Ex-presidente do SFPVEMA deixa dívida gigantesca com o INSS

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Orlando Pavão: gestão temerária no SFPVEMA

O ex-presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Vigilantes do Estado do Maranhão (SFPVEMA), Orlando Pavão, deixou uma dívida gigantesca da entidade com o Instituo Nacional de Seguridade Social (INSS).

Os primeiros levantamentos, feitos pela contabilidade da atual gestão do SFPVEMA, dão conta de um montante de quase R$ 150 mil de débitos com o INSS, fruto da gestão desastrosa e corrupta do ex-presidente e sua turma.

A dívida se acumulou ao longo da gestão de Orlando Pavão, que descontava o INSS dos funcionários do sindicato mas não fazia o devido recolhimento à Previdência, assim como não honrava os 20% patronal referente aos encargos sociais da folha de pagamento.

O resultado é que, além de deixar uma dívida absurda para as condições financeiras do SFPVEMA, os funcionários do sindicato estão impedidos de solicitar benefícios da Previdência Social como o auxilio doença, auxilio maternidade, seguro desemprego etc.

O atual presidente do SFPVEMA, Roberval Jansen, disse que nunca podia imaginar que a irresponsabilidade dos ex-gestores do sindicato chegasse a este ponto. Ele já determinou ao contador do sindicato para que a situação seja resolvida através do parcelamento da dívida, mas que irá denunciar o senhor Pavão ao Ministério Público para responder pelos desmandos no período em que esteve à frente da entidade.

“A irresponsabilidade da gestão do Orlando Pavão não se limitou apenas a malversar os recursos do sindicato ou fazer todo tipo de manobra, inclusive empréstimos suspeitos para se locupletar com o poder. Ele e sua turma prejudicaram também os funcionários da casa ao descontar o INSS no contracheque e não recolher à Previdência, e o resultado é uma dívida de quase 150 mil reais do sindicato. Já determinei que o nosso contador parcele o débito no maior número de mensalidades permitidas pela legislação para regularizarmos a situação, assim como acionarei o nosso jurídico para representar o senhor Orlando Pavão no Ministério Público por mais esse absurdo cometido na sua gestão”, disse.

Refeita Federal – A contabilidade do sindicato já avisou ao presidente Roberval Jansen que existem débitos também com a Receita Federal. As primeiras buscas dão conta de multas, taxas e tributos não pagos pela gestão temerária de Orlando Pavão.

Possivelmente, já na próxima semana, a direção do SFPVEMA possa conhecer o tamanho do estrago feito pelos ex-gestores do sindicato também no âmbito da Recita Federal.

(Da Assessoria do SFPVEMA)

Comentários

Comentários