VÍDEO – PM-MA cura “cadeirante” que entrou correndo em quartel para não ser linchado

MILAGRE !!!!

Polícia Militar do Maranhão
17 BPM/ 4 PEL PERITORÓ
Ocorrência em : 11/10/16
Foi conduzido até à delegacia, para prestar esclarecimentos, um cadeirante que chegou CORRENDO ao quartel, fugindo dos populares que queriam agredir – lo.
No quartel os policiais ajudaram o mesmo a se curar da enfermidade.

 

Para onde vão os mais de 100 mil votos de Wellington do Curso?

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) obteve exitosos 103.951 votos, na corrida eleitoral à prefeitura de São Luís.

Wellington teve, não se pode negar, um crescimento exponencial, chegando a empatar tecnicamente com o atual prefeito, Edivaldo Holanda Jr (PDT).

Para quem vive no meio político, sabe-se que o nobre parlamentar começou a ser vítima de ataques e perseguições, sendo estas – supostamente – financiadas pelo Palácio de La Ravardière e dos Leões, onde páginas ligadas às duas máquinas começaram a “metralhar” o então candidato a prefeito Wellington 11, uma clara demonstração de desespero da perda do comando da prefeitura da maior cidade do Maranhão.

De 2º lugar, Wellington vem pra terceiro, sendo ultrapassado por aquele que pontuava em 4º nas pesquisas, o também deputado estadual Eduardo Braide. De difícil compreensão até hoje para aliados de Wellington, que já o viam no segundo turno com Edivaldo, essa “ultrapassagem” nos faz levantar a seguinte questão: “Para onde vão os mais de 100 mil votos de Wellington do Curso?”, ou seja, quem Wellington do Curso apoiará neste segundo turno?!

Se for de Edivaldo, apoia a continuidade  da gestão que tanto criticou na tribuna da Assembleia, nos seus programas eleitorais, etc.

Se for de Braide, estará seguindo a mesma ideia de “alternância do poder” que tanto já defendeu e também comungará com aliados como o senador Roberto Rocha e partido que antes integrava sua coligação, como o PHS.

Neutro, o ex-candidato a prefeito já falou que não está, em conversa em um grupo de WhatsApp com aliados de campanha. “Ainda não decidi” e “Não é fácil”, disse Wellington.

Aguardemos…

 

COLIFORMES FECAIS E O CARGO DE PREFEITO EM SÃO LUÍS-MA

Parece brincadeira, mas não é. A eleição de prefeito da Capital maranhense está sendo disputada pau a pau, a base de coliformes fecais e totais, que cercam a Ilha do Maranhão por todos os lados.

Protagonista do espetáculo, Eduardo Braide (PMN), no primeiro turno, tinha a excrescência (no sentido de coisa que desequilibra a harmonia de um todo) de apenas 10 segundos da propaganda do horário eleitoral, nada gratuito e pseudodemocrático.

Dentro do segundo turno, já que seus oponentes não soltaram nenhum “peido educado”, ele fez a obra. Disse: “…Durante meu período de gestão na CAEMA funcionavam duas estações de tratamento, a ETE Jaracati e a ETE Bacanga… No período de 2005-2006, todas as praias eram limpas e liberadas para banho”.

“Caldo” derramado, Flávio Dino (PCdoB) diz que as praias estão 100% despoluídas e próprias para o banho. Mentira, cientificamente isso é impossível, num curto tempo de intervenção governamental e dos problemas técnicos e operacionais existentes.

As coisas mais imagináveis têm resíduos de cocô, seu, meu e de todo mundo. Coliformes fecais estão na areia das nossas praias livremente. Até no ar “puro”, que nós chamamos de brisa marítima, contém as ditas bactérias.

Para quem vive no celular até na hora de ir ao banheiro, já devia saber que ele está cheio de coliformes fecais. Segundo pesquisa científica bancada pela The New York Times, pelo menos 1 a cada 6 celulares pelo mundo, é possível encontrar vestígios de fezes.

Com um eterno ministro do Meio Ambiente, maranhense, de nome Sarney, no diminutivo, que não aplaude o “feito realizado” até um ex-magistrado governador que “judicializa” o fenômeno causa-efeito, com ganho político eleitoreiro, pergunto: Que merda é essa?

Entrarei com um pedido no MPE, para que sejam apresentadas análises físico-químicas e bacteriológicas das nossas praias, em consonância com as Resoluções CONAMA e participação da UFMA, UEMA e CEUMA, nos exames das contraprovas dos termotolerantes.

Não é uma questão de pendenga política, é sinceridade e respeito ao povo maranhense. Como ex-secretário da SEMA-MA não poderia ficar omisso. Já dizia Confúcio a mais de 400 anos a.C.: “Saber o que é certo e não fazer nada é a pior covardia. Pior do que isso são os que se locupletam e são comparsas da mentira”.

Prof. Dr. Washington Rio Branco, é um bom orador e estudioso dos dilemas e caos urbanos de pequenas e médias cidades. Tem duas teses defendidas sobre a problemática ambiental da Laguna da Jansen e da Franja Costeira Norte de São Luís-MA.

Washington Rio Branco

Ex-secretário de Meio Ambiente

CAXIAS – “Iremos moralizar o funcionalismo público”, afirma prefeito eleito Fábio Gentil durante a festa da vitória

BLOG MARANHÃO DE VERDADE

Na noite desta segunda-feira (10), foi o dia escolhido para a comemoração da vitória do prefeito eleito de Caxias, Fabio Gentil (PRB); do vice – prefeito eleito, Paulo Marinho Junior e dos vereadores eleitos da coligação ‘Caxias é do Povo’. Com bandeiras e camisas, mais de 50 mil pessoas cantava a música da vitória no largo de São Sebastião.

“Hoje dia 10, mês 10 estamos aqui comemorando a vitória do 10, uma vitória que foi construída com apoio de muita gente, a vitória foi definida nos detalhes. Eu ao lado de Fabio Gentil vamos trabalhar dia e noite pelos caxienses, vamos governador pra todos”, destacou o vice-prefeito eleito que foi fundamental nessa grande vitória ao derrotar três máquinas: o Palácio dos Leões, a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão e a prefeitura de Caxias.

14633019_192185531216617_3232090767486210230_n

Sem perder o jeito simples e de companheirismo, Fabio Gentil e Paulo Marinho Junior  faziam questão de cumprimentar eleitor por eleitor. “Muitos aqui demostraram o sentimento de mudança que o município estava precisando há muitos anos. Vencemos uma batalha árdua com pé no chão. Diziam que nós não iriamos ganhar e estamos aqui comemorando nossa vitória. Hoje vamos cantar a vitória para esse povo que nos elegeu”, afirmou Gentil, muito orgulhoso.

“Vamos nos primeiros dias propor a reforma administrava, temos hoje ma máquina pública obsoleta, ultrapassada, que não valoriza o servidor. Vamos propor nos primeiros meses concurso público, pois os contratos temporários serão somente na preparação do concurso”, disse Fabio.

14695406_192185704549933_2534691675979188051_n

O novo prefeito falou também na capacitação do servidor efetivo e do pagamento do piso salarial das categorias.“Vamos colocar os efetivos para gerenciar as atividades técnicas, tornar Caxias referência em tratamento do servidor público. A máquina vai valorizar os servidores que hoje estão na geladeira. Pagar em dia não é favor. Pagar em dia é obrigação“, completou.

MORROS – “Junto com meu povo amado quero trabalhar e honrarei cada voto de confiança”, diz prefeito eleito Sidrack Feitosa em nota de agradecimento

sid

Queridos..!!
Agradeço imensamente a todos pela confiança…Agradeço a todos por acreditar em mim.
Agradeço ao Pai celeste Rei dos Reis que me ajudou e me trouxe até aqui….e é com ele que caminharemos ao longo dessa trajetória.

É muito bom quando procuramos dar o máximo e o melhor de nós em tudo aquilo que nos propomos a fazer, mesmo que ás vezes restringidos em nossa capacidade, pois não podemos ir além dos nossos limites, mas o mais importante é que somos conscientes da nossa missão na vida terrena. Digo com altivez e simplicidade que não pretendo estagnar, jamais. Vou caminhar na esperança de dias melhores para o meu povo morruense, amar a todos e a Deus, sem hipocrisias.

Pois sou o prefeito de todos, e junto com meu povo amado, quero trabalhar, honrarei cada voto de confiança que a mim foi dado…

Povo Unido…sempre será Vencedor…!!!

Meu Muito Obrigado!!

PAÇO DO LUMIAR – Vereador eleito Inácio Ferreira agradece 876 votos conscientes…

Agradeço com alegria os votos que recebi, Isso me mostra que estou no caminho certo por uma política limpa, com humildade e muito trabalho.
Durante campanha trabalhei com o seguinte pensamento: O vereador é eleito juntamente com o prefeito de um município, no qual têm a função de discutir as questões locais e fiscalizar o ato do Executivo Municipal (Prefeito) com relação à administração e gastos do orçamento. Ele deve trabalhar em função da melhoria da qualidade de vida da população, elaborando leis, recebendo o povo, atendendo às reivindicações, desempenhando a função de mediador entre os habitantes e o prefeito. Na minha campanha muitas comunidades foram visitadas e incontáveis pessoas conhecidas. Nós nos dispusemos a fazer um processo político diferente e tenho certeza de que essa vitória foi conquistada com muito esforço, pois em nenhum momento deixamos de fazer campanha com medo dos desafios, pelo contrário, saímos de porta em porta, colocando para o eleitor nossas propostas e com isso conquistamos a confiança de cada um.
Essa eleição é, sobretudo, uma vitória do povo que com muito custo, demonstra que a democracia está pautada na lisura do candidato e na perspectiva de pessoas que vislumbram dias melhores.
Hoje, a minha alegria se mistura com a satisfação dos meus eleitores, embora, que legislarei indistintamente, para todos os luminenses.
Não posso me esquivar a dizer que sou representante do povo e que estou a serviço do povo. Venho a público dizer que os meus pensamentos, jamais, estarão voltados para quaisquer coisas que estejam em desfavor dos meus munícipes; haverei de concordar com tudo aquilo que favoreça as famílias mais carentes e ao mesmo tempo, estarei no confronto direto contra qualquer um que labore contra esse povo.
Sabemos que a luta será árdua, muitos percalços encontraremos pela frente, contudo, honrarei cada voto, de cada pai, de cada mãe de família, de cada jovem que pela primeira vez confiou seu voto em mim.
Volto a dizer que quero agradecer a todos os que acreditaram e acreditam, que é necessário e possível uma nova política. De modo especial agradeço a Deus, pois sem ELE nada seria. Não poderia deixar de registrar meu agradecimento a minha família; enfim, a todos de uma maneira muito especial pelo apoio e compreensão durante essa jornada eleitoral.
Um abraço fraternal.

INÁCIO FERREIRA.

“Jamais concordaria com a diminuição de recursos para políticas sociais”, justifica Eliziane ao votar contra PEC do teto de gastos

 

Proposta pode tirar da saúde R$ 400 bi nos próximos 20 anos

 

Preocupada com perdas de recursos públicos federais para os setores da saúde e educação, a deputada federal Eliziane Gama (PPS-MA) votou contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 241/2016) que impõe um teto de gastos para a União. A emenda constitucional foi aprovada na noite desta segunda-feira, em primeiro turno, pelo plenário da Câmara dos Deputados.

Estudo técnico elaborado pela Câmara dos Deputados avalia que a educação, por exemplo, poderá perder bilhões de reais em investimentos nos próximos anos, com o engessamento proposta pela emenda constitucional.

Parecer da Consultoria da Casa mostra que a partir de 2017, e levando em conta as regras da PEC 241, haveria perdas de recursos para a manutenção e desenvolvimento do ensino.

“Eu jamais poderia concordar com a diminuição de recursos destinados para políticas sociais. Hoje, já temos baixo investimento em saúde, educação e assistência social. E o futuro destas políticas públicas depende de maior incremento, algo que ainda não temos assegurado nesta PEC”, justificou Eliziane, que votou contrariamente à proposta.

Na saúde, o impacto negativo também poderá ser grande. É o que preveem entidades do setor.

O Conselho Nacional de Saúde (CNS), o Conselho Nacional de Secretarias Estaduais de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) calculam que a proposta de emenda constitucional (PEC) que institui um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos pode impor perdas bilionárias para o setor de saúde.

Com a vigência da PEC do teto, o Conselho Nacional de Saúde calculou as perdas para a saúde nos próximos 20 anos em R$ 424 bilhões.

“Os efeitos do novo regime fiscal proposto serão desastrosos para todas as gestões do SUS, especialmente para as esferas estaduais e municipais do sistema”, diz um dos trechos de nota conjunta emitida na semana passada pelas entidades da saúde.

É preciso aprender a perder…

Franco Guizzetti
 Terra

Observo em minhas consultorias de Feng Shui e sessões de coaching que muitas pessoas não prosperam ou não são vitoriosas na vida porque não aprenderam com as perdas do passado ou não aceitam as derrotas. Ninguém gosta de ser perdedor, mas essas pessoas ficam desorientadas, revoltadas e cegas quando perdem.

Com certeza não é fácil para ninguém levar um “tombo” na vida. Quem gosta de perder um bom emprego, perder um negócio ou um amor? Claro que ninguém gosta. Só que uma perda é como um ente querido que morreu. Há o trauma da perda. O luto. Mas depois a vida segue.

Quando somos derrotados é preciso com o tempo aceitar o fato. Quando se cai é preciso imediatamente aceitar o fato e se levantar. Quando é essa a atitude tomada, a vida continua e novas oportunidades, em breve, aparecem e se concretizam.

Mas é preciso aprender com as perdas para não errar mais e sofrer tanto.

Claro que quando a perda é muito grande, há quem não a aceite com facilidade. Além da derrota e da revolta contra tudo e contra todos o fato pode afetar a autoestima, a competência, as verdades pessoais e, dependendo da pessoa, há uma falta de entusiasmo, desmotivação e até depressão. Isto sem considerar o medo de se sentir inútil.

Mas a verdade é uma só: ou aprendemos com as perdas para sermos vitoriosos no futuro ou iremos ficar no passado chorando as perdas para resto da vida.

Reflita comigo: você já leu em algum lugar que “o criador inventou o universo e o homem para ser e viver perdendo”? Eu nunca vi “o criador” falar em “energia de derrota eterna”.
O que leio é bem ao contrário. Sempre escutamos ou lemos parábolas sobre a energia de prosperidade e vitórias. Essa energia se manifesta e age na cabeça das pessoas, ela irá se refletir no seu dia a dia e na sua vida como um todo.

Eu sempre falo para meus clientes que só trabalho com pessoas vitoriosas, prósperas e otimistas. Na minha opinião todos nós somos prósperos e vitoriosos. O que faz uma pessoa ser vitoriosa ou perdedora é o tipo de pensamento e atitudes que ela tem na vida pessoal e profissional.

Uma pessoa derrotada irá bloquear as vitórias e será eterna derrotada. Nós bloqueamos nossas mentes e a vida com uma série de crendices, desculpas, medos, valores, verdades e mentiras que existem há muito tempo e que são passadas de geração para geração. Essas crenças nos impregnam, bloqueando a energia de prosperidade que existe à nossa disposição no Universo.

Essas desculpas e energias ficam tão fortes em nossa cabeça que formam uma crosta que bloqueia nosso contato com energias de prosperidade e vitórias. Como não consigo entrar em contato com essa energia, fico sempre no mesmo patamar energético, parado e estagnado e crio um círculo vicioso que sempre me puxa para baixo.

É por isso que precisamos quebrar esse ciclo e desbloquear nossas energias e vida. E por onde devemos começar? Pela aceitação de que realmente perdemos. Aceitar como lição e partir para vida e viver como vitoriosos.

Pense bem: você não é filho do criador? E o criador não é a energia mais vitoriosa do universo? Claro que sim! Você só estava num estado “momentâneo de perda” porque esqueceu dessa verdade.

Por isto eu repito: aceite as perdas e lembre-se de que você é filho da energia mais próspera do universo. Em outras palavras: não tenha mais medo de prosperar e ser vitorioso na vida.

Lembre-se de que para ser vitorioso é preciso fazer vários testes e errar para lapidar nossa vitória constante.