Josemar repudia ataques a coletivos e prédios públicos e cobra providências das forças policiais em Paço do Lumiar

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 

Preocupado com a segurança da população frente às ações criminosas que vêm ocorrendo nos últimos dias na região Metropolitana, e, principalmente com a aproximação das eleições municipais marcadas para este domingo (2), o prefeito Josemar Sobreiro encaminhou pedido ao governador Flávio Dino para que dê atenção a Paço do Lumiar. Ele lamentou os episódios ocorridos na grande São Luis nesta quinta (29) e sexta-feira (30), e repudiou os crimes registrados em bairros e comunidades do município.

A Prefeitura Municipal está tomando todas as providências necessárias junto aos comandos da Polícia Militar e da Segurança Pública para garantir a segurança da população. “Estamos preocupados com a segurança de nosso povo. Desde que tivemos conhecimento dos fatos criminosos, solicitamos às forças de segurança para que possam reforçar o patrulhamento na cidade, e principalmente para que investiguem se há ligação desses episódios com as facções em Pedrinhas, já que estamos a dois dias do pleito eleitoral”, enfatizou.

Para Josemar, esses incêndios são uma afronta à tranquilidade do povo luminense. “Não podemos conceber que, às vésperas das eleições, nossa cidade seja tomada pelo medo e a insegurança. Vamos dar total apoio às polícias para que atos de vandalismos não voltem a ocorrer aqui. Já obtivemos a informação de que as Forças Armadas estarão presentes durante todo o domingo nos locais de votação”, disse.

De acordo com informações do Sistema de Segurança Pública, na região de Paço do Lumiar, houve um ataque a ônibus na Pindoba, na noite de quinta-feira (29), além de outras duas ocorrências, sendo um incêndio na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Paranã e a um coletivo no ponto final do bairro Conjunto Tambaú. Ainda nesta semana, pais e alunos fizeram um protesto devido a onda de assaltos na região do Iguaíba, com destaque para o roubo à Escola Vitório Silva, naquela localidade.

Josemar já havia colocado a Prefeitura à disposição dos órgãos envolvidos no processo eleitoral, como Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e do TRE, para evitar qualquer tipo de crime eleitoral e atos ilícitos que podem vir a ocorrer até o dia 2 de outubro.  “Estamos prontos a colaborar com os organismos de segurança para que as eleições transcorram em clima tranquilo em todo o domingo”, finalizou.

Comentários

Comentários