Edson Gaguinho requer poda de árvores na Avenida São Marçal

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A poda de árvores na Avenida São Marçal, no bairro João Paulo em São Luís, foi solicitada nesta terça-feira, 2, ao Executivo Municipal, por meio de um requerimento apresentado pelo vereador Edson Gaguinho (PHS). O parlamentar disse que os moradores da região aguardam a realização do serviço.

“Passo diariamente pelo bairro João Paulo e conversando com os moradores eles têm reclamado que muitas árvores da região estão com galhos baixos, comprometendo a utilização das calçadas. Ao passar por esses locais, pedestres e motoristas ficam expostos ao risco de acidentes. As árvores são de fundamental importância na vida de uma cidade, além disso, se estiverem podadas e conservadas valorizam as ruas e avenidas. Espero agora que o Prefeito Edivaldo Holanda Júnior resolva esta demanda”, disse o vereador.

SERVIÇOS DE PAVIMENTAÇÃO

Outo pleito de Edson Gaguinho foi a apresentação de indicação ao governador Flávio Dino solicitando providências junto aos órgãos competentes, no sentido de que seja executada em caráter de urgência, serviços de drenagem, pavimentação asfáltica, meio fio e esgotamento sanitário nas ruas: Rio Amazonas, Rio Poty e Rio Guajará, que ficam no bairro Geniparana.

O pedido dos moradores por asfalto é antigo e a luta de Edson Gaguinho é constante para conseguir atender o apelo da população. As melhorias para quem mora em todas as regiões de São Luís vêm sendo pleiteadas desde o início do mandato do parlamentar, sendo reforçadas a cada semana com apresentação de requerimentos e indicações. De acordo com ele, o bairro Geniparana precisa ser atendido pelo poder público com urgência.

“Com o passar do tempo, o bairro Geniparana foi se desenvolvendo e é necessário que se pavimente e asfalte essas ruas da comunidade, pois os moradores precisam se deslocar constantemente. Além disso, com os serviços de pavimentação e drenagem, a vida das pessoas melhora muito e é isso que estamos buscando, oferecer ao povo de São Luís uma vida mais digna”, destacou Gaguinho.

Comentários

Comentários