Política

Câmara quer anulação de contrato de R$ 33 milhões com Isec em SLZ…

9 de setembro de 2015

Instituto foi chamado pela Secretaria do Orçamento Participativo, que ganhou, de uma hora para outra – e mesmo sendo de atividade-meio, e não fim – um dos maiores volumes de recursos do município

 

Câmara suspeita de uso eleitoreiro de recursos públicos

O vereador Fábio Câmara (PMDB) deve protocolar ações no Ministério Público, no Tribunal de Contas do Estado e no Tribunal de Justiça pedindo o cancelamento do contrato de R$ 33 milhões entre a secretaria do Orçamento Participativo de São Luís e o Instituto Superior de Educação Continuada (Isec).

– Não há nenhuma justificativa para este contrato milionário. A pasta não tem atividade-fim para ganhar um orçamento deste tamanho, em detrimento de setores como Educação, Saúde e Infraestrutura – justificou o parlamentar.

contratoPara Câmara, tudo indica tratar-se de mais uma forma de usar dinheiro público para potencializar a candidatura do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– Qual o critério para se contratar mais de mil pessoas em uma pasta destas? E essas pessoas já vão receber o primeiro salário. Que critérios foram usados para chamá-los? Está clara a volta do Serviços Prestados como projeto eleitoral. Basta ver que a pasta enriquecida do nada pertence ao partido que Edivaldo se filiou há pouco – ponderou Câmara.

O vereador denunciou também, para chamar atenção do Ministério Público,  o movimento de pessoas no  7º andar do edifício Vinícius de Morais, no Calhau, onde estão sendo feitas as contratações. Segundo ele, centenas de pessoas vão diariamente, com indicações para a contratação pelo Isec.

 

Continue lendo no Blog de Marco D’Eça…

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog