Política

Polícia continua sem resposta sobre assassinato brutal no João de Deus; jovem teve cabeça esmagada por barra de concreto

Foto no dia do crime; Juninho se divertiu o dia todo entre amigos

O caso do jovem Juninho Costa (26), assassinado brutalemente nas proximidades da Guajajaras na noite do último domingo (6) com a cabeça esmagada por uma barra de concreto, continua sem nenhuma satisfação das autoridades competentes.

Conhecido no bairro João de Deus pelo seu jeito irreverente e alegre, Juninho era querido por todos. Câmeras de segurança de empresas próximas ao local do crime podem ajudar a elucidar o caso, que continua sem solução.

Pela cena e laudo do Instituto Médico Legal, pode-se concluir que mais de uma pessoa tem envolvimento no caso, vide o peso da barra de concreto e indícios de luta corporal.

Amanhã (9), às 16h, um protesto acontecerá na Avenida Tales Neto, para que o caso seja apurado e os criminosos possam ser identificados e punidos.

QUEM ERA JUNINHO?

Morador do bairro João de Deus, Juninho Costa é conhecido desde sua adolescência por imitar como se estivesse dirigindo um ônibus [imaginário].

Atualmente, Juninho era conhecido por divulgar lojas com sua bike som, característica de um jovem trabalhador.

Além disso, narrava jogos do esporte amador, o que lhe rendeu o título de “Locutor Número 1”.

 

 

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog