Política

Paço do Lumiar: Fernando Muniz acusa o gorpe e aponta para esquema na Folha da Câmara

30 de março de 2021

Transferência volumosa coloca Muniz na mira do MP

O presidente da Câmara de Paço do Lumiar, o imobiliário Fernando Braga Muniz, do PP, decidiu revelar que a Casa de Leis luminense é usada para fins nada republicanos e amilhar penduricalhos de quem reza sua cartilha ou arregimenta seus projetos espúrios. Em menos de 24h após o site denunciar a Folha Santa da Câmara – que aloca quem é chegado do presidente -, o comandante do legislativo decidiu exonerar a filha do ex-vereador de Paço, Júnior do Mojó, o nº 20, marido da vereadora Mary, que também não é do Mojó.

O erro grotesco foi a data de exoneração da ex-candidata a vereadora Monique do Mojó. Com a clara intenção de jogar uma cortina de fumaça no ato imoral, Muniz exonerou Mônica Arouche com data retroativa: 26 do mês passado.

Claro, de besta, Muniz só tem a cara. Mas os leitores do site, sempre antenados, sabem que a demissão só aconteceu após denúncia do blog.

Em breve, mais nomes da Folha Santa…

EM TEMPO

O esquema de nomeações pode ter associação com a transferência vultuosa feita por Muniz, dias atrás.

Mas isso é assunto para outra história…

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog