quais há pouco consenso e muita oposição (por exemplo de partidos menores, muitos dos quais temerosos de perder espaço numa eventual reformulação do sistema político).

Outro tema que vai mexer com o cenário político do próximo ano são os desdobramentos das denúncias de corrupção na Petrobras.

“Havendo comprovação de envolvimento de políticos, teremos um ano em que a agenda do Congresso provavelmente será dedicada às investigações”, diz Nicolau.

Economia

Congresso eleito será extremamente fragmentado, o que pode dificultar consensos e coalizões

No campo econômico, entre os desafios estão retomar o crescimento (o PIB, segundo projeções, deve crescer menos de 1% em 2014), reequilibrar a balança comercial deficitária (resultado da queda das exportações e aumento das importações) e manter o controle sobre a inflação, que pode ultrapassar o teto da meta estabelecida pelo governo.

Para o economista Antônio Correa de Lacerda, consultor e professor da PUC-SP, o governo conta como trunfo um bom nível de reservas cambiais e o baixo nível de desemprego no país, mas terá de montar uma equipe econômica com melhor interlocução com empresários e trabalhadores.

No primeiro mandato, o setor produtivo criticou a falta de diálogo com o governo, truques contábeis usados nas contas públicas e reclamou mais investimentos em infraestrutura.

Leia mais: Fogo cruzado – Aécio x Dilma em dez frases

Lacerda opina que houve “déficit de comunicação” e falta de clareza quanto às metas de inflação, pontos que precisam ser corrigidos de forma a melhorar as expectativas com a economia e estimular investimentos.

A mudança da equipe econômica pode ser um dos pontos do “governo novo” da presidente, que já havia dito que o atual ministro da Fazenda, Guido Mantega, não ficará no cargo por “razões pessoais”. Mas o ministro já vinha sendo alvo de críticas de distintos setores por conta da desaceleração da economia.

O que ainda não se sabe, porém, é o quanto da política macroeconômica será alterada no novo governo.

Diálogo e planos sociais

Para muitos analistas, o governo também terá de ampliar o diálogo com um público ainda maior, dado o alto número de abstenções.

Moisés, da USP, lembra que a retórica do PT, sobretudo no segundo turno, foi vista como divisora, o que pode dificultar a aproximação com parte do eleitorado descontente com o novo governo.

No campo social, principal vitrine do governo petista, é onde espera-se a continuidade e ampliação de programas-marca, como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Mais Médicos na saúde e, na educação, o Pronatec.

Os próximos passos da inclusão social e da qualificação da mão de obra brasileira serão uma das questões mais importantes a serem enfrentadas pelo Brasil nos próximos anos, afirma o pesquisador Jessé Souza, da Universidade Federal de Juiz de Fora e autor do estudo Os batalhadores brasileiros, sobre a nova classe de trabalhadores do país.

Leia mais: Dilma é reeleita na disputa mais apertada desde a redemocratização

Mas ele acha que essa nova etapa inclusão passa por fatores pouco abordados até aqui pelas duas campanhas que disputaram a Presidência.

“Vai além do estímulo econômico, é bem mais complexo. É preciso transformar Os mais excluídos em trabalhadores capazes e hábeis, desenvolvendo habilidades cognitivas ou não. E isso passa (por estimular) educação, participação política, autoestima, laços comunitários, meios de comunicação mais pedagógicos e menos partidários.”

E, para analistas consultados pela BBC Brasil, seguirão persistindo desafios históricos do país: de, além da transferência de renda e da redução da pobreza, aumentar a competitividade e a produtividade do país, ampliar a geração de empregos de qualidade e reduzir os gargalos de infraestrutura.

O eleitorado que ascendeu socialmente nos últimos anos também quer agora um novo tipo de impulso, opina Renato Meirelles, presidente do instituto de pesquisas Data Popular.

“Do mesmo jeito que a economia do Brasil mudou, as expectativas dos eleitores da classe C em relação ao futuro também mudaram. Esse eleitor não quer mais dentadura, quer plano nacional de banda larga. Não quer mais cesta básica, quer ProUni”, diz.

“Essa fatia do eleitorado está mais preocupada com o futuro do que quem trouxe ele até aqui. É muito claro que a vida melhorou, mas a classe C atribui ao próprio esforço essa melhora.”

close
Comece a digitar para ver as postagens que você está procurando.
Scroll To Top