“Jamais queremos dar passos para trás, queremos dar passos para frente”, diz Flávio Dino em entrevista

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Internautas aprovam primeiras medidas do Governo de Flávio Dino

O resultado da última enquete promovida pelo portal O Imparcial mostrou que as primeiras medidas do governo de Flávio Dino agradaram 60% dos internautas. A enquete foi lançada no dia 2 de janeiro e já recebeu quase três mil votos.

 

A venda da Casa de Veraneio do Governo foi publicada no Diário Oficial nos primeiros dias da gestão de Flávio Dino.A venda da Casa de Veraneio do Governo foi publicada no Diário Oficial nos primeiros dias da gestão de Flávio Dino.

O Imparcial perguntou aos internautas “Qual sua opinião sobre as primeiras 17 ações do Governo Flávio Dino?” e quase 60% do público votante respondeu que as medidas agradaram. Outros 33% dos participantes da enquete julgaram que as medidas não agradaram, enquanto 4% afirmaram que estão “dentro das expectativas”.

No dia 1º de janeiro de 2015, logo após ser empossado governador do Maranhão, Flávio Dino anunciou as 17 primeiras medidas do seu governo, durante discurso proferido da sacada do palácio dos Leões. As ações – apresentadas em decretos e projetos de lei – tratam de educação, saúde, segurança pública e administração.

Casa de veraneio

Além dessas medidas, o governador Flávio Dino adotou outra que remete a promessa de campanha. A venda da Casa de Veraneio do Governo foi publicada no Diário Oficial nos primeiros dias da gestão. O imóvel é um símbolo do poder da gestão de 50 anos do grupo Sarney, que sempre dava festas regadas a lagosta e caviar com o dinheiro público.

O decreto nº 30.611 institui uma Comissão Especial com o fim de tratar da alienação do imóvel situado na Praia de São Marcos, em São Luís. A Comissão será formada por um membro da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência indicado pelo Secretário de Estado da Gestão e Previdência; um membro da Casa Civil, indicado pelo Secretário Chefe da Casa Civil; um Procurador do Estado do Maranhão, indicado pelo Procurador Geral do Estado.

Da Redação em Brasília
Com agências

Comentários

Comentários