Política

PT-MA – O elefante e o toco

20 de agosto de 2020

Não adianta pensar em política se não houver a ousadia e determinação. Vejo com preocupação a atual situação do Partido dos Trabalhadores (PT) do Maranhão que a todo instante se submete a desejos de aliados e não se impõe como um partido forte e com lideranças que podem fazer a diferença eleitoral.

Na eleição de 2016 já havia uma situação inusitada onde, nas cidades que o PT tinha candidatura competitiva, até o PCdoB resolveu colocar candidato para “embaçar” as pretensões eleitorais do PT.

Analisando o cenário político e recordando os textos de uma capa nacional dos ‘comunas’, é fácil perceber o desejo de isolamento do PT com a pretensão da disputa nacional. Aí fica difícil entender porque a ovelha fica admirando o lobo… Seria uma espécie de Síndrome de Estocolmo?

Pesquisas já apontaram que um candidato indicado por Lula na capital do estado tem um bom índice de aprovação, considerando mais a intenção de votos na legenda do PT que deve estar entre 20 a 25% de aceitação, fora considerar que o PT tem um dos maiores tempos de rádio e TV.

Eu pergunto ao PT de São Luís: Qual o medo da candidatura própria? Medo do PCdoB do Maranhão? Medo da reação do governador [Flávio Dino]? Medo de perda de cargos no governo?

O fato é que o PT maranhense parece um elefante preso em um toco, não sabe a força que tem.

Evandro Sousa, Militante PT-MA

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog