Política

Justiça encontra apenas R$ 48,9 mil nas contas de Dunga durante investigação

10 de setembro de 2020

O Banco Central informou ao juiz Celso Serafim Júnior, da Comarca de Icatu, que encontrou e efetuou o bloqueio de apenas R$ 48.992,23 das contas do prefeito do município, José Ribamar Moreira Gonçalves, o Dunga (PMN).

Desse montante, R$ 48.884,35 estavam em uma conta do Bradesco, R$ 90,86 no Banco do Brasil e R$ 17,02 na CEF (Caixa Econômica Federal).

O valor corresponde a 36,82% do total de R$ 133.050,00 que devem ser bloqueados das contas bancárias do gestor, no bojo de uma ação em que ele é acusado de improbidade na contratação, sem licitação, da empresa Precision Soluções em Diagnósticos Ltda para aquisição de insumos hospitalares, com recursos destinados para enfrentamento ao novo coronavírus, no valor de R$ 2,17 milhões.

Apontada como empresa de fachada e operada por laranja, a Precision foi alvo de busca e apreensão, no início de junho deste ano, durante a deflagração da Operação Cobiça Fatal, em São Luís. O operador da empresa, Alexandre Chuairy Cunha, também foi alvo de buscas e de mandado de prisão temporária.

Com base em dados fornecidos pela força-tarefa, que citam no inquérito policial a contratação celebrada pela Prefeitura de Icatu, o Ministério Público do Maranhão apontou indícios de irregularidades, e pediu à Justiça o ressarcimento dos danos aos cofres públicos municipais.

Após a ação da PF e CGU, o contrato milionário foi revogada pela gestão municipal, mas a prefeitura já havia efetuado o pagamento no valor correspondente ao que deve ser integralmente bloqueado das contas de Dunga.

Fonte: Atual7

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog