PAÇO DO LUMIAR – Jamerson Malheiros bagunça ainda mais o PCdoB; ouça os áudios

Avatar

Debandada geral depois que em reunião o destrambelhado Jamerson Malheiros, achando que entende algo de política, resolveu montar o tabuleiro eleitoral com os vereadores da base.

Com base nos resultados das eleições de 2016, tentando dar uma de “João sem braço”, acertou a alocação de Vanusa (PSDB) e Orlete (PRTB) no combalido PCdoB.

A militância de imediato chiou no grupo de WhatsApp comunista com a patética articulação pois ninguém quer servir de “bucha” para as “cobras criadas”.

A debandada geral tem prazo e validade, uma vez que todos os partidos aliados têm no mínimo dois vereadores de mandato tudo para garantir a reeleição de no mínimo 11 dos 12 da base de Pindoba.

Segundo analistas luminenses, a articulação é fraca e só demonstra que a atual prefeita e seus principais assessores não entendem nada da política luminense.

É aguardar pra ver!

Áudios obtidos com exclusividade pelo Blog do Neto Cruz mostram que o neófito Jamerson Malheiros, secretário de articulação política, de articulação não entende bulhufas. Na tentativa de entrosar vereadores de mandato no PCdoB, partido declaradamente na base da prefeita interina Paula da Pindoba, Malheiros conseguiu esvaziar o partido.

Algumas pessoas que estão no PCdoB luminense há tempos reclamaram da tentativa de Jamerson de fazer um grupo de “buchas”, aqueles que numa eleições só servem para complementar os votos para se atingir o quoeficiente eleitoral.

Sem consultar ninguém e com o aval e bençãos do padre Fábio Rondon, Jamerson mostra seu lado autoritário e antidemocrático, como relato encaminhado ao Blog.

“Autoritarismo da presidente do PCdoB  [Monique Saulnier] de Paço do limiar e intromissão de Jamerson fazem pré-candidatos do PCdoB esvaziarem partido. Os pré-candidatos do PCdoB não aceitam a vinda de vereadores de mandato. A direção do PCdoB local está “vendida” pra Jamerson e a prefeita Paula. [Ipsis litteris]

EM TEMPO

Paula ainda nem se filiou ao PCdoB e, com essa “articulação”, pode ser que nem vá…

Ouça os áudios e veja os prints:

 

Comentários

Comentários