Prefeitura de Anajatuba desviou R$ 9 milhões, diz Fantástico

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Segundo a reportagem, a gestão municipal cometeu uma fraude.
Prefeito de Anajatuba, Hélder Aragão
O programa Fantástico denunciou a prefeitura de Anajatuba no quadro “Cadê o dinheiro que estava aqui?”, lançado neste domingo. Segundo a reportagem, a gestão municipal cometeu uma fraude que pode ter desfalcado o município em 9 milhões de reais.
O ilícito ocorria em contratos que a prefeitura mantinha com quatro empresas que foram contratadas para coletar lixo e alugar máquinas e equipamentos. Segundo a reportagem, as firmas tiravam notas frias e não entregavam o serviço contratado. O dinheiro era desviado. As empresas mantinham sedes de fachada. O responsável pela criação delas seria Fabiano Bezerra, empresário local.
Entre as empresas citadas estão a A4 e a MR Serviços. Formalmente, o dono de uma delas é um taxista, que diz ter sido usado para a articulação da fraude. Depois que as denúncias vieram à tona, ele diz se sentir ameaçado e teme sofrer represálias. O taxista anda armado, com medo de sofrer um atentado.
O responsável pelas denúncias é o vice-prefeito Sidney Pereira, que descobriu os ilícitos, reuniu os documentos e entregou ao Ministério Público. O prefeito, Hélder Aragão negou qualquer irregularidade e disse que das empresas citadas apenas a A4 ainda mantém contrato com a prefeitura. As outras firmas deixaram que ser fornecedores da prefeitura após a denúncia ser formalizada.
Por telefone, Fabiano Bezerra negou ter criado as empresas para desviar dinheiro público. Disse que a A4 tem uma sede “top de linha” e funciona normalmente. A sede de fato existe, mas só há quatro meses. E segundo vizinhos não há nenhuma movimentação no local.

Comentários

Comentários