Política

BOMBA! Ministério Público pede impugnação de Tonhão em Cachoeira Grande; prefeito teria desviado quase R$ 200 mil em 2004

30 de setembro de 2020

Tonhão e a esposa, Teresinha Lobato, a Rainha do Gado

Tudo indica que chegou ao fim a trajetória política do marido da Rainha do Gado em Cachoeira Grande. Tonhão Pinho sente as consequências de todos os seus desmandos, do tempo em que foi prefeito do município em 2004.
O Ministério Público Eleitoral, através da Promotora da 110ª Zonal, Érica Ellen Beckman da Silva, propôs que Tonhão seja impugnado – tenha registro de candidatura negado – por crime de improbidade administrativa.

No exercício do mandato de Prefeito Municipal, Tonhão Pinho teve suas contas, relativas a verbas de repassadas à conta do Programa de Apoio aos Sistema de Ensino para Atendimento a Educação de Jovens e Adultos – PEJA, do exercício de 2004, julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em decisão definitiva, conforme documentação em anexo.

Diante disso, concluiu o Tribunal de Contas da União pela irregularidade das contas do candidato, em relação à verba de R$ 154.750,00 (cento e cinquenta e quatro mil, setecentos e cinquenta reais), valores oriundos do Programa de Apoio aos Sistema de Ensino para Atendimento a Educação de Jovens e Adultos – PEJA repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE.

No caso em tela, conforme dispõe a Lei Complementar 64/90, Tonhão está inelegível pela rejeição de contas pelo TCU.

Agora, resta aguardar a decisão da Juíza Eleitoral da 110º Zona de Morros, que pode sacramentar a vitória de César Castro, prefeito de Cachoeira Grande…

Leia o documento na íntegra clicando aqui.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog