Política

PM’s relatam descaso do Estado em relação à proteção contra o coronavírus

8 de abril de 2020

Blog do Neto Cruz transcreve abaixo denúncia recebida via WhatsApp:

 

A falta das medidas de proteção adequadas contra a Covid-19 estaria colocando em risco, além dos profissionais de segurança, as famílias dos militares que ali ficam expostos. Várias pedidos foram realizados por parte dos militares para não realizarem policiamento a pé em praça pública, pelo menos nesse momento em que o vírus está sendo transmitido de forma comunitária, mas não foram sequer ouvidos.

Policiais do 22° BPM situado na região de Paço do lumiar e Raposa, área metropolitana de São Luís, denunciaram a este blog a falta de equipamentos de proteção individual e a forma em que estão sendo destratados e colocados em escalas inaceitáveis, sendo expostos ao novo corona vírus (covid-19) nas praças Chico Noca na Raposa e no Viva do Maiobão. Os policiais ficam e estão expostos nas praças sem nenhum tipo de prevenção, em escalas de 6h diárias em P.O (Policiamento Ostensivo) a pé, sem o mínimo de condições e locais salubres para exercer sua função nesse momento caótico que passa a sociedade mundial com a pandemia do corona vírus. Os militares reclamam que sequer local para lavar suas mãos após uma abordagem tem e temem pela sua saúde e dos familiares no momento em que estes voltem para o seio familiar. Muitos familiares dos militares são do grupo de risco, o que deixa os PM’s cada vez mais aflitos e inseguros mediante a essa situação. Os militares do 22° BPM pedem socorro!

EM TEMPO

Os policiais com doenças preexistente estão sofrendo coação por parte do comando. Não e a primeira vez que colocam os policias de serviço 24 horas em hospital da Raposa, sem condições mínimas de serviço , sem proteção e expostos a diversos vírus e doenças transmissível. Há policiais com sintomas de gripe trabalhando , já que eles não aceitam que o policial fique em casa evitando ir ao hospital . Eles obrigam [Estado e Comando] o PM ir no hospital pegar atestado contrariando orientação do Ministério da Saúde, que diz que as pessoas com sintomas de gripe devem ficar em casa e só ir para hospital em caso de piora , O que a polícia deveria fazer era mandar um equipe da saúde da PM para atestar que o PM está gripado e não forçar o policial a ir em hospital correr o perigo de se contaminar.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog