Informações sobre crianças e adolescentes desaparecidas podem ser exibidas em salas de cinemas do município

Tempo de leitura: 1 minuto

A obrigatoriedade da exibição nas salas de cinemas, de vídeo contendo informações sobre crianças e adolescentes no município está estabelecida no projeto de lei nº 237/2017, de autoria do vereador Josué Pinheiro (PSDB). Segundo a proposta, “o vídeo contendo informações sobre crianças e adolescentes desaparecidos deverão ser exibidos no início e durante os intervalos dos filmes nas salas de cinemas, de forma contínua”.

“O conteúdo do vídeo será especificamente sobre informações do desaparecimento, dados e foto da criança e adolescente desaparecidos e número de telefones para denúncia”, determina a propositura do parlamentar social democrata. A iniciativa visa promover a divulgação do acontecimento e despertar o interesse público pela denúncia, no intuito de agilizar a localização e elucidação dos casos, conforme pretende o vereador.

Enfatiza Josué Pinheiro que o seu projeto de lei “tem por objetivo promover a divulgação, despertar o conhecimento da população e incentivar o público para denunciar fatos e prestar informações úteis, a força de influência positiva dos cinemas para auxiliar a ação policial com informações que possibilitem a localização e elucidação dos casos de desaparecimento”.

O vereador do PSDB deixa claro que “a referida proposição surge como um instrumento de mobilização social para agilizar a identificação dessas pessoas em ,locais de grandes aglomerações, aumentando assim as chances do resgate de vidas”. Para finalizar, Josué Pinheiro acentua que “de acordo com registros nas delegacias específicas, a maior incidência de desaparecimentos de crianças e adolescentes pode ocorrer devido ao tráfico de crianças e adolescentes por quadrilhas que atuam em território nacional e internacional, aliciamento ou sequestro de crianças para fins de venda de órgãos, trabalho escravo infantil, prostituição infantil e adoção ilegal”.

Comentários

Comentários