Política

Camponeses presos injustamente no MA conquistam liberdade

20 de dezembro de 2019

Os quatro camponeses Laudivino, Emilde, Joel e Edilson, mantidos por três meses presos no Maranhão, conquistam liberdade depois de intensa campanha de solidariedade e luta nesse e em outros estados do país.

Moradores das Flexeiras, comunidade localizada a 169 quilômetros de São Luiz, os camponeses são militantes do movimento Fóruns e Redes, sendo Laudivino também presidente da Associação Comunitária da região. Foram acusados pelo velho Estado de crimes de dano qualificado, exercício arbitrário das próprias razões e associação criminosa por terem efetuado a derrubada de cercas criminosamente erguidas em campos públicos, um processo de grilagem promovida pelo latifúndio na região. Os criminosos que levantaram as cercas seguem impunes.

Os camponeses foram soltos após uma grande campanha nacional que durou quase três meses, envolvendo mobilizações de massas, protestos, debates pelas principais capitais do país, dentre outras. O conjunto das atividades pode ser conferido no Portal de AND.

Continue lendo clicando aqui.

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog