Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

E PODE? Agente da SMTT é flagrado no celular enquanto dirige, em SL

11251463_801128356622348_1757827452_n 11221153_801128353289015_793545791_o

Um agente da SMTT foi flagrado ao celular enquanto dirigia por uma das ruas de São Luís. É muito comum ver não só isso, como os mesmos escondidos atrás de postes e em lugares onde o condutor não está vendo para assim, aplicar multas quando de “vacilos” muito menores que esses para assim, “engordar” os cofres do poder público municipal.

Uso de celular ao volante é mais perigoso do que dirigir embriagado

Foto de pessoa ao celular enquanto dirige

A cada 10 minutos, uma pessoa é multada no Distrito Federal por usar o celular enquanto dirige. Quem cultiva o hábito nem sempre tem consciência do risco que corre. Digitar mensagem de texto ao volante aumenta em 23 vezes o risco de acidente. Quem faz uma simples chamada fica quase seis vezes mais exposto, conforme aponta um estudo do Departamento de Transportes dos Estados Unidos.

O número de flagrantes nas vias da capital é considerado alto pelo Departamento de Trânsito (Detran). É consenso que boa parte dos motoristas escapa impune porque a multa depende exclusivamente da ação de agentes e o quadro desses profissionais é insuficiente para garantir fiscalização eficaz. “Eu falo sempre. Às vezes, saio de casa no Lago Sul e chego ao Tribunal de Justiça falando ao celular. Nunca bati o carro por conta disso”, admite um advogado, que preferiu não revelar o nome. Perguntado se já foi flagrado alguma vez, ele responde que não e sai sorrindo.

Com o avanço da tecnologia móvel, as pessoas falam, enviam mensagens e consultam  a  internet. Para burlar a fiscalização,utilizam-se do  viva-voz ou usam o bluetooth, quando a voz de quem chama é enviada diretamente para o sistema de alto-falantes do veículo. Práticas que nem sequer estão previstas no código de trânsito, mas são tão ou mais graves que apenas conversar ao telefone.

Pesquisa da instituição inglesa RAC Foundation revela que 45% dos condutores ingleses usam o celular para enviar torpedos. O estudo identificou ainda que o envio de mensagens retarda o tempo de reação em 35%, percentual bem acima da demora provocada pelo álcool (12%) no organismo. Por isso, o hábito é tão perigoso.

O agente de viagem Francisco Lucas Alves, 27 anos, reconhece o erro e concorda ser arriscado usar o telefone móvel ao volante. A mulher dele, a administradora Ana Paula Nogueira, 23, reprova a conduta do marido. “Não quero me esquivar da responsabilidade, mas, antes de pegar o celular, observo bem se o trânsito está viável. Mas que há o risco, isso não tenho dúvida. A gente lê nos jornais diariamente e acha que só acontece com os outros”, analisa.

Na família de Francisco Lucas não falta exemplo das consequências da desatenção ao guiar um automóvel. “Meu irmão foi olhar uma mulher bonita na calçada e colidiu com o carro da frente, que acertou outro veículo. O prejuízo foi de R$ 1,5 mil. Por sorte ninguém se feriu”, relata.

Segundos fatais

Quem insiste em fazer as duas coisas ao mesmo tempo, deve ficar atento aos fatos. A matemática, a física e a medicina já se dedicaram ao estudo desse comportamento e chegaram à mesma conclusão: é impossível ter a competência exigida ao volante falando ao telefone. Mestre em transportes e professor do curso de engenharia civil da Fundação Educacional Inaciana (FEI), de São Paulo, Creso de Franco Peixoto explica o que chama de tempos e perdas de tempos.

Segundo o especialista, é consenso mundial que a pessoa demora 2,5 segundos para começar a frear diante de um imprevisto na rodovia, com o carro a 80km/h ou 100km/h. “É 1,5s para perceber o obstáculo inesperado e 1s para reagir”, explica. “Se a pessoa está na cidade, o tempo de reação é menor: 0,75s.” Os pesquisadores descobriram que o condutor leva 2s para digitar dois algarismos no celular. “Ela tira os olhos da via por 2s, acessa duas teclas, olha de novo para a pista e, assim sucessivamente”, relata Peixoto.

E para quem argumenta que apenas checa quem está ligando, uma outra pesquisa da FEI calculou o tempo necessário para o motorista pegar o telefone — no banco do passageiro — e ler o número de quem está chamando. Os estudiosos descobriram que são necessários 4,5s. “O tempo é cinco vezes maior do que o necessário para você ver o obstáculo e reagir a ele para evitar uma colisão ou um atropelamento na cidade que podem ser fatais”, destaca Peixoto.

Punição
A infração está prevista no artigo 252, dirigir utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular é infração média, punida com multa de R$ 85,13.

Em alta
Usar o celular enquanto dirige foi a quarta infração mais flagrada no DF entre janeiro e julho deste ano.

Infração – Quantidade de multas
Excesso de velocidade – 383.284
Avanço de sinal vermelho – 98.915
Falta de cinto de segurança – 30.367
Falar ao celular – 24.051

Fonte: Departamento de Trânsito (Detran/DF) – http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2011/12/06/interna_cidadesdf,281574/uso-de-celular-ao-volante-e-mais-perigoso-do-que-dirigir-embriagado.shtml
Imagem: http://www.diaadianews.com.br/e/noticias/28416/dirigir_falando_ao_celular_lidera_indice_das_infracoes_cometidas

ATENÇÃO: A responsabilidade deste artigo é exclusiva de seu respectivo autor (fonte).

Deputado Wellington lamenta “o massacre dos inocentes” em Caxias e pede 1 minuto de silêncio

13490_723352401106834_7602151268260921505_n

Na tarde desta segunda-feira (11), o deputado Wellington do Curso (PPS) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, em homenagem ao Dia das Mães, para lamentar e prestar condolências às mães caxienses de quase 200 crianças mortas na Maternidade Carmosina Coutinho, o que segundo ele é um ato de desrespeito com a dignidade humana.

Na oportunidade, o parlamentar relembrou o protesto realizado no último domingo (10) pelas mães, que espalharam cruzes pela Praça da Matriz, no município de Caxias, além de latas de leite vazias em acompanhamento de faixas nas quais estavam escritas que “quase 200 mães não poderão comemorar seu dia”, e pediu, também, que fosse feito 1 minuto de silêncio, dentre os presentes, em respeito às vítimas, além de fazer referência à citação bíblica contida em Mateus 2:18, que retrata “o massacre dos inocentes”.

“Inicialmente, o pedido não foi compreendido pelo presidente em exercício, Othelino Neto, que parece não ter dado atenção ao meu pedido, e mais uma vez solicito a sensibilidade do presidente e dos demais parlamentares desta Casa, em homenagem e solidariedade às quase 200 mães que tiveram seus direitos de comemorarem o Dia das Mães abortados, que façamos 1 minuto de silêncio em respeito às dores destas mães. Assim como em Ramá se ouviu uma voz, lamentação, choro e grande pranto de Raquel chorando os seus filhos, em Caxias se viu a dor e o desespero de Marias, Raimundas, Franciscas… que não querem ser consoladas, porque seus filhos já não existem e que levarão para sempre em suas almas, feridas profundas que jamais poderão ser tratadas”, lamentou o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa.

VÍDEO: Homem é flagrado fazendo sexo com escapamento de um veículo

O vídeo mostra o momento em que um homem aparentemente foi pego fazendo sexo com um carro.

De acordo com a descrição no vídeo em LiveLeak, foi filmado no Brasil e o pênis do homem estava dentro do escape.

O que aconteceu em seguida?

Não temos certeza o que é mais preocupante, no entanto. O fato de que ele parece estar fazendo sexo com o carro, ou que, quando ele se vira e vê que ele está sendo filmado ele simplesmente continua.

segue o vídeo:

 

CONFIRMADO: Filho do senador Roberto Rocha será candidato a prefeito de SL

Rocha e Edivaldo

Rocha e Edivaldo

 

Hoje pela manhã,  o titular deste blog participou de uma roda de conversa com um dos assessores do Senador da República Roberto Rocha (PSB), pai do vereador ludovicense Roberto Rocha Jr., do mesmo partido.

Foi confirmada a pré-candidatura do edil, confirmando assim a ruptura da aliança entre o hoje senador, que outrora era vice-prefeito de São Luís e o petecista Edivaldo Holanda Jr.

O vereador Fábio Câmara, oposição ao governo municipal, por vezes “profetizou” nas sessões da câmara municipal, que ‘Rochinha’ seria candidato a prefeito, sendo que este muitas vezes desconversava, chegando a quase cair em descrédito o Câmara.

Com isso, hoje, temos um impasse no cenário político de São Luís: Se Roberto Rocha Jr., com o aval do pai, será candidato à prefeitura, onde fica a pré-candidatura, também, à prefeitura de São Luís, da deputada federal Elizine Gama (PPS). O que se sabe é que ambos os partidos, PPS e PSB, se fundiram em poucos dias.

Basta, agora, aguardar e observar/analisar o desenrolar dos fatos. Fica assim, mais distante, o sonho de reeleição do atual prefeito…

Vereador que foi escorraçado por moradora “sonha” com vice-prefeitura de Paço do Lumiar

11125451_826448024108744_962662068_n

O inexperiente vereador Arquimário Reis Guimarães, conhecido pelo seu apelido Marinho do Paço (PP), parece está sonhando muito alto no que diz respeito as eleições do ano que vem, no município de Paço do Lumiar, onde legisla de forma apagada e sem atuação.

Segundo um informante bem posicionado do Blog do Neto Cruz, Marinho teria se desfeito de dois veículos automotores de sua propriedade pra adquirir tratores, sendo que estes já vem sendo usados em alguns bairros do município como forma de “marketing/publicidade” pré-campanha, visto que isso não compete ao vereador fazer esse tipo de serviço, mas sim, a Secretaria de Infraestrutura do município.

Arquimário anda, em conversas de pé de ouvido, dizendo, em letras góticas, que se não for vice-prefeito ou se não puder indicar o vice prefeito na eleição do ano que vem, irá chutar o pau da barraca e romper com o professor Josemar Sobreiro (PR), prefeito da cidade.

Marinho do Paço dá sinais de que não tem tal cacife, visto que já andou se desentendendo com o prefeito da cidade logo no início do mandato. Pior que isso, Marinho foi escorraçado por uma moradora de um bairro de Paço, quando das eleições do ano passado. Marinho chegou a processar a moradora e essa teve que se retratar com o nobre edil.

RELEMBRAR É VIVER. VEJA OS VÍDEOS ONDE  A MORADORA EXPULSA O VEREADOR AOS EMPURRÕES:

 

 

Alderico Campos é expulso da presidência do DEM em Paço do Lumiar

Alderico Campos é pilhado em mais outro escândalo.

Inumerosos escândalos fez a direção estadual do DEM destituir o vereador de Paço do Lumiar, Alderico Campos, da presidência do diretório municipal da sigla. A cúpula do partido definiu que o parlamentar feriu a ética e moralidade DEM.

A relação de Campos com o agiota Josival Cavalcanti, o Pacovan, motivou o presidente da sigla, Ricardo Guterres a retirá-lo e formar uma comissão provisória.“Nós já destituirmos ele da presidência municipal de Paco do Lumiar”.

Guterres informou ao Blog do Neto Ferreira, que foi aberto processo de expulsão por não se enquadrar mais no perfil no partido. “Não queremos mais nenhum tipo de veiculação com esse tipo de politica. Nós entendemos abrir processo para expulsar do partido”, disse o presidente estadual do DEM.

O todo enrolado ex-presidente da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, Alderico Campos, se envolver em mais um escândalo.
Se não bastasse ser denunciado inúmeras vezes pelo Ministério Público por fraudar licitação, Campos agora será investigado pelo crime de agiotagem no Estado.

Relação com agiotagem

Durante as operações Morta-Viva e Maharaja, foi encontrado na casa do agiota Pacovan, precisamente no cofre, um cheque da Câmara de Paço do Lumiar assinado por Alderico Campos. A operação teve o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

Do Blog http://www.netoferreira.com.br/

 

Corpo de professora morta pelo câncer é tirado do tumulo e jogado para fora com sinais de violência sexual

Um caso de vilipêndio a cadáver foi constatado pela Policia da cidade de Paranavaí, PR. O crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (05).Funcionários do cemitério municipal se preparavam no início da manhã para realizarem um sepultamento, quando observaram próximo ao túmulo, que o corpo de uma professora que faleceu de câncer e havia sido sepultada ontem (04) estava fora do caixão.

O corpo da mulher estava nu e com sinais aparentes de violência sexual, a policia foi chamada no local, além da suposta violência sexual, a policia também investiga se os autores buscavam joias que poderiam estar dentro do caixão.

A Professora havia sido enterrada menos de 24 horas da ação dos marginais.

O administrador do cemitério, com 39 anos de trabalho no local, disse que nunca tinha presenciado um fato tão horripilante como este.

O caso será investigado pela Policia Civil.

EM 1ª MÃO: Vídeo mostra suposto assassino de Rondinelly Costa fugindo após atirar no jovem dentro de um ônibus em SL

 

Um vídeo conseguido com exclusividade pelo Blog do Neto Cruz mostra o momento em que um rapaz, ainda não identificado, corre pelas ruas da Cohab, em São Luís. Seria o suspeito de atirar a queima roupa o jovem Rondinelly Costa, que veio a óbito no último dia 5.

Relembre esse triste episódio e saiba mais clicando aqui

Nicole Bahls soube de fim de namoro pelo Instagram: “A decisão foi dele”

Alessandro Bassani declarou que ama a apresentadora Foto: Reprodução/Instagram

Após dizer que pretendia casar com Nicole Bahls, o empresário Alessandro Bassani resolveu colocar um ponto final na relação. A apresentadora ficou sabendo do fim de seu relacionamento pelo Instagram, quando o amado anunciou para os seguidores a notícia.

Em entrevista ao jornal Extra, a bela falou sobre o rompimento.

“Estou um pouco triste hoje. Conversamos muito ontem, mas a decisão foi dele. Li quando acordei. Mas tudo bem. Ele não podia vir para o Rio”

No anúncio do rompimento, Bassani declarou que ama Nicole Bahls e que o motivo da separação era agenda. A apresentadora revelou à publicação que acredita em uma reconciliação.

“Eu ainda o amo e sei que ele gosta de mim também. Ele sempre foi muito amoroso. O problema é que o Alê quer e precisa de uma mulher 100% dedicada a ele e, neste momento, não posso fazer isso”.

Com informações do R7.

Deputado Wellington participa do Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos em Brasilia-DF

Com Pepe Vargas, Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR)

Com Pepe Vargas, Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR)

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa, Wellington do Curso (PPS), participou na última quarta-feira (5) do Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos, organizado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), em Brasilia-DF.

O evento contou com a presença de inúmeros palestrantes e autoridades, entre elas o Ministro Chefe de Estado da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Pepe Vargas; Secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Paulo Maldos e o representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Tecnologia (UNESCO) no Brasil, Fábio Eon.

Na ocasião, foram discutidos temas relevantes a um Estado Constitucional de Direito, como a (re)construção de um Estado Democrático entre direitos e deveres, e debates em torno do cenário, desafios e perspectivas para a educação em direitos humanos, bem como a discussão do panorama dos planos e subsídios para a construção de diretrizes de educação em direitos humanos.

“Discorrer sobre a educação em direitos humanos e os direitos e deveres que permitem uma (re)construção do Estado Democrático de Direito é atentar para os princípios que norteiam as garantias das minorias sem oprimir a maioria. Enquanto representante do povo, que é o autêntico titular do poder constituinte, atrelo ao mandato representativo a responsabilidade de defender o cumprimento dos direitos sociais de todo e qualquer cidadão brasileiro, zelando por aquilo que nos faz ser um Estado Democrático de Direito e não apenas um Estado de Direito: a dignidade e a busca pela Justiça. No evento, tivemos a oportunidade de debater políticas públicas e promoção dos direitos das pessoas com deficiência, bem como promoção dos direitos da criança e do adolescente, além de compartilhar experiências e casos de denúncias de violações de direitos humanos ”, ressaltou Wellington.

11118057_387447248108466_3794243954947695709_n