Política

PAÇO DO LUMIAR – Paula da Pindoba dá sinais da Síndrome de Estocolmo

Enquanto Rosmari (mãe de Jameson Malheiros) tira remela, Pindoba mente no discurso de posse Foto: Neto Cruz

Desde que o blog começou a denunciar os supersalários na gestão Paula da Pindoba, em maio deste ano, muitos funcionários – a maioria fantasmas declarados – foram exonerados. Porém, Paula insiste em deixar outros paraquedistas que nada tem a ver com Paço com espaços no poder.

Após devassa da Folha de Pagamento, um dos nomes exonerados foi o de Jameson Malheiros, que Pindoba tinha (ou tem) como filho. Segundo assessores da prefeita, a relação do ex-secretário de Planejamento e Paula era de “mãe e filho”. Até hoje, esta se reclama a pessoas próximas de como o “filho” dela pode ter feito isso [farra da folha] com ela e outras coisitas mais

Jameson, ao ser exonerado em virtude da “Folha Santa”, teria lançado contra Paula uma torrente de palavras ofensivas, que colocam em xeque a cognição da moradora da Pindoba e, até hoje, fazem correr copiosas lágrimas do rosto da “esterão na conta”.

Rosmari (foto acima) é amiga de Paula desde os tempos de sindicância e, ao saber que Paula iria ocupar a vacância de Dutra devido ao AVC, tratou direcionar, ao seu modus operandi, a apedeuta. O filho de Rosmari, Jameson, seria o operador de todo o sistema, tendo como coringa o amor maternal de Azevedo, o que dissimularia qualquer mal intenção do “Novo Núbio”.

A Síndrome de Estocolmo nada mais é do que sentimento de ternura que se tem por um agressor. O termo, aliás, teve origem em uma história de assalto a banco em Estocolmo, na Suécia. Resumo da ópera: no fim do sequestro que durou seis dias, a despedida entre sequestradores e reféns foi calorosa, com trocas de abraços apertados. Uma das funcionárias do banco disse que sabia que era estranho, mas que não gostaria que nada de ruim acontecesse aos sequestradores. Em Paço, no caso em tela, o assalto foi aos cofres públicos, com salários que até hoje são motivos de calorosos debates nos bastidores do poder.

Mesmo sentimento envolve Paula, que a essa altura [ou antes] é ciente de todo o esquema que rolava na sua gestão mas ainda faz vistas grossas com nomes indicados por quem engessou seu primeiro ano de mandato, além de serem responsáveis por hoje a gestão não ter maior aceitação do eleitorado luminense. Além disso, Paula da Pindoba insiste em nutrir amor pelos agressores do povo luminense.

Maria Helena e Paula

Um caso que exemplifica a Síndrome é a permanência da Secretária Maria Helena, da Secretaria de Desenvolvimento Social. Segundo informantes bem posicionados do blog, Helana é indicação expressa de Rosmari, mãe de Jameson, que teria ligado para a “irmã Maria” e cobrado a fatura.

Além de gafanhotos que permancecem “trepados” na folha.

Mas isso é outra história…

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog