Política

Ribamar: na mira de órgãos de combate à corrupção, empresa do chefe de gabinete de Julinho multiplicou patrimônio em 8 vezes

9 de outubro de 2021

Preposto, Natércio tem autoridade para falar em nome de Julinho

O blog do Neto Cruz, a pedido de leitores, traz agora o Capítulo III da novela, ainda desconhecida, do Chefe da Assessoria Especial – como gosta de ser chamado pelos amilhados – de Natércio Santos, concunhado do prefeito Dr. Julinho (PL).

Na persecução da verdade, traz agora fatos novos do homem que dita os rumos da cidade balneária, sabe-se lá com que fins.

Em 2014, com Ricardo Murad no comando da saúde e com relação estreita com Natércio santos, o cunhado de Roseana Sarney fez um “ges$to” para a Engetech Construtora, empresa que Natércio é Sócio Diretor. Conforme apurou o site, mesmo tendo executado dois contratos para a reforma e adaptação do Hospital Pam Diamante, Murad ainda abriu nova licitação com o intuito, mesmo que mascarado, de contratar obras de adequação de área de instalação de aparelhos hospitalares. A empresa de Natércio Santos venceu a concorrência e assinou o Contrato nº 302/2014 no valor de quase R$ 1 milhão.

A Justiça apurou que o contrato feria diversos princípios da Lei de Licitações e era recheado de irregularidades.

Murad, que tem espaço garantido na gestão de Julinho/Natércio conforme já pautado na página, fez um truque para que a empresa Engetech Construtora LTDA vencesse a licitação, assinando o Contrato nº 438/2014. Segundo os órgão de combate à corrupção, o processo licitatório contém os mesmos vícios apontados em contratos anteriores.

Diante dos vários problemas e atentos aos ilícitos praticados, auditores da secretaria de Transparência, adotaram providências para enquadrar Natércio e Cia.

À época, as constatações foram encaminhadas ao Ministério Público, Tribunal de Contas e Polícia Civil, de forma a aplicar as sanções cabíveis.

CURIOSIDADES

O site foi além e traz um fato curioso sobre a Engetech, como a composição do capital social da empresa, que é o valor bruto disponibilizado para abrir uma empresa e mantê-la funcionando até que gere lucros.

Em 02/09/2009, a Engetech iniciou suas atividades com R$ 500 mil. Depois, em 1 ano, duplicou seu patrimônio, passando a compor R$ 1.210.000,00 em valor, em 22/10/2010 (primeira alteração contratual da empresa); na terceira alteração, em 03/01/2013, passou a valer RS 3.000.000,00, 6 vezes mais em um espaço curto de tempo. Já na quarta alteração contratual, em 23/07/2015, um ano depois do escândalo do Pam Dimante, a Engetch deu um salto de mais de R$ 1 milhão, passando a compor o valor atual de mais de R$ 4 milhões, conforme cota de casa sócio descrita abaixo.

1º – Natercio Silva dos Santos – Capital Integralizado de R$ 1.728.000, somando 40% das quotas da Engetech.
2º – M. N. Duailibe Filho Ltda (Miguel Nicolau Duailibe Filho) – Capital Integralizado de R$ 1.728.000, somando 40% das quotas da Engetech.
3º – Emanuel Queiroga de Araujo – Capital Integralizado de R$ 864.000, somando 40% das quotas da Engetech.

Continua…

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog