Política

Ribamar: vereadora que teve arraial embargado pelo prefeito chama empresa para esclarecimentos na Câmara

13 de julho de 2022

O Jornalista Arrupiado traz em seu site que os vereadores do Bloco “Avança, São José”, composto pela maioria da Câmara de Ribamar, convocaram a secretária municipal de saúde, Bernadete de Lourdes, para esclarecer sobre os números de pacientes que testaram positivo para a Covid- 19.

Segundo a líder do Bloco, a vereadora Luciana Lauande a Prefeitura de São José de Ribamar não está sendo transparente com a população.

“Entendemos que a Prefeitura não está sendo transparente em relação aos números de pessoas que foram diagnosticadas com Covid no município. Então, essa é uma forma de sermos mais transparentes da gestão municipal. O povo merece saber a verdade”, disse Lauande ao portal.

Dias atrás, a vereadora teve seu arraial suspenso pela prefeitura por ordem expressa de Dr. Julinho, que decretou medidas sanitárias com o intuito de boicotar movimentos políticos neste momento de pré-campanha eleitoral. Seria um bom momento para a dona da empresa INTECS responder a outras perguntas, caso a vereadora queira “aproveitar a viagem”…

O Bloco “Avança, São José” é composto pelos vereadores Dudu Diniz, Luciana Lauande, Aldiran Guerreiro, Moisés Gama, Thays Negão, Cícero da Matinha, Jordão Reis, Professor Cristiano, Mário Santos, Dodo de Santaninha e Divalmir Cutrim.

Na mesma sessão, na manhã desta terça-feira (12), os vereadores também convocaram os representantes da empresa INTECS, que presta serviço à Prefeitura de São José de Ribamar.

Após denúncia de que funcionários estariam com seus salários atrasados e com condições desumanas de serviço, os vereadores convocaram a empresa para prestar esclarecimentos na Casa Legislativa.

LEIA MAIS

Investigada no ‘Caso ISEC’ é ‘peixe grande’ na gestão de Julinho em Ribamar

Ribamar: após denúncias do blog, Justiça suspende contrato com IDG; sem capacidade técncia, empresa de ex-ISEC volta a administrar Hospital e Maternidade

Ribamar: dados em Cadastro Nacional colocam INTECS e gestão Julinho na mira do MP; documentos

Ribamar: INTECS teria atuado na gestão Julinho sem contrato; MP já investiga negócio jurídico mirabolante que ultrapassa R$ 20 milhões

Ribamar: recontratação do INTECS feriu Lei das Licitações; caso já está sendo apurado pelo MP

Bomba! Empresa que abocanhou R$ 16 milhões na gestão Julinho é suspeita de falsificar documentos

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog

AQUI