Flávio Dino tenta operar em todas as “tribos”

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

De olho nos votos dos evangélicos, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), estreitou as relações com os grupos religiosos do Estado. Nos últimos meses, Dino aumentou de 14 para 50 o número de capelães contratados pelo governo estadual. A maioria dos novos cargos foi entregue a líderes evangélicos, alguns deles filiados a partidos da base de Dino.

Além disso, o governador deve destinar uma das vagas ao Senado em sua chapa à deputada Eliziane Gama (PPS-MA), ligada à Assembleia de Deus. A manobra causou descontentamento do PT, que pleiteava a vaga.

Porém, quando o Sol se põe, Flávio Dino lança flores aos veneráveis “maçons”, Senhores de costumes e conduta ilibada, porém, não muito bem vistos pelo público evangélico ou católico, pois para estes a maçonaria é uma sociedade secreta que “esconde mistérios”…

Só falta Dino agora dizer que é adepto aos terecôs pra fechar o cerco.

Axé…

LEIA MAIS

Maçonaria do MA se rende aos encantos de Flávio Dino

50 capelães – Flávio Dino é denunciado ao MPE por abuso do poder

Comentários

Comentários