Política

O BLOG AVISOU – Presidenta do SindEducação, Elisabeth Castelo Branco se envolve em novo escândalo

6 de julho de 2015

 

O Blog do Neto Cruz vem acompanhando a falta de preparo de Elisabeth Castelo Branco, atual presidente do Sindeducação, para gerir este importante sindicato.

Postei matérias como:

Mostrando despreparo, presidenta do SindEducação “vacila” e novas eleições podem acontecer em breve

BOMBA: Presidenta do SindEducação pode ser cassada por falta de transparência em prestação de contas

FEDEU: Presidenta do SindEducação pode perder cargo a qualquer momento…

BOMBA: Presidenta do SindEducação tem prestação de contas atrasadas desde abril do ano passado…

Hoje, acompanhamos a “saga de Elisabeth” e parece que a coisa é mais complicada do que imaginei.

Seguem 3 matérias. Duas do amigo jornalista e blogueiro, Caio Hostílio e uma do Blog do Luís Pablo.

Numa delas, Elisabeth teria comprado 2 passagens para Portugal, país localizado no sudoeste da Eupopa e numa outra, um denunciante acusa Elisabeth de ter reformado a sua casa com dinheiro do sindicato da qual é presidente.

Se é verdade ou não, eu não sei. Fica pra justiça decidir o final dessa “novela”…

Do Blog de Caio Hostílio

IMG-20150705-WA0000Hoje me dirijo a cada professor e a cada professora da rede municipal de ensino de São Luis para tratar da gravíssima situação pela qual vem passando nosso sindicato nos últimos anos. Até 2012 o Sindeducacao foi dirigido por Lindalva e Cia. Desse período as recordações não são nada favoráveis à nossa categoria e muito menos ao sindicato. No final desse mesmo ano ocorre uma eleição e nossa categoria aproveita a oportunidade, rejeita a chapa de Lindalva e elege a chapa UNIDADE PARA MUDAR. A turma derrotada não engoliu a derrota vexatória e no afã de continuar no controle do Sindeducacao, determina que a comissão eleitoral anule a eleição com base em irregularidades inexistentes no processo eleitoral.

Em seguida a turma monta a chapa GOLPISTA e a comissão eleitoral promove nova eleição e edita resulta na Ascensão dos golpistas ao comando do sindicato. No inicio de 2013 o grupo dos golpistas entra em atrito e de La para cá 9 dos 13 diretores abandonaram a diretoria. Até hoje nenhuma assembleia foi realizada para nos explicar a razões pelas quais tantos diretores deixaram o sindicato.

Como se isso não bastasse, de La para cá os escândalos envolvendo nosso sindicato só se avolumaram e nada da diretoria nos dar os devidos esclarecimentos para nós.  Soma-se a esse corolário de denuncias e escândalos, o fato de que a diretoria do Sindeducacao descumpre reiteradas vezes o estatuto do sindicato, como por exemplo, cito o caso das prestações de contas.

A de 2013 foi realizada parcialmente, somente no inicio desse ano e até hoje a diretoria não conseguiu comprovar como GASTOU R $ 31.700,00. A prestação de contas de 2014 deveria ter ocorrido até 15/04/15, mas infelizmente, até agora não aconteceu e sequer a diretoria toca no assunto.  Como se tudo isso não bastasse, o novo escândalo aponta que a diretoria do sindicato usou recursos da entidade para pagar todas as despesas de uma viagem a Portugal, de 2 pessoas que sequer são diretores do sindicato.

As mesmas, segundo a denunciante foram a Portugal para tratar de questões do mestrado. Hoje centenas de professores estão aflitos diante da possibilidade de ver todos seus esforços cair por terra por conta da irresponsabilidade da diretoria do sindicato que foi buscar o instituto REARA, com sede em Anajatuba, para intermediar o oferecimento dessa pós.

Diante desse escândalo a presidente do sindicato não esclareceu as acusações que lhe imputaram, resolveu apenas noticiar que autoriza a quebra de seu sigilo bancário e disse que tudo não passa de factoides.  Interessante é que ela não esclarece para nós o pq da existência de um processo que corre na 9 vara civil do TJ-MA.

Companheiros é chegada a hora de nos posicionarmos coletivamente e/ou individualmente no sentido de exigir respeito à nossa categoria e só nosso sindicato. Toda essa sujeirada só será passada a limpo se nos exigirmos os devidos esclarecimentos, caso contraria nossa categoria e sindicato continuará sendo vitimas dos golpistas de plantão.  Abre o olho e reage professor (a)!!!

Assine o abaixo assinado clicando no link abaixo.

http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR82921

 

MAIS AINDA

 

Do Blog de Caio Hostílio

Recebi via e-mail o referido terno de depoimento – Ocorrência nº 1415/2014 – Defraudações, datado do dia 23 de Junho de 2015, cujo teor do depoente afirma que a presidente do Sindeducação faz saques nas contas do sindicato em benefícios próprios, usando até o seu marido, Antônio Feitosa, serviu por diversas vezes de transportador o dinheiro sacado. O depoente firmou, ainda, que a presidente Elizabeth Castelo Branco, fizera uma reforma em sua residência com dinheiro do Sindicato. Abaixo, o depoimento na integra:

elisabethelisabeth 1

 

 

MAIS UMA

Do Blog do Luís Pablo

Escândalo! Sindeducação é acusado de usar Instituto para receber dinheiro indevido

 

O Sindeducação está sendo acusado de usar o Instituto Educacional Reara como sendo seu representante ilegal para firmar o contrato e receber indevidamente as mensalidades dos alunos do curso de pós-graduação para professores sindicalizados. O fato caracteriza apropriação indébita e sugere improbidade administrativa por parte do sindicato.

O Instituto Educacional Reara, que fica localizado em Anajatuba, tem como representante Lídia Reara, que seria namorada do filho da presidente do Sindeducação ELizabeth Castelo Branco, Vinícius Ribeiro Castelo Branco.

A denúncia partiu da professora Fabrícia Roberta, administradora do Instituto Universitário Atlântico Ltda., responsável por oferecer cursos de pós-graduação concedentes ao mestrado e doutorado em 23 IES portuguesas.

A denunciante conta que Lídia Reara teria se apropriado de R$ 263 mil que deveriam ter sido repassados e não foram ao Instituto Atlântico. O Instituto Reara tentou justificar a ausência do repasse afirmando valor para pagar impostos.

Por conta da nota fiscal emitida de forma equivocada no valor acima citado, foi aberto o processo nº 25360/2015 corre na 9ª Vara Civil e do Trabalho, sob a tutela do juiz Raimundo Morais Bogea.

Veja a nota:

nota

Além disso, Lídia Maria Rêgo de Araújo e Vinícius Ribeiro Castelo Branco (filho da presidente do Sindeducação), prestaram depoimento na Delegacia de Defraudações, onde foi aberto inquérito.

Fabrícia também denunciou o fato da presidente do sindicato, Elisabeth Castelo Branco, tentar se apropriar do curso junto as universidades portuguesas e, com isso, se livrar do repasse dos recursos ao Instituto Atlântico.

“A presidente do Sindeducação foi convidada para visitar as universidades portuguesas parceiras, isso com todas as despesas pagas, mas ele preferiu mandar duas pessoas que não são servidoras para irem a Portugal, isso com recursos do sindicato, coisa que caracteriza improbidade”, disse Fabrícia Roberta.

Abaixo os bilhetes de viagem para Portugal em nome de Lídia Maria Araújo e Vera Lúcia Menezes, além de procurações para ambas, dando total poder para representarem o Sindeducação.

doc 3

BILHETE- 3

BILHETE- 4

Comentários

Comentários

author-avatar

Sobre Neto Cruz

Contador (CRC/MA 012900), Jornalista (DRT 1792/MA), Acadêmico de Direito, Membro Fundador e Efetivo da Academia de Letras de Paço do Lumiar . Criou o Blog do Neto Cruz em 29 de Novembro de 2010. E-mail: [email protected] Instagram: @netocruz_doblog