CAGANDO E ANDANDO – Núbia e Dutra desrespeitam o Festejo do Divino em Paço do Lumiar

Tempo de leitura: 1 minuto

Nas duas últimas semanas, aconteceram em Paço do Lumiar as festividades tradicionais do Divino Espírito Santo em Paço do Lumiar. O festejo completou 166 anos.
Se tornando mais antiga do que até a própria emancipação do município, o festejo é valorizado e levado a sério por todas as gestões que passaram, até agora.
Dutra reuniu os festeiros, faltando poucos dias para o inicio so festejo, para dizer que não teria como ajudar, pois a prefeitura está quebrada.
Ora, Senhor Dutra… Além de cara de pau, Vossa Excelência é um mentiroso da pior estirpe.
Lembre-se que ano passado, o senhor se direcionou até a Irmandade do Divino e disse, que esse ano, a competência era prefeitura pelas festividades. É de causar asco essa sua picaretice.
Junta-se a isso a musa do bolero Eugênia Miranda, que não passa de uma marionete aos desmandos da primeira dama, Nubia Futi Dutra.
Além de cantar mal, não entende nada da cultura luminense e nem deu as caras no festejo do Divino. Nem ela, nem o Futi, nem a primeira Futi. O único que apareceu ontem, 30, último dia do festejo, vou o ex-padre Fábio, que é sec de educação e a vice, Paula da Pindoba, a última curtindo uma seresta.
Completamente alheio e tonto, o ex-padre não se demorou.
E assim, mais uma vez, é constatado que Dutra está mais perdido que cego em tiroteio no comando do município.
Se não fosse a comunidade, o festejo não aconteceria. Cada um ajudou da sua forma. Só resta agora Dutra e seus amilhados virem pedir votos ano que vem para seus candidatos, como é o caso de Flávio Dino, que também não mandou uma rapadura para o festejo que, dizem, é melhor e mais frequentado do que o de Alcântara…
Dutra, estamos lhe aguardando…

Comentários

Comentários