Política

PAÇO DO LUMIAR – Veja os escândalos nas folhas de pagamento da SEMFAZ e Meio Ambiente

Após duas semanas dando uma pausa da pauta “Escândalo dos Marajás”, retornamos com fatos que merecem uma atenção especial do Ministério Público do Estado do Maranhão e da Câmara de Vereadores do Município, estando esta – pelo que indica sua inércia – pareada aos interesses nada republicanos da “tchurma” de Caxias e Primeira Cruz.

Após denunciarmos os estardalhaços que acontecem em pastas como SEMAF, Agricultura e Pesca, SECEL, PGM, Gabinete e Vice da prefeitura, trazemos agora com EXCLUSIVIDADE fatos curiosos da SEMFAZ e Meio Ambiente de Paço.

Senão, vejamos:

Na Secretaria da Fazenda do Município, o secretário adjunto Cláudio Alves Gomes recebe a bagatela mensal de R$ 15 mil, mesmo valores que recebem a namorada de Jameson Malheiros, Mikarla e a enteada do sobrinho do deputado estadual Adelmo Soares, Anderson Soares, a Luanna Beatriz, de 21 anos.

Cláudio é esposo de uma sobrinha de certo deputado federal que, segundo informantes bem posicionados do Blog, começou a ter voz mais ativa na prefeitura quando Dutra foi licenciado, pois Núbia Dutra não deixava o parlamentar “cantar de galo” como faz agora. Ou seja, se o Ministério Público partir pra cima da gestão interina, vai detectar que existe em Paço do Lumiar um nepotismo escancarado.

O apelido dos enamorados é “Casal 30” e o Blog trará o motivo da alcunha em breve…

Cláudio, segundo informantes bem posicionados do Blog, enquanto a mulher trabalhava dava plantão nas cadeiras da ante sala do gabinete do Secretário Jameson, aproveitava para após o almoço tirar aquela sesta (dormir após o almoço). A coisa era tão boa que a baba escorria e servia de gozação pelos corredores.

Outros dois casos mirabolantes que evidenciam que a prefeitura se tornou um grande balcão de negócios e lobby político são os salários estratosféricos pagos pela secretaria de Meio Ambiente a dois “funcionários”. São eles: Cristina Ferreira Dos Santos, que recebe um vencimento de R$ 15 mil como “assessora especial” e Fredson De Jesus Godinho Ribeiro, que mata mensalmente R$ 10 mil como “coordenador”.

Vale ressaltar que nos casos de Cristina e Fredson, ambos recebem ilegalmente o valor de indenização de transporte. Este deve ser pago só pra quem assume o posto de secretário municipal. Mas um motivo para que o Ministério Público averigue as denúncias da página.

Veja as FOPAG’s:

Comentários

Comentários

Conheça o Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog