E PODE? Holandinha assedia funcionários do Socorrão I e II para que votem nele e não em Wellington

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Um informante bem posicionado do Blog do Neto Cruz, funcionário do Hospital Djalma Marques (Socorrão I), nos repassou que o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr. (PDT), está enviando seus emissários para assediar moralmente os funcionários tanto do Socorrão I como do II, forçando-os a votarem nele.

Acontece que o mesmo informante disse, em letras garrafais, que os funcionários da saúde de São Luís, entre si, já combinaram que todos votarão em Wellington 11.

A justificativa desses importantes profissionais é plausível. Reclamam que em 4 anos de gestão, Holandinha nunca os valorizou, negando por várias vezes o aumento de salário da categoria e também, não deu a mínima para a humanização do ambiente de trabalho, chegando a dizer que no descanso do horário do almoço, são obrigados a descansarem em macas de pacientes.

Seria bom uma fiscalização da Justiça Eleitoral para apurar tal denúncia…

 

E o que é assédio moral no trabalho?

É a exposição dos trabalhadores e trabalhadoras a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções, sendo mais comuns em relações hierárquicas autoritárias e sem simetrias, em que predominam condutas negativas, relações desumanas e aéticas de longa duração, de um ou mais chefes dirigida a um ou mais subordinado(s), desestabilizando a relação da vítima com o ambiente de trabalho e a organização, forçando-o a desistir do emprego.

Comentários

Comentários