Política

Paço do Lumiar: lisa e sem eira nem beira, Núbia Dutra tenta contato com ex-Advogado prefeito do interior

22 de outubro de 2021

O editor da página, que completará 10 anos de atividade no próximo dia 29/11, não se cansa de falar que tem os melhores e mais bem posicionados informantes da blogosfera.

Iniciando sua trajetória abordando temas políticos de Paço do Lumiar, traz agora um fato que, podemos dizer, tem tudo a ver com a Lei do Retorno, que se mostra como a ideia de que cada ação que fazemos gera uma reviravolta a nós mesmos. Em suma, se acredita que existe um mecanismo compensatório para equilibrar nossas ações em sociedade e no universo. Se somos pessoas boas, teremos coisas boas, mas o contrário também é válido.

Núbia, famigerada esposa do ex-gestor da Vila, como gosta de se referir à Sede de Paço, Dutra, está colhendo os frutos de suas atitudes. Quem não lembra da atual prefeita sem gasolina para executar suas missões de vice e encolhida debaixo da escada da SEMED ou apertada na ante sala do gabinete do prefeito? Agora, são outros quinhentos…

Núbia, prefeita de fato, não dava chances de Pindoba mostrar seu potencial….

O site apurou que Núbia anda tentando descobrir o número do “telefone vermelho” do atual mandatário de Itapecuru-Mirim, Benedito Coroba (PSB), que defendeu a conterrânea nos tribunais da Justiça Eleitoral de forma unânime, o que de longe mostrava a bagagem intelectual do ex-Promotor de Justiça (aposentado).

À época, a “Dona Roxa” havia sido condenada a pagar multa de R$ 33 mil, além de se tornar inelegível por oito anos, por ter contribuído à campanha de Dutra, em 2014, acima dos 10% estabelecidos por lei.

Coroba não só livrou Núbia no TRE, como no MP. Na tese, o prefeito de Itapecuru apurou que para calcular o índice de doação, era preciso levar em conta a renda do casal, não apenas a de um dos cônjuges.

Depois disso, B.C. ganhou a confiança do casal e se tornou PGM de Paço. A amizade com Dutra o fez permanecer no cargo até a crise gerada pelo famigerado concurso com suspeitas de FRAUD. Coroba não aguentou a forma como Núbia tentava manipular o processo do certame – com motivos que nunca foram apurados pela autoridades competentes -, forçando-o a pedir exoneração do cargo de Procurador Geral do Município. Segundo fontes que permeavam os corredores da prefeitura àquela época, esta teria sido a causa sine qua non para que Dutra desse o piripaque que o afastou da prefeitura luminense, fazendo com que caísse no logo de Pindoba, “Landrerson’ Soares e Jameson Malheiros (arquivos constam nesta página).

Coroba ainda assessorou Paula, por fora, sobre o concurso e o que deveria fazer, ditando-lhe o caminho das pedras.

Núbia Dutra, que não consegue de jeito nenhum contato com o seu ex-Advogado, afirma a interlocutores do blog que o telefone que tinha [de Coroba] ligava, mas ninguém atendia.

“Núbia tá numa de horror. Reclamou que o dinheiro de Dutra só garante a comida e medicamentos. Tá doidinha atrás de uma boca”, navalhou a fonte confiável do site.

A vida é um eterno toma lá, dá cá…

LEIA MAIS

CONCURSO DE PAÇO – Coroba dá 10 dias para que IMA se defenda sobre anulação do certame

PAÇO DO LUMIAR – Veja os supersalários e curiosidades na PGM e SEMAF

LAVANDO A ALMA – Confira o festival de exonerações feitas por Paula da Pindoba em Paço do Lumiar

PAÇO DO LUMIAR – Mirando 2020, Pindoba usa concurso como moeda de troca

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog