A SÃO LUÍS QUE EDIVALDO NÃO MOSTRA – Escolas destruídas, paredes pinchadas e janelas quebradas

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 

Sem título

Hoje, visitei duas escolas públicas da Cidade Operária. A Escola Prof. Nascimento de Moraes atende, mais ou menos, 500 alunos. O que encontramos foram salas sujas, sem ventilação e pinchadas; além de cadeiras quebradas, teto rachado e janelas despedaçadas. Ao atravessarmos a avenida, a menos de 100 metros, encontramos a escola Prof. Mata Roma, também municipal em péssimas condições.
Enquanto educador, não poderia me omitir diante disso! Encaminhamos denuncia ao Ministério Público e ofício à Prefeitura cobrando ações emergenciais. Afinal, o futuro de nossas crianças depende disso.

Vocês conhecem outras escolas que estejam em situação semelhante?
Deixei aqui seu comentário que iremos visitar, denunciar e cobrar a reforma também!

VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI

Comentários

Comentários